• APRESENTADO SLIDE 1 TÍTULO

    VÁ PARA O BLOGGER EDITAR HTML E ENCONTRAR ESTE TEXTO E SUBSTITUIR PELA SUA DESCRIÇÃO DO POST EM DESTAQUE......

  • APRESENTADO SLIDE 2 TÍTULO

    VÁ PARA O BLOGGER EDITAR HTML E ENCONTRAR ESTE TEXTO E SUBSTITUIR PELA SUA DESCRIÇÃO DO POST EM DESTAQUE.....

  • APRESENTADO SLIDE 3 TÍTULO

    VÁ PARA O BLOGGER EDITAR HTML E ENCONTRAR ESTE TEXTO E SUBSTITUIR PELA SUA DESCRIÇÃO DO POST EM DESTAQUE......

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Projeto de lei determina que bares e boates orientem mulheres sobre riscos de violência



COMO UTILIZAR?
Todo conteúdo produzido e finalizado pela Agência do Rádio Mais (informações checadas, textos, imagens, áudio e vídeo) é gratuito e pode ser utilizado por você na íntegra ou em partes. Acitação do crédito é facultativa.Aproveite essas informações em suas mídias e alcance mais acessos!
Por Cintia Moreira

Um projeto de Lei em análise na Câmara dos Deputados determina que bares, restaurantes, boates e outros locais de entretenimento, poderão ser obrigados a divulgar materiais informativos sobre como proceder em casos de violência contra a mulher.
RÁDIO: Acesse áudio da versão desta notícia para emissoras

Os avisos com orientações às mulheres deverão ser afixados nos banheiros femininos e em pelo menos mais um local visível a todos no estabelecimento. A estudante Elzenir de Oliveira, de 24 anos, relata uma situação constrangedora que ela passou em uma boate no Distrito Federal.
"Eu fui para o banheiro feminino e do lado o masculino, muito perto. Saindo, tinha um rapaz já meio na porta e pegou no meu braço, puxando para ir para o banheiro masculino. Então, eu puxei meu braço e fiquei com vergonha, fiquei com medo. Saí de lá e fui falar com segurança, mas ele não deu atenção, meio que "ah, isso é normal, isso acontece."
Mulheres como a Alzenir podem e devem denunciar casos de violência, como este, por meio do número 180. Além disso, é possível receber orientação sobre direitos e sobre a legislação vigente.
  
O projeto de lei que pretende divulgar materiais informativos sobre como proceder em casos de violência contra a mulher recebeu uma emenda na primeira Comissão a analisar a proposta, a de Defesa dos Direitos da Mulher, que determina que sejam mantidos banheiros de uso individual ou separados por sexo para maior segurança do público feminino. Quem sugeriu esta emenda foi o deputado Diego Garcia, do PHS do Paraná.
"Por que não tornar cada vez mais público e chegar ao conhecimento das mulheres o que elas podem, numa situação de perigo, adotarem como medida buscando a sua proteção? Agora o que acontece é que muitas vezes pela desinformação as mulheres acabam não denunciando, não correndo atrás dos seus direitos e fazendo com que esses casos se repitam, e isso vai se perpetuar se ninguém falar, abrir a boca e dar um basta."
A proposta também determina que bares, restaurantes, boates e outros locais de entretenimento tenham funcionários treinados para, quando solicitados, acompanhar mulheres em situação de risco até um posto policial, delegacia mais próxima ou até um meio de transporte. Agora, o projeto vai ser analisado pela Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços.
No Brasil, mais de 40% das mulheres já sofreram violência doméstica em algum momento da vida e, em 2016, 66% dos brasileiros presenciaram uma mulher sendo agredida fisicamente ou verbalmente. No Mapa da Violência 2015, que faz comparação com dados de 83 países, o Brasil se encontra na 5º posição em assassinato de mulheres.
Lei Maria da Penha
A Lei Maria da Penha (11.340/06) completou 11 anos em agosto, marco histórico na defesa dos direitos das mulheres brasileiras. Segundo a ONU, a lei é a terceira melhor e mais avançada no mundo em relação ao enfrentamento à violência doméstica e familiar contra as mulheres.
O texto é bastante conhecido por tratar de casos de agressão física entre cônjuges, mas também identifica como violência doméstica o sofrimento psicológico, como o isolamento da mulher, o constrangimento, a vigilância constante e o insulto, entre outros comportamentos agressivos e machistas. Além disso, há a violência sexual, como manter uma relação sexual não desejada por meio da força, forçar o casamento ou impedir que a mulher use métodos contraceptivos; e a violência patrimonial, como a destruição ou subtração dos seus bens, recursos econômicos ou documentos pessoais.  
Segundo o Conselho Nacional de Justiça, mais de 212 mil novos processos registrando casos de violência doméstica e familiar foram abertos em 2016 e mais de 280 mil medidas protetivas foram proferidas para proteger as mulheres em situação de violência.
Técnicas de defesa pessoal para mulheres
O Ministério do Esporte e a Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM) firmaram parceria para promover o ensino de técnicas de defesa pessoal para mulheres brasileiras. A iniciativa tem o comando da atleta Erica Paes, campeã mundial de jiu-jitsu e que já desenvolve um projeto de defesa pessoal para mulheres, o Eu Sei me Defender.

Ligue 180

Por meio do Ligue 180, a Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência recebe denúncias de violência, reclamações sobre os serviços da rede de atendimento à mulher e orienta mulheres sobre direitos e legislação vigente, encaminhando-as para outros serviços quando necessário.
A Central funciona 24 horas, todos os dias da semana, inclusive finais de emana e feriados, e pode ser acionada de qualquer lugar do Brasil e de mais 16 países (Argentina, Bélgica, Espanha, EUA (São Francisco), França, Guiana Francesa, Holanda, Inglaterra, Itália, Luxemburgo, Noruega, Paraguai, Portugal, Suíça, Uruguai e Venezuela). O Ligue 180 é um serviço de utilidade pública gratuito e confidencial (preserva o anonimato), oferecido pela Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres desde 2005.

Fonte: Agência do Rádio Mais

Outubro Rosa: prefeito Doria lança unidade de Saúde da Mulher, do programa Doutor Saúde


Programa Doutor Saúde recebe nova unidade móvel: Carreta de Saúde da Mulher. Em coletiva de imprensa, prefeito João Doria destacou que serão realizados 5 mil exames mensais, em áreas periféricas da capital paulista.

A prevenção à doenças em mulheres é o foco da nova unidade móvel do programa Doutor Saúde, operado pela organização sem fins lucrativos, CIES Global – Centro de Integração de Educação e Saúde, em parceria com a Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo. Lançada oficialmente nesta segunda-feira (9), a Carreta de Saúde da Mulher oferecerá exames preventivos para as pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) encaminhadas pelas Unidades Básicas de Saúde (UBS). O atendimento será iniciado ainda no mês de outubro, em Santo Amaro, na Zona Sul da capital.

Na carreta serão oferecidos, além do exame de mamografia, mote da campanha do Outubro Rosa, exames de colposcopia, estudo urodinâmico, mamografia, ultrassonografia das mamas, ultrassonografia transvaginal e o Sure Touch (rastreamento de alterações nas mamas que opera como um autoexame eletrônico). “Aprendi com o professor Pollara que prevenir é mais fácil que curar e custa cinco vezes menos”, acrescentou o prefeito de São Paulo, João Doria.

Para a médica diretora clínica do CIES Global, a ginecologista Mary Simono, “a unidade de atendimento vai além da detecção precoce do câncer de mama. Será feito um verdadeiro check-up da saúde da mulher que inclui, também, testes para avaliação de risco de doença cardíaca e exames preventivos ao câncer de colo de útero. Terceira causa de morte em mulheres”.


O secretário municipal da Saúde, Wilson Pollara, lembrou ainda que "a Carreta de Saúde da Mulher contribui para que a cidade de São Paulo ultrapasse a meta estipulada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), que prevê a realização de exames preventivos em, pelo menos, 70% das mulheres".

Representado o CIES Global, à mesa da coletiva de imprensa, estavam a diretora Clínica Mary Simono e o executivo de Comunicação e Marcas, Ricardo Lauricella. 

Doutor Saúde
Lançado em março deste ano, o Doutor Saúde é um programa da Secretaria Municipal da Saúde operado pelo CIES Global que oferece consultas, exames e cirurgias em unidades móveis de saúde. O objetivo é promover a prevenção de problemas de saúde por meio do acompanhamento, monitoramento e diagnóstico precoce, incluindo cirurgias, quando necessário. Ao todo são seis unidades em operação, que percorrem a cidade em sistema de rodízio, permanecendo por dois meses em cada bairro.

A Carreta de Saúde da Mulher será a sétima unidade a entrar em atividade. Os serviços serão iniciados em Santo Amaro, atuando junto com a Carreta da Dermatologia, em área cedida pela Universidade Federal do Estado de São Paulo (Unifesp). No mesmo bairro, está a Carreta da Tomografia, no Clube Joerg Bruder. Ainda na Zona Sul, está a Carreta de Saúde do Homem, na Capela do Socorro. Na Zona Leste, a população hoje é atendida nas especialidades Vascular, em São Mateus, e oftalmologia, em Itaquera.  A comunidade de Perus, na Zona Norte, atualmente recebe consultas e exames na especialidade de Coloproctologia.

Cada carreta fica de dois a três meses e depois altera o local de atendimento, em sistema de rodízio, de acordo com a demanda. Clique aqui e veja os pontos de atendimento do Doutor Saúde e demais programas operados pelo CIES Global na cidade de São Paulo, interior paulista e Joinville, Santa Catarina.

Criado em 2008, o CIES Global(Centro de Integração de Educação e Saúde) é um Projeto inovador de saúde integrada à educação, destinado à população de alta vulnerabilidade social com um método inovador pela gestão compartilhada, que envolve e mobiliza governo, empresas, sociedade civil e comunidades que já atendeu mais de 500 mil pessoas. Os atendimentos são autossustentáveis e baseados na tabela do SUS.  Para realizar os atendimentos à população, desenvolveu unidades móveis de atendimento médico adaptáveis a diversas situações e localidades: Carreta da Saúde, Van da Saúde e Box da Saúde. Foi vencedor do Prêmio Empreendedor Social da Folha de São Paulo e Fundação Schwab além de outros prêmios como Dom (do grupo Fleury) em 2013, Dr. Cidadão (da Associação Paulista de Medicina) e Cidadão Sustentável em 2012 e Empreendedor Social Ernst Young Terco em 2011.  www.projetocies.org.br

Fonte: Ricardo Lauricella - Comunique

Torneio de Desenvolvimento começa na quarta (11)



O Torneio de Desenvolvimento de Futebol comeca Nesta quarta-feira (11) na Granja Comary, Em Teresópolis (RJ). A dividida Competição Será em Tres Categorias: sub-13 masculina e sub-14 e sub-16 feminina - Cada Uma com Oito Participantes. 

Como Partidas Serao realizadas de 8h às 17h de 11 a 15 de outubro. Na Primeira fase, como Équipes Serao divididas em Dois grupos de Quatro Cada. Avançam para a semifinais Os Dois Melhores tempos. Como decisões Serao disputadas não Domingo (15). 


A Imprensa Que deseja Fazer a cobertura do evento DEVE Fazer o credenciamento previamente atraves do e-mail imprensa@cbf.com.br , com OS nomos dos Integrantes da Equipe, respectivas funcoes e Veículo.


Fonte: CBF Imprensa

Time feminino brasileiro conquista maior torneio mundial de futebol para crianças de 10 a 12 anos Entrada x


As meninas do Centro Olímpico de São Paulo derrotaram as canadenses no maior campeonato de futebol infantil do mundo, e trouxeram o troféu para casa.

Pela primeira vez na história do torneio, a Danone Copa das Nações coroou dois campeões: um vencedor pela divisão masculina e outro pela feminina. 
Na disputa entre os meninos, o vencedor foi o time mexicano. Já entre as meninas, o Brasil levou a melhor!

No dia 20 de setembro, as garotas do Centro Olímpico voaram até os Estados Unidos em busca de um sonho: conquistar o campeonato mundial e mostrar do que são capazes. E conseguiram! 

Após eliminarem uma a uma as adversárias, as brasileiras disputaram a grande final na tarde de domingo(24/9). Mais de 13.700 espectadores acompanharam a última etapa do Mundial da Danone Copa das Nações 2017, a maior competição de futebol do mundo para crianças de 10 a 12 anos, realizada, este ano, na Red Bull Arena em Nova Jersey, região metropolitana de Nova York (EUA).

Em um jogo muito equilibrado no tempo regulamentar (2 x 2), as meninas do Centro Olímpico venceram o time do Canadá na disputa de pênaltis, por 3 a 2.  Para completar o pódio, os EUA ocuparam o terceiro lugar contra a França. É uma aposta segura que a competição feminina da Danone Copa das Nações tenha um futuro brilhante durante as próximas edições.

“Estamos muito felizes por apoiar o futebol feminino em um momento em que a Danone  aborda  globalmente  o tema equidade de gêneros por meio da adesão à campanha He for She, da ONU Mulheres.  Esse grande time de meninas brasileiras fez história ao ganhar a primeira edição feminina da Danone Copa das Nações e queremos continuar incentivando crianças a irem em busca de seus sonhos”, afirma Mauro Homem, head de Corporate Affairs da Danone Brasil.

Além do troféu, duas jogadoras do time Centro Olímpico ainda conquistaram prêmios individuais: Maria Eduarda, número 4 do time, foi eleita a melhor jogadora do torneio; e Bruna Hirata, foi consagrada a melhor goleira do campeonato.

O Brasil também foi representado pelo CEU Jambeiro, de Guaianazes, na divisão masculina,  juntamente com outras 32 nações A final mundial contou com a presença do CEO global da Danone, Emmanuel Faber, da icônica jogadora americana de futebol Abby Wambach, além de um pocket show da banda DNCE, conhecida pelo hit “Cake by the Ocean”.

A Danone Copa das Nações tem o objetivo de promover a prática esportiva entre crianças de 10 a 12 anos em prol de uma vida mais saudável e há 16 anos no Brasil já envolveu mais de 40 mil jovens nessa missão.
A introdução de um campeonato exclusivamente de meninas também tem como objetivo fortalecer valores de igualdade e diversidade, além de suprir um crescente interesse pelo futebol feminino.

Para mais informações, acesse: www.danonenationscup.com

Fonte: Giulia Bottini - Pros

Yoga se consolida como excelente opção de atividade para crianças


É cada vez maior o número de adultos que investem na prática de yoga por conta de seus inúmeros benefícios tanto para a saúde física quanto mental. No entanto, um novo público vem chamando atenção nestas aulas, o infantil.

“Os pais estão inserindo o yoga na vida das crianças cada vez mais cedo. A busca pela concentração, pelo controle da agitação e pela consciência corporal e da respiração é um dos fatores motivadores para a família, que enxerga todos estes resultados com a prática pelos pequenos”, explica Danielly Abreu, professora da Ecofit Club (http://www.ecofit.com.br/).

Segundo a especialista, a principal diferença entre as aulas para adultos e para as crianças está na forma de abordar e aplicar cada etapa. “Simplificamos a linguagem verbal utilizada, para que ela não seja desestimulante, e acrescentamos brincadeiras, desenhos, expressões corporais, mímicas, cânticos de mantras e contos que apresentem valores éticos, inserindo as posturas neste contexto. Estas ferramentas ajudam o aluno a se expressar com mais autenticidade e confiança, otimizando os resultados”, afirma.

As crianças podem iniciar a prática de yoga aos 3 anos. O trabalho é lúdico e o profissional deve ter sua atenção voltada para as individualidades de cada aluno, identificando qual prática é mais benéfica para cada um. “Boa parte dos asanas (posturas) executados pelos adultos pode ser praticada também pelos pequenos”.

O domínio das técnicas respiratórias é um dos principais focos da yoga voltada para o público infantil. Durante as aulas, são utilizados alguns métodos para estimular a concentração e a atenção da mente da criança, resultando em uma prática calma e tranquila e facilitando o relaxamento. Em cada série proposta, são dados aos alunos estímulos e objetivos a serem alcançados, o que faz com que eles se sintam motivados em praticar.

Porém, fica um alerta. “Assim como os adolescentes e os adultos, as crianças devem sempre executar os asanas respeitando os limites do seu corpo, de acordo com a sua faixa etária. Mantendo a atenção sempre focada em cada asana executado, o corpo adquire consciência, evitando as lesões”, diz Danielly. 

Entre os inúmeros benefícios da atividade, estão o alívio de doenças respiratórias e psicossomáticas e de desordens do aparelho digestivo, além da perda de peso e do aumento da autoestima, da confiança, da concentração, da memória e da paz interior.

“Com todos os benefícios da prática do yoga, certamente a criança se tornará um adulto muito mais tolerante, seguro de si e amável, compreendendo o mundo de uma forma mais clara e objetiva”, finaliza a professora.

Sobre a Ecofit
Inaugurada em 2005, a Ecofit Club surgiu com o objetivo de oferecer um novo conceito em qualidade de vida, melhorando o dia a dia das pessoas por meio da atividade física prazerosa.

A proposta da academia é desenvolver não apenas o bem-estar como também o comportamento sustentável dos alunos, praticando e promovendo ações ecológicas e contagiando aqueles que convivem em seu meio ambientalmente responsável. 
Com infraestrutura completa, oferece mais de 100 atividades voltadas para todas as idades, apresentando programas desenvolvidos especialmente para bebês, crianças, adolescentes, adultos e idosos. Seu time de profissionais alia princípios e valores levados a sério às mais modernas práticas do mercado.

Construída com materiais reciclados, sua arquitetura diferenciada foi planejada para aproveitar a iluminação natural, gerar economia de energia e aproveitar a água da chuva, entre outras iniciativas que fazem da Ecofit Club um ambiente próprio para exercitar e relaxar corpo e mente.

Com a consolidação do seu modelo de negócios rentável, apresentando anualmente sólidos números de crescimento, criou um programa de franquias, com a idealização da Franquia Aclimação, inaugurada em agosto.

Fonte: Carol Martins | Agora Comunicação

CNPEM é referência na técnica premiada pelo Nobel de Química


Centro dispõe de polo de criomicroscopia referência na América Latina e aberto à comunidade cientifica e empresarial.

O suíço Jacques Dubochet, o escocês Richard Henderson e o alemão Joachim Frank foram laureados com o Prêmio Nobel de Química de 2017 pelo desenvolvimento da microscopia crioeletrônica. De acordo com o comitê do Nobel, os três cientistas foram premiados "por desenvolver a microscopia crioeletrônica para a determinação de alta resolução das estruturas de biomoléculas em soluções".

Em fevereiro, Marin van Heel, pesquisador do Laboratório Nacional de Nanotecnologia (LNNano), integrante do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), localizado em Campinas (SP), ganhou o prêmio Prêmio Wiley em Ciências Biomédicas, juntamente com dois dos vencedores do Nobel, Richard Henderson e Joachim Frank. 

Marin também é um dos pioneiros da técnica e atua desde 2012 para consolidar a área de pesquisa em criomicroscopia eletrônica no Brasil, mais especificamente, no campus do CNPEM. Além de atuar no LNNano, van Heel é Professor Emérito da Universidade de Leiden, na Holanda, e do Imperial College, de Londres, na Inglaterra.

A criomicroscopia beneficia principalmente pesquisas nas áreas da Saúde, Farmácia, Química e Biologia. Com resolução próximas à escala atômica, a técnica gera dados que podem ser a base para o desenvolvimento de novos medicamentos, por exemplo.

Criomicroscopia no Brasil

O CNPEM tem investido na área de criomicroscopia há alguns anos. Em 2012, por meio de uma bolsa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) na modalidade Pesquisador Visitante Especial, Marin van Heel juntou-se à equipe do Centro para consolidar a área de pesquisa em criomicroscopia eletrônica no Brasil.

A iniciativa do CNPEM contempla uma infraestrutura pioneira na América Latina, que contará com três microscópios eletrônicos de transmissão abertos à comunidade científica. Dois equipamentos já estão instalados – um deles está aberto a usuários externos e o outro será disponibilizado ainda em 2017. Ambos foram adquiridos com recursos do Sistema Nacional de Laboratórios em Nanotecnologia (SisNano). O terceiro equipamento, de alto desempenho para criomicroscopia eletrônica, deverá estar disponível em 2018.

Para treinar os pesquisadores na técnica, Marin e a equipe do LNNano organizam a cada dois anos o evento “Brazil School for Single Particle Cryo-EM”, escola que terá sua próxima edição em 2018.

Sobre o LNNano

O Laboratório Nacional de Nanotecnologia (LNNano) está localizado em Campinas (SP) e é integrante do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), uma organização social supervisionada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). O Laboratório, aberto a usuários, busca, por meio de pesquisas in house, explorar oportunidades oferecidas pela nanotecnologia para atender às necessidades da agricultura, indústria e serviços, em âmbito regional, nacional e internacional.

Sobre o CNPEM

O Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM) é uma organização social supervisionada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). Localizado em Campinas (SP), compreende quatro laboratórios referências mundiais e abertos à comunidade científica e empresarial. O Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS) opera a única fonte de luz Síncrotron da América Latina e está, nesse momento, construindo Sirius, o novo acelerador de elétrons brasileiro de quarta geração, dedicado à análise dos mais diversos tipos de materiais, orgânicos e inorgânicos; o Laboratório Nacional de Biociências (LNBio) desenvolve pesquisas em áreas de fronteira da biociência, com foco em biotecnologia e fármacos; o Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia de Bioetanol (CTBE) investiga novas tecnologias para a produção de etanol celulósico; e o Laboratório Nacional de Nanotecnologia (LNNano) realiza pesquisas com materiais avançados, com grande potencial econômico para o país. Os quatro Laboratórios têm, ainda, projetos próprios de pesquisa e participam da agenda transversal de investigação coordenada pelo CNPEM, que articula instalações e competências científicas em torno de temas estratégicos

Fonte: Medialink Comunicação

domingo, 8 de outubro de 2017

Arcon discute segurança no transporte aquaviário em Santarém


Atendendo a convite da Câmara Municipal de Santarém, feito pelo presidente da Comissão de Transportes da casa, vereador Alaércio Cardoso, os diretores da Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Pará (Arcon) participaram, nesta semana, de uma reunião que teve como pauta o transporte aquaviário na região oeste do Pará. O principal objetivo foi traçar ações para a melhoria do transporte fluvial no município

Durante a reunião, o diretor de Normatização e Fiscalização da Arcon, Karim Zaidan apresentou dados da última fiscalização feita na região. Na ocasião, 11 empresas foram notificadas por estarem operando irregularmente no transporte de passageiros em viagens intermunicipais. Os proprietários foram orientados a se regularizar para evitar maiores problemas. Porém, ainda segundo Zaidan, apenas 20% ou 30% das empresas de navegação têm a preocupação de se regularizar para atuar de acordo com as normas da agência.

O diretor elogiou a preocupação dos vereadores em promover a reunião. “A iniciativa da Câmara Municipal de Santarém é louvável, e conseguiu reunir gestores locais de todos os órgãos que podem contribuir efetivamente com a segurança do transporte aquaviário de passageiros. Essa integração entre os órgãos de fiscalização é essencial, e a Arcon sai dessa reunião com a certeza de que pode fortalecer esse trabalho e intensificar o combate ao transporte clandestino de passageiros, com apoio de instituições representativas da sociedade civil.

Segundo Zaidan, a Arcon espera realizar, em breve, com a parceria de outros órgãos, um grande mutirão junto aos operadores hidroviários de Santarém que desejam se regularizar, com objetivo de tirar dúvidas sobre as normas e documentos exigidos para se iniciar o processo de regularização.

O diretor geral da Arcon, Bruno Guedes, disse que existe um trabalho árduo da Agência no que diz respeito à orientação dos usuários de transporte intermunicipal, sempre alertando e conscientizando estes para que não utilizem embarcações não autorizadas. Segundo Guedes, as fiscalizações são diárias e ajudam a combater ainda a superlotação nas embarcações, exigindo documentação dos barcos, a fim de garantir a segurança dos usuários do transporte fluvial. Ele falou ainda que a união de todos os órgãos é que faz a diferença.

“Temos que verificar quais são os desafios que existem, saber quais as principais necessidades para podermos programar ações e intervenções. Aqui em Santarém, a Arcon conta com uma equipe de fiscalização fixa, mas a atuação tem que ser em conjunto com os demais órgãos, como a Marinha, a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) e o Ministério Público, entre outros. Sabemos que não basta os órgãos fiscalizarem, é preciso a conscientização das pessoas”, concluiu.

Bruno Guedes ressaltou ainda que os servidores da Arcon fazem diariamente fiscalizações na orla da cidade. “Temos 84 embarcações regularizadas pela Arcon e um número bem maior de embarcações irregulares, por isso temos que trabalhar junto a esses passageiros para que não façam uso desse transporte”, finalizou o diretor geral da Arcon.

Durante a permanência na cidade, os dois diretores da Arcon, atenderam operadores para tratar de assuntos administrativos, e ainda reuniram com agentes de fiscalização de Santarém que atuam no terminal rodoviário do município e na Estação Cidadania.

Fonte: ARCOM

sábado, 7 de outubro de 2017

Unilever adquire a marca Mãe Terra


Unilever anuncia acordo para a aquisição da companhia brasileira de alimentos naturais e orgânicos.
 
Londres/Roterdã - A Unilever anuncia assinatura de um acordo para aquisição da Mãe Terra, companhia criada em 1979 e que vem apresentando rápido crescimento - com taxas superiores a 30% ao ano - no mercado de produtos alimentares naturais e orgânicos, segmento estimado em mais €8 bilhões no Brasil (Euromonitor/2016).
 
Com um portfólio que inclui cereais, biscoitos, snacks e produtos culinários, a Mãe Terra tem, desde a sua fundação, o propósito de democratizar o acesso a alimentos nutritivos naturais e orgânicos, cuidando das pessoas e do Planeta, o que está perfeitamente alinhado com a estratégia de nutrição da Unilever e com seu compromisso de crescimento sustentável.
 
Globalmente, a tendência para alimentos saudáveis tem ganhado cada vez mais relevância. O Brasil é o quinto maior mercado de alimentos e bebidas saudáveis no mundo, com 79% dos consumidores considerando saúde e nutrição como prioridades.
 
Fernando Fernandez, presidente da Unilever Brasil, ressalta: “A aquisição da Mãe Terra nos deixa muito felizes. A marca tem excelentes produtos e uma base crescente de consumidores leais no Brasil. A Mãe Terