quarta-feira, 1 de junho de 2016

Sedap treina produtores de Santarém para plantio de flores tropicais



A região oeste do Pará começa a despontar como um polo de produção de flores e plantas ornamentais. Concentrada na mão de produtores familiares, a atividade é praticada principalmente em pequenos espaços, mas representa uma boa alternativa de geração de emprego e renda, sobretudo no município de Santarém, que concentra a maior parte dos produtores da região.

Para profissionalizar a produção de flores tropicais e plantas ornamentais e estimular a expansão da atividade no oeste paraense, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap) realiza, a partir desta quarta-feira (1º de junho), o curso de produção de flores tropicais, cactos e suculentas. O curso é promovido em parceria com o Sebrae e vai até o dia 3 de junho, sempre no horário de 8 às 13 horas, na sede do Sebrae em Santarém.

O secretário de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca, Hildegardo Nunes, deve participar da abertura do curso. “O setor de floricultura é um importante gerador de emprego e renda, sobretudo pela sua capacidade de gerar valor agregado em sua cadeia produtiva, que vai desde o produtor, normalmente pequeno produtor, até os paisagistas, designers e floristas. Daí a importância de fortalecer a produção paraense”, explica o secretário.

Fonte: SEDAP
Reações:

0 comentários:

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores