• APRESENTADO SLIDE 1 TÍTULO

    VÁ PARA O BLOGGER EDITAR HTML E ENCONTRAR ESTE TEXTO E SUBSTITUIR PELA SUA DESCRIÇÃO DO POST EM DESTAQUE......

  • APRESENTADO SLIDE 2 TÍTULO

    VÁ PARA O BLOGGER EDITAR HTML E ENCONTRAR ESTE TEXTO E SUBSTITUIR PELA SUA DESCRIÇÃO DO POST EM DESTAQUE.....

  • APRESENTADO SLIDE 3 TÍTULO

    VÁ PARA O BLOGGER EDITAR HTML E ENCONTRAR ESTE TEXTO E SUBSTITUIR PELA SUA DESCRIÇÃO DO POST EM DESTAQUE......

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Parlamento paraense celebra 90 anos do Coral da Assembleia de Deus em Belém


Parlamento paraense celebra 90 anos do Coral da Assembleia de Deus em Belém. Para homenagear as nove décadas de fundação do Coral da Igreja Assembleia de Deus em Belém, uma Sessão Solene foi realizada nesta sexta-feira (04/11), no plenário “Newton Miranda”, na Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa). A sessão foi uma proposta do deputado e pastor Raimundo Santos. Ao se pronunciar durante a abertura do evento, o autor da proposição falou emocionado, de sua experiência por mais de 15 anos no grupo musical religioso. “Me lembro como se fosse hoje, eu ainda criança comecei a cantar no coral e, na época, saíamos cantando em grupo pelas ruas dos bairros para que as pessoas mais pobres pudessem conhecer os hinos e saber como era um coral. É muito bom recordar esses momentos, porque cantar a Deus é louvá-lo”, ressaltou.        

O parlamentar abordou ainda a importância do coral para a sociedade. “São 90 anos dedicados à adoração ao Senhor e com grande relevância na vida das pessoas e para a cultura musical paraense, além de ser um marco na igreja, porque é considerado o primeiro coral das Assembleias de Deus no Brasil. É com muita honra que como deputado, realizo essa sessão em reconhecimento ao belíssimo trabalho do coral”, elogiou.   

O vice-presidente da Assembleia de Deus em Belém, pastor Nelson Cardoso também falou sobre a homenagem. “É com júbilo e alegria que festejo esse momento porque nos alegra celebrar as coisas que vêm de Deus. Foi aqui em Belém que surgiu a igreja Assembleia de Deus e, do mesmo modo, aqui também nasceu o coral. É uma honra receber desta Casa de Leis, essa homenagem dedicada ao coral”, destacou.

Cerca de 150 pessoas, representantes da denominação religiosa, prestigiaram a solenidade que contou com exibição de vídeo institucional sobre o conjunto musical e apresentações do coral. Um dos fundadores do coral, Filinésio Moreira Soares, de 96 anos, sendo 50 deles dedicados à regência do coral, falou sobre a emoção de ser regente e de fazer parte dessa história. “Me sinto muito feliz por ter recebido o dom de Deus e fazer parte dessa linda obra que é louvar através da música. Deus me deu talento para reger e compor. Só sinto alegria em fazer parte dessa história”, relatou.

TESTEMUNHO - A corista Maria José é uma das integrantes do grupo que participou da apresentação durante a sessão. Ela explicou o que a motivou a fazer parte do conjunto. “Eu tive aneurisma cerebral e por conta disso fiquei em coma por nove dias. Quando saí do estágio de coma, acordei ouvindo hino e a canção tocou a aminha alma. A partir daquele dia fiz um propósito com Deus, se eu fosse curada, iria louvá-lo no coral. E assim aconteceu para minha alegria. Estar aqui viva e com saúde é motivo de muita emoção”, conclui.

HOMENAGEM - Ao final do evento, o deputado Raimundo Santos prestou uma homenagem especial: Ao som da sanfona, seu instrumento preferido, tocou e cantou o hino “ preciso de milagres”, encantando o público presente.   

Durante a Sessão Solene, foram agraciados com homenagens aos 90 anos do coral da Assembleia de Deus, recebendo certificados pelos relevantes serviços prestados na área musical, evangelística e social, as seguintes pessoas evangélicas: Pastor Samuel Câmara, Filinésio Moreira Soares, Juracy Correa Soares, Cardoso  de Ataíde, Jeremias Sousa, Moisés Oliveira do Nascimento, Manoel Bispo de Almeida, Wilton Pacífico, Maria Ignez Costa do Amaral, Lucimar Gonçalves Costa da Silva e Zenildes Souza dos Santos.     

HISTÓRIA - São nove décadas dedicadas a louvores e adoração ao Senhor. A primeira apresentação aconteceu por incentivo de Julião Silva, membro da igreja e Oficial da Polícia Militar, conhecedor de música, convidou 16 irmãos a formarem um coral para cantarem no aniversário do pastor Samuel Nystrõm, no dia 09 de outubro de 1926. O grupo aceitou e cantou o Hino “Por Nossa Pátria Oramos”, sob a regência de Julião. Em 1968, o grupo passou a se chamar Conjunto Coral da Assembleia de Deus.

É considerado o primeiro Coral da denominação religiosa no Brasil, sendo referência para as igrejas da mesma congregação do Pará, do país e até na América Latina, contribuindo para a formação de vários outros grupos musicais. O sucesso das apresentações foram transformadas em obras fonográficas. São mais de dez títulos, entre LP, Cd’s e Dvd.

Festival Música na Estrada tem participação de orquestras paraenses em Belém e Manaus


Um grande projeto de música para a Amazônia. É assim que agência cultural Kommitment Produções Artísticas idealizou o festival Música na Estrada, lançado em 2011, e que tem prosseguimento este ano, com a participação da Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz (OSTP) e também da Amazônia Jazz Band, grupos musicais mantidos pelo Governo do Estado do Pará, por meio da Secretaria de Cultura (Secult).

Um dos destaques da temporada de 2016 será o intercâmbio musical inédito entre as orquestras Amazonas Filarmônica e a OSTP. A troca será realizada em suas respectivas cidades durante as apresentações nas capitais Manaus (AM) e Belém (PA).

A Amazonas Filarmônica fará uma apresentação no Theatro da Paz, no dia 24 deste mês, espaço ao qual ele volta desde seu último recital em 1998. Da mesma forma, a OSTP estará no palco do Teatro Amazonas, no dia 20, pela primeira vez num concerto único, tendo como solista o pianista brasileiro radicado em Budapeste, Thiago Bertoldi. Esse mesmo concerto será realizado em Belém, no dia 10 próximo.

Segundo o diretor de negócios e coordenador do projeto Música na Estrada, Fernando Ramos, o festival cresce potencialmente a cada ano. “Além da parte artística, haverá as oficinas que contribuem com a parte educacional para esta região. Vamos levar professores do Pará para integrar a equipe pedagógica em Porto Velho (RO) e Manaus (AM), proporcionando o intercâmbio cultural, e esperamos estreitar ainda mais essa parceria para as próximas edições”, acrescentou Fernando.

Esse intercâmbio das artes e de pessoas na Amazônia teve a estreia em Boa Vista (RR), no dia 12 de outubro, com as oficinas instrumentais e apresentações da Orquestra de Violões do Amazonas, da Focus Cia. De Dança do Rio de Janeiro e da Orquestra Experimental da Amazonas Filarmônica.

Santarém
O projeto passou por Santarém com grande sucesso tanto nas oficinas quanto nos três dias de apresentações com o Quinteto Uirapuru, a Amazônia Jazz Band e a Filarmônica de Santarém. O festival passa ainda por Belém, Macapá (AP), Manaus (AM) e Porto Velho (RO). A novidade para este ano é que a região Centro-oeste receberá também o Música na Estrada, e Brasília estará no roteiro desta edição.

A temporada 2016 ocorrerá até dezembro. Em novembro, o projeto terá apresentações em Porto Velho, Macapá, Manaus e Belém. Entre as atrações estão o conjunto vocal Ordinarius, Mapo Big Band, Amazonas Filarmônica, Balé Folclórico do Amazonas e Orquestra de Violões do Amazonas.

"Birdland", de Joe Zawinul, foi a primeira música a ecoar pela Casa da Cultura, em Santarém, região oeste do Pará, no sábado, dia 22 de outubro, durante apresentação da Amazônia Jazz Band (AJZ), na temporada do Música na Estrada. Foram quase duas horas de show, com muito swing das bandas americanas, linha mestra da Jazz Band, assim como clássicos da música brasileira, os sambas “Linha de Passe”, de João Bosco, e “Um a Zero”, de Pixinguinha, além das calientes músicas latinas.

No dia 22 deste mês, às 20h, a Jazz Band volta a se apresentar em Belém, dentro do Música na Estrada, desta vez, no teatro Margarida Schivasapa, do Centur, com participação especial do saxofonista paulista Marcelo Martins. A entrada é gratuita.

Criada há mais de vinte anos, a Amazônia Jazz Band tem 20 músicos e desde 2012 está sob o comando do maestro Nelson Neves, que possui uma maneira única na forma de reger a orquestra. Por ter estudado muitos anos nos Estados Unidos, Neves trouxe o swing americano e mesclou com o balanço brasileiro, levando os seus músicos a tocarem de uma maneira singular, com solos improvisados e com uma comunicação musical fantástica ao interagir com o público.

A plateia participou em muitos momentos do espetáculo, batendo os pés e as mãos, imagem bem parecida com os shows de jazz, onde os músicos encorajam a participação dos convidados. “O público é absolutamente maravilhoso! O concerto teve uma resposta muito grande da plateia, uma interação que ocorre a cada apresentação da Amazônia, e em Santarém não foi diferente, muito pelo contrário, foi algo que nos surpreendeu ainda mais, nos sentimos extremamente gratificados”, definiu o maestro Neves.

Um dos momentos mais marcantes foi a homenagem prestada pela orquestra ao músico e professor Serguei Firsanov, que havia falecido em Belém no mesmo dia desse concerto. A orquestra tocou a música “I’m Living”, de composição do maestro Nelson Neves, levando a plateia e os músicos a se emocionaram.

Ricardo Aquino, percussionista da orquestra, conhecia Serguei há 19 anos. “Não imaginávamos que ele partiria tão cedo, tanto que estamos aqui e não em Belém fazendo uma última homenagem a ele. Nós trabalhamos juntos no Conservatório Carlos Gomes e na Orquestra Sinfônica. Ele foi um grande professor, um grande homem, que tinha sempre palavras amigas e de incentivo. Um grande exemplo que vamos levar para o resto da vida e com certeza ele deixará muitas saudades”, declarou Aquino.

Após a homenagem, a orquestra prosseguiu o espetáculo animando o público. Segundo o advogado Paillard Silva, o festival já deixa saudades. “Acho esse projeto muito importante, e que ele tenha continuidade. Desejo muitos e muitos anos de vida para ele! Trazer cultura dessa natureza que nós estamos escutando é muito importante, assim como levar daqui, pois nós temos uma cultura local também, e que ainda não é tão conhecida”, frisou Paillard.

Sinfônica
Marianne Lima, gerente de música da Secretaria de Cultura do Governo do Pará (Secult), acompanhou a apresentação da AJB. Ela conta que a parceria do festival Música na Estrada com a Secult começou no ano passado, com o concerto da OSTP, no Theatro da Paz, apresentando a “Quarta Sinfonia”, de Mahler.  

“Este ano, a nossa participação será maior, com a inclusão da Jazz Band, reconhecida em todo Estado. Além disso, o Festival irá levar a OSTP para Manaus no ano em que comemora 20 anos de sua criação, para uma apresentação no Teatro Amazonas, que será a primeira da Orquestra fora do Estado. Também vamos receber a Amazonas Filarmônica, no Theatro da Paz, fazendo um intercâmbio, que é a tônica desse projeto. Essa parceria é bem proveitosa para a Secult e para toda região, onde o projeto é contemplado”, ressaltou Marianne.

Para Fernando Ramos, coordenador nacional do festival Música na Estrada, a parceria com os governos locais tem uma importância estratégica. Por ser um grande polo na região de produção cultural, resolvemos ampliar a participação do Pará. “Em 2015, foram 17 mil quilômetros percorridos em seis estados da Amazônia brasileira, com 24 apresentações, 300 pessoas entre artistas, produtores, técnicos e prestadores de serviços, 31 professores de música e de dança, 416 alunos e mais de 12 mil pessoas prestigiando as apresentações do festival”, contabiliza Fernando.

Serviço:
Festival Música na Estrada, dia 10 de novembro, às 20h, no Theatro da Paz, apresentação da Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz (OSTP), sob a regência do maestro Miguel Campos Neto, e o solista, ao piano, Thiago Bertoldi. Entrada gratuita, com distribuição de ingressos, a partir das 9h, no dia do espetáculo. Outras informações no site www.musicanaestrada.art.br e no Facebook www.facebook.com/projetomusicanaestrada


Fonte: GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ - Theatro da Paz-THEATRO DA PAZ

Case Wago Tecnisa é Prata no Prêmio Masterinstal


A utilização dos conectores automáticos da Linha 222 em obra da construtora resultou no case de sucesso ganhador do prêmio.

Finalista da 11ª edição do Prêmio Masterinstal, na categoria “Inovação em projetos e métodos de execução das instalações”, o case de sucesso da WAGO, empresa alemã especializada em conexões elétricas e automação, em parceria com a construtora TECNISA, arrematou na noite de 25 de outubro o troféu Prata. Realizada no Teatro do SESI, localizado no prédio da FIESP em São Paulo (SP), a cerimônia premiou dezoito trabalhos, dos 72 inscritos nas seis categorias neste ano.

“Para a WAGO ganhar este prêmio tem um significado muito importante em um momento de solidificação de nossas raízes no Brasil. Após 11 anos de atividades por aqui, no início de 2017 inauguraremos nossa sede própria, onde certamente colocaremos este troféu em destaque. Só temos a agradecer à TECNISA pela confiança e parceria. Estamos convictos de que entregamos o nosso melhor e ganhar um prêmio no Masterinstal referenda isso”, comemorou Marcos Salmi, diretor geral da WAGO Brasil.

O case inscrito no prêmio e nomeado “Estratégia de ganho de produtividade e qualidade em instalações elétricas prediais com o uso de tecnologia inovadora!” teve como cenário a obra Bosque Araucária, um condomínio residencial composto de duas torres com 212 unidades de 157m², localizado no bairro planejado Jardim das Perdizes, em São Paulo. Como a TECNISA tem como prioridade a busca constante por inovação em instalações prediais e já tinha identificado que a produtividade na instalação elétrica era diretamente impactada no tempo dispensado pelas emendas elétricas nos fechamentos – e necessidade de retrabalho em alguns testes elétricos –, convidou a WAGO para apresentar seu produto e realizar um protótipo na obra em questão.

“Nossa ideia com a iniciativa era comprovar o que já imaginávamos que aconteceria após conhecermos os conectores automáticos Linha 222 da WAGO. E assim iniciamos o processo para medir o impacto na produtividade, a redução de custos e o desempenho das emendas nos testes elétricos. O resultado confirmou nossa expectativa: além de melhorar a produtividade na instalação e desempenho nos testes elétricos, os conectores WAGO proporcionaram uma economia significativa no consumo de fios”, conta José Rabelo Filho, engenheiro da TECNISA responsável pelo projeto.

Para mostrar os benefícios e vantagens da consagrada tecnologia de conexão a mola Push-in CAGE CLAMP®, o representante da WAGO responsável pelo atendimento à TECNISA, Glaydson Ramos, propôs que, paralelamente ao método tradicional de emendas com uso de alicates e fita isolante, a construtora fizesse o mesmo com os conectores da Linha 222: “Houve ganho real de produtividade, com menos homem/hora por metro de instalação, nas obras nas quais se utilizou o conector WAGO. Os instaladores também comprovaram a versatilidade do produto na realização de testes elétricos. Graças ao ponto de teste presente nos conectores, os poucos problemas foram rapidamente solucionados sem acarretar atrasos ao cronograma, pois as emendas não precisaram ser desfeitas, como ocorreria com a fita isolante”.

Além de produtividade, ganho financeiro
A experiência emplacada pela TECNISA em parceria com a WAGO foi assertiva. De um lado, os impactos benéficos com resultado significativo, registrado pela equipe de Gestão de Mão de Obra, quando comparado com as outras obras da construtora: apresentando o melhor índice de produtividade nessa atividade e minimizando os problemas que tinham com a tecnologia anterior, tornando a identificação e a solução rápidas, sem prejudicar o cronograma.

De outro, aparece a economia financeira gerada à construtora. No processo, foram poupados 88,9 metros de fios por apartamento. Calculando pelas 212 unidades, chegou a 18.846,8 metros, uma economia financeira de quase R$ 14 mil, avaliando isoladamente. Já considerando o custo de aquisição dos conectores, bem como a economia das fitas isolantes, a significativa redução de fios e o ganho de produtividade, foram poupados em torno de R$ 5,3 mil.


Prêmio Masterinstal
Dar visibilidade e destaque ao setor de instalações, valorizando iniciativas pioneiras, as melhores práticas na execução de obras de instalação, e na qualificação da mão de obra setorial especializada, além de ser um veículo de mídia eficaz para a disseminação de inovações e tecnologias aplicadas nas instalações. Este é o objetivo do Prêmio Masterinstal, que em 2016 chega à sua 11ª edição. A premiação, que se consolidou como principal evento da área da instalação no Brasil, é uma realização do Sindicato da Indústria da Instalação – SP (Sindinstalação) e da Associação Brasileira pela Conformidade e Eficiência das Instalações (Abrinstal), em parceria com a Garrido Marketing.

De acordo com os organizadores, o Masterinstal tem por missão selecionar, premiar e divulgar empresas de excelência, que se distinguiram no mercado de instalações por seus serviços e produtos, em razão da qualidade e da conformidade às normas técnicas, pelas soluções inovadoras, pelos ganhos de produtividade, pela eficiência alcançada no consumo dos insumos água, energia elétrica e gás, verificados durante a fase de obras ou como benefício de longo prazo para os usuários finais das instalações.


WAGO Eletroeletrônicos Ltda.

Bicos e Schneider Eletric fecham parceria para eletricistas


Um dos maiores players globais do setor de energia e automação oferece portal com orientações para qualificar profissionais.


Trabalhar como autônomo é desafiador e qualquer ajuda é sempre bem-vinda na hora de se aperfeiçoar. A partir deste mês, o site Bicos (www.bicos.com.br), que conecta contratantes com profissionais, tem uma boa notícia. A Schneider Eletric, especialista em gestão de energia e automação, é agora parceira da plataforma e fornecerá orientações e conteúdos exclusivos para capacitar os eletricistas cadastrados.

A empresa produz desde interruptores até sistemas operacionais complexos, e é referência no segmento de eletricidade. O acesso ao Portal do Parceiro Eletricista é feito por meio do site e aplicativo do Bicos. Os interessados vão conferir treinamentos online, vídeos informativos, notícias do segmento, além de lançamentos de produtos e todos os itens do catálogo.

Quem quebra a cabeça na hora de fechar o preço do trabalho também poderá acessar ferramentas que ajudam a fazer o orçamento. A parceria vai beneficiar milhares de eletricistas cadastrados no Bicos, que atualmente atendem em mais de 800 cidades do país.

A ação faz parte de um projeto da plataforma para estabelecer parcerias intimamente ligadas às áreas de atuação dos profissionais, facilitar o acesso aos produtos, serviços e cursos de capacitação das marcas. “O propósito é cada vez mais apostar na qualificação da mão de obra para colocar o melhor profissional dentro da casa das pessoas”, afirma Marcos Botelho, fundador do Bicos.

Seguindo essa visão, o Bicos está ampliando essa estratégia para os demais serviços oferecidos na ferramenta e trazendo grandes marcas de cada setor para auxiliar na qualificação dos prestadores. Além de profissionais para a parte elétrica, o Bicos também oferece serviços para a casa, cuidados pessoais, aulas particulares, transporte e eventos. Para facilitar a contratação, a plataforma oferece chat online e app nas versões iOS e Android.

Sobre o Bicos          
Plataforma para contratação de prestadores de serviço. Criado no final de 2014 por Marcos Botelho e André Diniz, o Bicos oferece um processo ágil e seguro para encontrar o profissional ideal para determinada tarefa, desde diaristas, eletricistas e pedreiros até dog walkers, entre outros. Agora, oferece chat online entre contratante e prestadores e app para iOS e Android. www.bicos.com.br


Fonte: 

Presidente da Alepa debate gestão municipal em encontro de Prefeitos e Vereadores


Presidente da Alepa debate gestão municipal em encontro de Prefeitos e Vereadores.

O deputado Márcio Miranda, presidente da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa), foi muito aplaudido nesta sexta-feira (03/11), pelos participantes do “Encontro de prefeitos e vereadores - Transição responsável para uma gestão de qualidade”, no Hangar – Centro de Convenções da Amazônia, em Belém.

Cerca de 1.600 pessoas participaram do painel de abertura, mediado pelo presidente do Parlamento paraense, deputado Márcio Miranda, e denominado “Transição e os cuidados ao assumir a gestão municipal”. O painel contou com as apresentações do Conselheiro Presidente do TCM/PA, Cezar Colares; com o Procurador Geral de Justiça do Estado do Pará, Marcos Antônio das Neves; e o delegado da Receita Federal do Brasil em Belém, Armando Farhat.

O deputado Márcio Miranda falou sobre a visão do parlamento para o momento de transição nas prefeituras. “Aqueles que vão assumir devem verificar, imediatamente, se os prefeitos que vão sair estão pagando salários, se estão pagando os impostos, se estão alimentando o sistema de saúde e olhar algumas leis que foram aprovadas recentemente e que vão valer a partir de 1º de janeiro, impactando despesas. É importante ficar atento à Responsabilidade Fiscal. Nós temos que estar preparados para esse novo momento: de ajuste, enxugar, rever contrato e reduzir despesas. Quem não fizer isso no início da gestão, depois não terá forças pra fazer” disse.

O parlamentar também destacou a necessidade de um planejamento responsável na gestão das prefeituras. “A receita oscila, ela não é a mesma o ano todo, por isso é preciso fazer uma reserva no início e calibrar a representação política compatibilizando com a formação da pessoa. O profissional tem que ter perfil para o cargo que vai ocupar. Não é momento para grandes obras, vamos cuidar das coisas simples. Gestão é feita de coisas simples e o sucesso de muitos prefeitos se dá pelas coisas simples. É muito importante se concentrar na arrecadação própria, afinal 2017 será um ano difícil”, ressaltou Márcio Miranda.  

ATUAÇÃO - O presidente da Alepa também destacou a atuação dos 41 deputados na busca por alternativas para aumentar a receita do Estado e diminuir os impactos da crise econômica brasileira no Pará, independentemente de ideologias. “O Parlamento do Pará tem feito sua parte, teve crítica, debate e posicionamento, mas aprovamos muitas leis que geraram mais de R$1 milhão de receita a mais para o Estado, grande parte dessas receitas, 25%, foi para os municípios que vocês vão administrar e contribuiu para que o que estava difícil não se tornar pior”, disse.

Além de prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, gestores municipais e diversas autoridades, o evento contou com a participação massiva dos deputados estaduais. Estiveram presentes os deputados Jaques Neves, Eliel Faustino, Miro Sanova, João Chamon, Iran Lima, Soldado Tércio, Raimundo Santos, Ana Cunha, Milton Campos, Thiago Araújo, Eraldo Pimenta, Cássio Andrade, Junior Ferrari, Sidney Rosa, Antônio Tonheiro, Cilene Couto, Vanderlan Quaresma e Lélio Costa.

PROGRAMAÇÃO - O Encontro de prefeitos e vereadores contará ainda com as palestras do Ministro do Tribunal de Contas da União, Augusto Nardes, que falará sobre Governança pública e eficiência e eficácia dos gastos públicos; e do Conselheiro corregedor do TCM/PA, Daniel Lavareda sobre o processo de contas eletrônico e os determinantes de reprovação de contas em final de mandato.

Neste sábado (04/11), o Conselheiro do TCM/PA Antônio José Guimarães será o mediador do painel “A  transparência e o controle dos atos públicos” com a participação do auditor federal de finanças e controle da CGU Marcelo Moraes de Paula; da analista de controle externo doTCM/PA, Paola Daher; do procurador do MPE Nelson Medrado; e da professora da UFPA, Lidiane Dias. Ainda pela manhã serão realizados mais dois painéis: “Transferências voluntárias” e “A efetividade da aplicação dos recursos”. O evento será encerrado com a palestra “governando com criatividade e responsabilidade em épocas de crise”, proferida pelo governador Simão Jatene.

Presidente da Alepa anuncia economia legislativa de R$160 mi em 4 anos e é aplaudido por gestores


Presidente da Alepa debate gestão municipal em encontro de Prefeitos e Vereadores.

O deputado Márcio Miranda, presidente da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa), foi muito aplaudido nesta sexta-feira (03/11), pelos participantes do “Encontro de prefeitos e vereadores - Transição responsável para uma gestão de qualidade”, no Hangar – Centro de Convenções da Amazônia, em Belém.

Cerca de 1.600 pessoas participaram do painel de abertura, mediado pelo presidente do Parlamento paraense, deputado Márcio Miranda, e denominado “Transição e os cuidados ao assumir a gestão municipal”. O painel contou com as apresentações do Conselheiro Presidente do TCM/PA, Cezar Colares; com o Procurador Geral de Justiça do Estado do Pará, Marcos Antônio das Neves; e o delegado da Receita Federal do Brasil em Belém, Armando Farhat.

O deputado Márcio Miranda falou sobre a visão do parlamento para o momento de transição nas prefeituras. “Aqueles que vão assumir devem verificar, imediatamente, se os prefeitos que vão sair estão pagando salários, se estão pagando os impostos, se estão alimentando o sistema de saúde e olhar algumas leis que foram aprovadas recentemente e que vão valer a partir de 1º de janeiro, impactando despesas. É importante ficar atento à Responsabilidade Fiscal. Nós temos que estar preparados para esse novo momento: de ajuste, enxugar, rever contrato e reduzir despesas. Quem não fizer isso no início da gestão, depois não terá forças pra fazer” disse.

O parlamentar também destacou a necessidade de um planejamento responsável na gestão das prefeituras. “A receita oscila, ela não é a mesma o ano todo, por isso é preciso fazer uma reserva no início e calibrar a representação política compatibilizando com a formação da pessoa. O profissional tem que ter perfil para o cargo que vai ocupar. Não é momento para grandes obras, vamos cuidar das coisas simples. Gestão é feita de coisas simples e o sucesso de muitos prefeitos se dá pelas coisas simples. É muito importante se concentrar na arrecadação própria, afinal 2017 será um ano difícil”, ressaltou Márcio Miranda.  

ATUAÇÃO - O presidente da Alepa também destacou a atuação dos 41 deputados na busca por alternativas para aumentar a receita do Estado e diminuir os impactos da crise econômica brasileira no Pará, independentemente de ideologias. “O Parlamento do Pará tem feito sua parte, teve crítica, debate e posicionamento, mas aprovamos muitas leis que geraram mais de R$1 milhão de receita a mais para o Estado, grande parte dessas receitas, 25%, foi para os municípios que vocês vão administrar e contribuiu para que o que estava difícil não se tornar pior”, disse.

Além de prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, gestores municipais e diversas autoridades, o evento contou com a participação massiva dos deputados estaduais. Estiveram presentes os deputados Jaques Neves, Eliel Faustino, Miro Sanova, João Chamon, Iran Lima, Soldado Tércio, Raimundo Santos, Ana Cunha, Milton Campos, Thiago Araújo, Eraldo Pimenta, Cássio Andrade, Junior Ferrari, Sidney Rosa, Antônio Tonheiro, Cilene Couto, Vanderlan Quaresma e Lélio Costa.

PROGRAMAÇÃO - O Encontro de prefeitos e vereadores contará ainda com as palestras do Ministro do Tribunal de Contas da União, Augusto Nardes, que falará sobre Governança pública e eficiência e eficácia dos gastos públicos; e do Conselheiro corregedor do TCM/PA, Daniel Lavareda sobre o processo de contas eletrônico e os determinantes de reprovação de contas em final de mandato.

Neste sábado (04/11), o Conselheiro do TCM/PA Antônio José Guimarães será o mediador do painel “A  transparência e o controle dos atos públicos” com a participação do auditor federal de finanças e controle da CGU Marcelo Moraes de Paula; da analista de controle externo doTCM/PA, Paola Daher; do procurador do MPE Nelson Medrado; e da professora da UFPA, Lidiane Dias. Ainda pela manhã serão realizados mais dois painéis: “Transferências voluntárias” e “A efetividade da aplicação dos recursos”. O evento será encerrado com a palestra “governando com criatividade e responsabilidade em épocas de crise”, proferida pelo governador Simão Jatene.

Parlamentares debatem gestão e transição responsáveis em Encontro de Prefeitos e Vereadores


Parlamentares, TCM, MP de Contas, prefeitos e vereadores discutem gestão e transição responsáveis.

Com o objetivo de capacitar prefeitos e vereadores para a adequada gestão dos recursos públicos municipais nos próximos quatro anos e para o processo de transição governamental, o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM/PA), em parceria com a Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) e o Ministério Público de Contas dos Municípios do Pará, realiza, entre nos dias 3 e 4 de novembro, o “Encontro de prefeitos e vereadores - Transição responsável para uma gestão de qualidade” no Hangar – Centro de Convenções da Amazônia, em Belém.

Cerca de 1.600 pessoas participaram do painel de abertura, mediado pelo presidente do Parlamento paraense, deputado Márcio Miranda, e denominado “Transição e os cuidados ao assumir a gestão municipal”. O painel contou com as apresentações do Conselheiro Presidente do TCM/PA, Cezar Colares; com o Procurador Geral de Justiça do Estado do Pará, Marcos Antônio das Neves; e o delegado da Receita Federal do Brasil em Belém, Armando Farhat.

O deputado Márcio Miranda falou sobre a visão do parlamento para o momento de transição nas prefeituras. “Aqueles que vão assumir devem verificar, imediatamente, se os prefeitos que vão sair estão pagando salários, se estão pagando os impostos, se estão alimentando o sistema de saúde e olhar algumas leis que foram aprovadas recentemente e que vão valer a partir de 1º de janeiro, impactando despesas. É importante ficar atento à Responsabilidade Fiscal. Nós temos que estar preparados para esse novo momento: de ajuste, enxugar, rever contrato e reduzir despesas. Quem não fizer isso no início da gestão, depois não terá forças pra fazer” disse.

O parlamentar também destacou a necessidade de um planejamento responsável na gestão das prefeituras. “A receita oscila, ela não é a mesma o ano todo, por isso é preciso fazer uma reserva no início e calibrar a representação política compatibilizando com a formação da pessoa. O profissional tem que ter perfil para o cargo que vai ocupar. Não é momento para grandes obras, vamos cuidar das coisas simples. Gestão é feita de coisas simples e o sucesso de muitos prefeitos se dá pelas coisas simples. É muito importante se concentrar na arrecadação própria, afinal 2017 será um ano difícil”, ressaltou Márcio Miranda.  

O conselheiro presidente do TCM/PA, Cezar Colares, traçou considerações sobre a transição de gestão, destacando a preservação do espírito republicano e da soberania do interesse público; falou sobre garantias aos gestores que saem e aos que entram; sobre a atuação conjunta do TCM e MPE e a rede de controle externo no Estado. “O objetivo desse encontro é orientar para não punir, alertar os gestores para que eles não cometam falhas que depois possam levar a reprovação de suas contas. Estamos unidos aqui para zelar pela boa aplicação dos recursos públicos, nós queremos que os prefeitos tenham sucesso nas suas gestões”, disse.      

O Procurador Geral de Justiça do Pará, Marcos Antônio das Neves, destacou o papel do MPE de orientar, prevenir danos e parabenizou a institucionalização da transição entre gestores. “Esse é um instrumento republicano, democrático, de ética e respeito, importante tanto para os prefeitos que estão entrando quanto para os que estão saindo. O gestor tem a responsabilidade de entregar o seu cargo na mais perfeita ordem”, observou. O Procurador Geral de Justiça também pediu para que os prefeitos firmassem o compromisso de criar em seus municípios o controle interno com profissionais capacitados e com conhecimento em gestão pública.

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Por uma nova Receita Federal


No próximo dia 8 deverá ser votado na Comissão Especial da Câmara dos Deputados o substitutivo do Projeto de Lei 5.864/2016, que trata da reestruturação salarial dos servidores da Receita Federal do Brasil e que também contempla medidas que buscam tornar mais eficiente a atuação do órgão.  

A elaboração deste Projeto de Lei é fruto da negociação salarial dos servidores com o governo e deveria tratar apenas da questão remuneratória e da implementação de instrumentos de gestão, destinados a tornar mais eficientes setores essenciais como arrecadação, cobrança e fiscalização. Esses foram os objetivos a serem alcançados com o projeto, inicialmente. No entanto, de forma intransigente, a administração da Receita Federal, atendendo ao pleito de apenas uma categoria do quadro de servidores do órgão, inseriu arbitrariamente um conjunto de propostas que tinha por objetivo mudar a estrutura da Carreira de Auditoria, que é composta pelos cargos de Analista-Tributário e Auditor-Fiscal, alterando o funcionamento do órgão e dispositivos que criam prerrogativas e privilégios para o cargo dos administradores.  

Foram as ações da administração da Receita Federal que trouxeram instabilidade à instituição e comprometeram, inclusive, a tramitação do Projeto de Lei na Comissão Especial ao promover o acirramento dos debates. Há um aspecto positivo em todo esse processo. A intransigência da administração da Receita Federal e sua conduta focada em atender apenas a demanda de um grupo de servidores tornou evidente a necessidade de se discutir e analisar de forma criteriosa os rumos da Receita Federal.  

Nesse sentido, foi extremamente oportuno e positivo o trabalho realizado pela Comissão Especial e pelo relator do Projeto de Lei, que se reuniu por diversas vezes com todos os representantes dos servidores e com a administração da Receita Federal, assim como foi absolutamente relevante a realização da audiência pública, que permitiu a todos os interessados expor suas propostas e defender seus projetos.  

Todo o debate em torno deste Projeto e a apresentação de quase 200 emendas ao texto original subsidiaram o trabalho do relator que, a partir dessas contribuições, construiu um novo texto mais equilibrado que contempla o conjunto dos servidores, mas, principalmente, foca os interesses da Receita Federal e da sociedade. Em todo o processo de discussão, apresentamos de forma absolutamente clara e transparente as demandas do Analista-Tributário. Não temos nenhuma dificuldade em debater nosso projeto para a Receita Federal e defender a aprovação do substitutivo ao Projeto de Lei 5.864/2016. 

O que buscamos com nossa atuação no Congresso Nacional, durante a tramitação do PL 5.864, foi o reconhecimento da autoridade de ambos os cargos que integram a Carreira de Auditoria, no limite de suas atribuições; o reconhecimento da atividade essencial e exclusiva de Estado para os Analistas-Tributários e Auditores-Fiscais; a clarificação das atribuições da Carreira, sem alteração da competência privativa de outros cargos; a correção das prerrogativas da Carreira em função da real necessidade do serviço; e a implementação do projeto de recuperação parcial dos salários dos servidores do órgão.

O reconhecimento da autoridade, essencialidade e tipicidade dos cargos de Analista-Tributário e Auditor-Fiscal atendem à estrutura organizacional da Carreira e respeita os limites legais. Da mesma forma, a definição mais clara de nossas atribuições é necessária para garantir maior segurança jurídica no desempenho das atividades específicas do órgão. São, portanto, providências essenciais ao aprimoramento da instituição.   

No processo de negociação do Projeto de Lei 5.864/2016, a administração da Receita Federal do Brasil, por diversas vezes, buscou reduzir a importância do cargo de Analista-Tributário para o órgão e supervalorizar o outro cargo da Carreira de Auditoria. Nos últimos dias, a administração da Receita Federal tem feito um esforço no sentido de derrubar o substitutivo do PL 5.864/2016, buscando a aprovação do texto original.  

Defendemos nossos interesses de forma transparente e democrática no Congresso Nacional, e também denunciamos os desmandos da administração da Receita Federal. Recorremos ao debate público para mostrar à sociedade os riscos representados por grupos que buscam implantar um projeto de concentração de poder em uma das mais importantes instituições do Estado Brasileiro. A sociedade precisa ficar atenta. Hoje, muitos se apropriam da bandeira do combate à corrupção como subterfúgio para implementação de projetos de poder que, somados à busca por autonomia e por prerrogativas exageradas, trazem um enorme risco ao país.  

Devemos, sim, avançar no combate à corrupção, ao contrabando, ao descaminho, à evasão de divisas e à sonegação fiscal. Mas, só avançaremos neste sentido se fortalecermos as instituições. Precisamos e defendemos uma nova Receita Federal e por isso é importante a aprovação do substitutivo do PL 5.864/2016, que traz em sua essência componentes relacionados à modernização da gestão e à busca por mais eficiência no órgão.   

Defendemos a implementação de modernos instrumentos de gestão, como o previsto no substitutivo do PL 5.864, que tem potencial para tornar mais efetiva a arrecadação, a cobrança e a fiscalização. Lutamos democraticamente pelo reconhecimento do trabalho realizado pelos mais de 7.500 Analistas-Tributários da Receita Federal, que são responsáveis por mais de 300 unidades do órgão e por centenas de equipes de arrecadação e cobrança. Os Analistas-Tributários, inclusive, são os principais responsáveis por realizar as abordagens de veículos e pessoas, verificação de bagagens, bens e mercadorias com a utilização de escâneres e apoio de cães de faro, amostragem de alvos, verificação de documentos, busca aduaneira, revistas pessoais, procedimentos que resultam na apreensão anual de aproximadamente R$ 2 bilhões de produtos ilegais e até mesmo na prisão de criminosos por todo o país. 

Portanto, os deputados federais que integram a Comissão Especial da Câmara dos Deputados, constituída para analisar e votar o PL 5.864/2016, tem oportunidade de promover mudanças extremamente importantes para a Receita Federal. O substitutivo apresentado pelo relator, deputado federal Wellington Roberto (PR-PB), aponta para a modernização da Receita Federal, assegura o aproveitamento da mão de obra qualificada do conjunto dos servidores, garante maior segurança jurídica e avança na definição das atribuições dos cargos, sem promover nenhuma ameaça às atribuições privativas do cargo de Auditor-Fiscal que, ao contrário, está plenamente contemplada e assegurada no texto.  

O país enfrenta uma das maiores crises de sua história, e a Receita Federal tem um papel único no processo de enfrentamento do quadro de agravamento fiscal. O país precisa de uma nova Receita Federal que começa a ser construída com a aprovação do substitutivo ao PL 5.864/2016 no próximo dia 8, na Comissão Especial da Câmara dos Deputados.

Sílvia de Alencar – presidente do Sindireceita

Fonte: ASCOM - Rafael Godoi

App G1 Enem atinge a marca de 1 milhão de downloads


App G1 Enem atinge a marca de 1 milhão de downloads

Em seu segundo ano, jogo trouxe uma série de novidades, como o programa ao vivo ‘Fogueira no Enem’

Às vésperas da realização do Exame Nacional do Ensino Médio, o aplicativo G1 Enem alcançou a marca de 1 milhão de downloads. O jogo, que está em seu segundo ano, trouxe uma série de novidades para os estudantes em 2016.

A mais recente é o “Fogueira no Enem”, um programa transmitido ao vivo no G1. Nele, alunos são confrontados com áreas que não são suas especialidades, e professores comentam as questões e dão dicas. Os primeiros episódios foram veiculados dos dias 17 a 21 de outubro. As próximas transmissões serão de 31 de outubro a 4 de novembro, sempre às 13h, e podem ser acessadas pelo link http://g1.globo.com/educacao/enem/2016/fogueira-do-enem.html.


Ainda entre as novidades do ano está o “chatbot” do Telegram, uma espécie de robô que interage com o usuário pelo programa de bate-papo com perguntas propostas dentro de cada área do conhecimento. Além disso, o app G1 Enem ganhou 500 novas questões e as “perguntas enigma”, que são discursivas e valem mais pontos no jogo.

Adobe estreia em ranking global das 25 melhores multinacionais para trabalhar


Pesquisa Great Place To Work aponta que na Adobe, 96% dos empregados têm orgulho de trabalhar na emrpesa e 93% afirmam que o ambiente de trabalho é excelente

A Adobe Systems Incorporated anuncia sua estreia entre as 25 melhores empresas multinacionais do mundo para trabalhar em 2016, de acordo com a consultoria global Great Place To Work. Em sua primeira aparição no ranking, a Adobe já ocupa a 22ª posição.
Para o resultado, milhares de funcionários responderam a questionários e avaliações, apresentando a percepção deles sobre o ambiente de trabalho e a cultura empresarial de suas respectivas empresas. Os principais pontos analisados foram: relações interpessoais com a equipe, tranquilidade no local de trabalho, assistência e benefício que a empresa proporciona ao empregado e reconhecimento. Na Adobe, 96% dos empregados afirmaram ter orgulho de trabalhar na emrpesa e 93% apontaram que o ambiente de trabalho é excelente.
Entre as 25 empresas mais bem classificadas, muitas são do segmento de tecnologia. A Adobe foi ainda reconhecida como Great Place To Work em cinco países: Austrália, Alemanha, Índia, Reino Unido e Estados Unidos.
Apenas empresas candidatas com pelo menos 5 mil funcionários no mundo todo e com ao menos 40% da força de trabalho global aplicado fora do país de origem participaram da pesquisa. O ranking é publicado desde 2011 - o Great Place To Work é pioneiro em conduzir esse estudo, que existe em todo o mundo, em 53 países, nos seis continentes.

Clique aqui para conferir o ranking completo.

Sobre a Adobe Systems Incorporated

A Adobe está mudando o mundo por meio de experiências digitais. Para mais informações, visite www.adobe.com/br/


Adobe Systems Incorporated

Fonte: RMA Comunicação

Iniciativa Zero Day da Trend Micro é reconhecida pela Frost & Sullivan como líder na investigação de vulnerabilidades


A iniciativa Zero Day da Trend Micro foi responsável por denunciar 49,1% de todas as vulnerabilidades globais de 2015

A Zero Day Initiative (ZDI) da Trend Micro –   empresa especializada na defesa de ameaças digitais e segurança na era da nuvem - foi reconhecida pela Frost & Sullivan como a instituição que detectou o maior número de vulnerabilidades em 2015. No relatório Análise de Vulnerabilidade Pública Global 2015, a F&S confirmou que a iniciativa Zero Day da Trend Micro foi responsável por denunciar 49,1% de todas as vulnerabilidades globais no ano passado.
A ZDI denunciou publicamente 656 das 1.337 vulnerabilidades de softwares reportadas globalmente em 2015, o que representa um aumento de cerca de 91% com relação a 2014. Além disso, a Trend Micro permanece na liderança da identificação de 420 vulnerabilidades de alta gravidade: 1,6 mais vezes do que as descobertas no ano de 2014. A ZDI também foi nomeada como a iniciativa de maior destaque em relação ao report de vulnerabilidades em media players e navegadores da web.
"Percebemos que o número de vulnerabilidades denunciadas cresceu em quase 170% nos últimos cinco anos, juntamente com o nível de complexidade e sofisticação das ameaças", disse Brian Gorenc, diretor da Zero Day Initiative da Trend Micro. "Nossos relacionamentos de longa data com os principais fornecedores de software e com a comunidade de pesquisa influenciam a importância da segurança no ciclo de vida de desenvolvimento do produto".
O relatório da Frost & Sullivan analisa dados de vulnerabilidade públicas coletados a partir de nove organizações para identificar os fornecedores e organizações mais confiáveis na área de investigação de novas brechas. O estudo inclui tanto informações sobre as falhas de softwares quanto sobre as organizações que publicamente denunciam essas vulnerabilidades.
“A ZDI se provou mais uma vez como a organização global mais produtiva na área de denúncia de vulnerabilidades”, disse Tony Massimini, Analista Sênior da Indústria, Frost & Sullivan. “Com a dedicação da empresa para fornecer segurança cibernética em um nível global, a Trend Micro definiu o padrão de referência para programas de recompensa e investigação de vulnerabilidades por meio de denúncias diligentes e responsáveis, resultando em um engajamento em toda a comunidade de inteligência de segurança”.

A ZDI foi fundada em 2005 pela TippingPoint, que foi adquirida pela Trend Micro em março de 2016, para promover a divulgação responsável e controlada de vulnerabilidades de zero day para os fornecedores afetados. Nos dias 26 e 27 de outubro de 2016, a ZDI sediou a competição 2016 Mobile Pwn2Own na conferência PacSec  realizada em Tóquio, Japão. A Pwn2Own Mobile é um concurso anual da ZDI que premia investigadores de segurança que identificaram vulnerabilidades em várias plataformas móveis.

Para acessar uma cópia completa do relatório, clique aqui.

Sobre a Trend Micro
A Trend Micro Incorporated, líder global em soluções de segurança cibernética, ajuda a proporcionar um mundo seguro para a troca de informação digital. Nossas soluções inovadoras para os consumidores, empresas e governos fornecem segurança em camadas para datacenters, ambientes em nuvem, redes e terminais.
Otimizadas para os principais ambientes, incluindo a Amazon Web Services, Microsoft®, VMware® e outros mais, nossas soluções permitem que as organizações automatizem a proteção de informações valiosas contra as ameaças atuais.
Todos os nossos produtos trabalham em conjunto para facilitar o   compartilhamento de inteligência de ameaças e fornecimento de uma defesa contra ameaças conectada com visibilidade e controle centralizados, permitindo uma melhor proteção melhor e mais rápida.
Dentre os clientes Trend Micro, estão 45 dos 50 principais da lista top 50 Fortune ® Global 500 companies e 100% das 10 maiores empresas globais dos setores automotivo, bancário de telecomunicações e petróleo.
Com mais de 5.000 funcionários em mais de 50 países e a mais avançada inteligência de ameaças globais do mundo, a Trend Micro permite que as organizações garantam a sua jornada para a nuvem. Para mais informações, visitewww.trendmicro.com.


Fonte: RMA Comunicação

Lista de vencedores do Top de Marketing ADVB - 2016 é divulgada


A cerimônia de entrega da honraria, considerada uma das maiores premiações do setor, acontece no dia 9 de novembro, no Maksoud Plaza


A ADVB – Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing no Brasil promove a sua 44ª edição do TOP DE MARKETING ADVB, que é considerada uma das principais premiações do setor. O evento acontece em um café da manhã especial no dia 9 de novembro, no Maksoud Plaza.

A cerimônia irá entregar a honraria mais aguardada a quatro empresas – Duke Energy, Mercedes Benz, Gocil e Rádio Gaúcha – e a um sindicato – Simers (Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Sul), que se destacaram entre os projetos inscritos de diversos segmentos vindos de todo o Brasil.

“Todo ano nos surpreendemos com os cases que recebemos. Eles estão cada vez mais elaborados, inovadores e brilhantes. Isso mostra a importância do marketing e o desenvolvimento desta área no país”, afirma o Diretor José Renato Bóia Rocha, da comissão organizadora do TOP DE MARKETING ADVB - 2016.

Os trabalhos concorrentes foram avaliados e receberam uma  pontuação em diversos critérios como criatividade, inovação, ferramentas utilizadas, desenvolvimento e execução, estratégia de marketing, resultados, entre outros. Tudo isso para eleger e ressaltar cases de sucesso que possam inspirar, prover e contribuir para o conhecimento de profissionais, estudantes e outras corporações, além de valorizar a equipe e o projeto vencedor.
Sobre o TOP DE MARKETING ADVB

Considerada uma das principais premiações das áreas de Marketing e Vendas do Brasil, o TOP DE MARKETING ADVB foi criado há mais de 40 anos com o objetivo de reconhecer e valorizar as campanhas e ações de sucesso de empresas de todos os portes e segmentos. A apresentação dos cases também colabora indiretamente na formação de profissionais e estudantes em replicar e aperfeiçoar projetos, bem como, estimula a criação de novas ações, que alavanquem o setor e o país.
 
Para contato e confirmação de presença no evento
TOP DE MARKETING ADVB - 2016
Data: 9 de novembro de 2016
Horário: 8h00
Local: Maksoud Plaza
Rua São Carlos do Pinhal, 424 - São Paulo

Érica Brasil
Assessora de Imprensa TOP DE MARKETING ADVB – 2016
+55 (11) 99948-0605
erica.brasil@letsweb.com.br

Cibele Hasegawa
Assessora de Imprensa TOP DE MARKETING ADVB - 2016
+55 (11) 99570-8951
cibele@letsweb.com.br

Motorola Solutions lança Talkabout na América Latina


  • Rádios voltados aos praticantes de atividades ao ar livre e famílias levam comunicação aos locais mais remotos;
  • Serão dois modelos disponíveis na região com cobertura de até 56 km e 26 canais disponíveis, que permitem estabelecer comunicações instantâneas entre os membros do grupo, sem gastar minutos do celular ou ter que se preocupar com qualidade de sinal da rede comercial.

A  Motorola Solutions (NYSE: MSI) lança na América Latina a linha de rádiosTalkabout, a nova versão do walkie talkie da empresa para prática de esportes e atividades ao ar livre. Os dispositivos estarão disponíveis nas lojas da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México, Panamá, Paraguai, Peru e Uruguai.

É só apertar o botão PTT (push to talk) e qualquer rádio da série Talkabout fornece uma comunicação instantânea bilateral entre os usuários, mesmo em locais mais remotos, onde nem sempre há sinal da rede celular, e sem gastar os minutos do seu plano.  


Com modelos pequenos, portáteis e compactos, é fácil carregá-los para qualquer lugar. Ideais para praticantes de atividades ao ar livre, como os esportes aquáticos, aéreos, na neve, camping, montanhismo, ou mesmo para estar conectado com a família inteira durante as atividades diárias.

Os modelos T400 e T200 estão disponíveis em toda a região. O modelo T400 vem com uma lanterna LED e com a funcionalidade de viva voz para manter as mãos livres. Com um alcance de até 56 quilômetros, permite comunicações sem fio e com total liberdade.

Com o design robusto e certificação IP54, o T400 é resistente à chuva, poeira neve e quedas, fazendo deste dispositivo o aparelho ideal para esportes radicais e ambientes de aventura.

O T200 possui alcance de até 32 quilômetros. Por seu design robusto, o T200 é ideal para não perder o contato com a família e amigos quando for acampar, em parque de diversões, grandes eventos, assegurando comunicação rápida e eficiente.

Sobre a Motorola Solutions
A Motorola Solutions (NYSE: MSI) cria soluções e serviços de comunicações inovadores e de missão crítica que ajudam nossos clientes comerciais e da segurança pública a construírem cidades e comunidades mais seguras e prósperas. Para obter notícias atualizadas, visite www.motorolasolutions.com/newsroom ou assine o news feed


CONTATOS DA IMPRENSA
Capital Informação

Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas: Campanha pública alerta para a Fibrilação Atrial, arritmia que é uma das principais causas do Acidente Vascular Cerebral (AVC)


Com ações em todo território nacional, a campanha Coração na Batida Certa 2016 quer conscientizar a população leiga para a prevenção, identificação e tratamento das arritmias cardíacas.

Em 2016, a Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas (SOBRAC) realiza a 10ª edição da campanha Coração na Batida Certa. As ações ocorrem em 12 de novembro, no Dia Nacional de Prevenção das Arritmias Cardíacas e Morte Súbita. A Campanha teve início de 2007 com o objetivo central que mantém até hoje, ou seja, ensinar a reconhecer e prevenir a população leiga sobre essa doença, que acomete mais de 20 milhões de pessoas e é responsável por mais de 320 mil mortes súbitas todos os anos no Brasil.

“Cada vez mais a nossa campanha foca na Fibrilação Atrial, um tipo de arritmia cardíaca que é a principal causa do Acidente Vascular Cerebral e que ocorre principalmente na população idosa”, explica a Presidente da SOBRAC, a cardiologista Denise Tessariol Hachul.

As ações da campanha ocorrerão em todo território nacional, em locais públicos e privados, como praças, parques, shoppings centers, hospitais, aeroportos, calçadões, academias, universidades, entre outros. O slogan de sustentação da campanha é “Não deixe seu coração sair do ritmo”.

Para a realização das atividades da Campanha, a SOBRAC contará com a participação voluntária de médicos associados à entidade, residentes e outros profissionais da área da saúde. Serão ministradas palestras sobre a importância da prevenção das arritmias cardíacas e demonstrações práticas de como identificar a irregularidade do coração, por meio do autoexame do pulso, além de apresentações de como reconhecer quando um indivíduo tem uma parada cardiorrespiratória e orientações sobre o uso o DEA (Desfibrilador Externo Automático), aparelho que deve existir em todos locais públicos e pode ser acionado por qualquer pessoa, desde que tenha tido treinamento prévio para isso.

Sintomas das Arritmias Cardíacas
Os principais sintomas das arritmias cardíacas são cansaço de início recente, palpitações, desmaios, tonteiras, confusão mental, fraqueza, pressão baixa e dor no peito.

Entre os diversos tipos de arritmias, existem as que se caracterizam pela irregularidade do ritmo cardíaco, como no caso da Fibrilação Atrial, a mais frequente em especial na população acima dos 60 anos de idade – a doença atinge, aproximadamente, 175 milhões de pessoas de todo mundo. Como o envelhecimento populacional, a tendência é de um aumento de 5 a 10% desta arritmia no Brasil nos próximos anos.

O ritmo e a frequência cardíaca com que o coração bate deve acompanhar as atividades de todos os indivíduos em determinado momento e, na grande maioria das vezes, tem variação de 60 a 100 batimentos por minuto (BPM). Em algumas situações, como durante exercícios físicos de alta intensidade, estes batimentos podem ir muito além dos 100 bpm. Por outro lado, quando dormimos ou estamos em repouso, a frequência pode ficar abaixo dos 60 bpm.

Os distúrbios do ritmo cardíaco, que ocorrem fora de situações normais, são chamados de Arritmias Cardíacas.

Fibrilação Atrial
Fibrilação Atrial caracteriza-se pela irregularidade dos batimentos cardíacos. A principal e pior consequência dessa doença é o Acidente Vascular Cerebral (AVC), popularmente conhecido como derrame cerebral. Em todo mundo, AVC acomete 16 milhões de pessoas. Dessas, seis milhões morrem todos os anos. A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda a adoção de medidas urgentes para a prevenção e seu tratamento.

No AVC, um coágulo se desprende de dentro do coração, motivado pela arritmia irregular – Fibrilação Atrial. No momento em que os átrios perdem a capacidade de se contrair de forma regular e começam a fibrilar, apresentam contrações desordenadas do músculo cardíaco. Assim, deixam de enviar de forma adequada o sangue para os ventrículos. Ao ficar estagnado, pode criar grandes coágulos que, quando se soltam, entram na circulação sanguínea e bloqueiam as artérias do cérebro, o que provoca o AVC.  Este coágulo no cérebro pode deixar sérias sequelas no paciente.

A Fibrilação Atrial pode ser facilmente identificável por qualquer pessoa, por meio do autoexame do pulso. A fórmula é muito simples: com os dedos indicador e médio sobre a região do antebraço onde existem impulsões que refletem os batimentos cardíacos, conta-se o número de impulsões por 15 segundos e multiplica-se o valor por 4: o resultado é a frequência cardíaca, ou seja, o número de batimentos por minuto (BPM). Quando este número está abaixo dos 60 bpm, detecta-se uma bradicardia - entre 30-40 bpm pode ocorrer a falta de oxigenação cerebral, provocando tonturas, desmaios. Se estiver acima dos 100 bpm, trata-se de uma taquicardia.

Saiba +: Vídeorreportagem Fibrilação Atrial

Saiba +:  Vídeo Surpresa no Aeroporto de Congonhas (SP) – Este homem vai ter uma parada cardíaca

Saiba +: Música e coração têm algo em comum… Quer saber?, com Fabio Brazza

Tratamentos
O tratamento da Fibrilação Atrial deve ser conduzido por um arritmologista ou eletrofisiologista, especialidades da cardiologia que se dedicam às arritmias cardíacas. A doença pode ser tratada com a intervenção de antiarrítmicos, medicamentos para corrigir doenças de base e deixar o coração menos vulnerável às arritmias cardíacas. Quando os medicamentos não atuam de forma esperada, a ablação por cateter pode trazer maiores benefícios ao paciente. Numa primeira intervenção, a probabilidade de resolução tem até 70% de sucesso. Porém, em 30% dos casos há necessidade de um retoque com ablação, quando uma segunda abordagem pode eliminar a Fibrilação Atrial em definitivo em 90% dos casos.

Coração na Batida Certa - SOBRAC
#coraçãonabatidacerta
Site: www.sobrac.org/campanha

Sobre a SOBRAC
Criada oficialmente em 1984, a Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas (SOBRAC) é uma entidade médica sem fins lucrativos, afiliada à Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC). Os objetivos da Sociedade são normatizar as atividades relacionadas às arritmias cardíacas no Brasil, promover o desenvolvimento científico e a valorização profissional da especialidade, além de orientar a população leiga a respeito dos problemas mais comuns ligados às arritmias cardíacas e morte súbita, por meio de campanhas educativas. Realiza periodicamente o Programa de Educação Continuada (PrECon) e anualmente o Congresso Brasileiro de Arritmias Cardíacas, maior evento do gênero da América Latina, e a Campanha Nacional de Prevenção das Arritmias Cardíacas e Morte Súbita, intitulada Coração Na Batida Certa, instituída no dia 12 de novembro.
Site: www.sobrac.org

 
Redes Sociais SOBRAC:

 

Fonte: Baruco Comunicação Estratégica 

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores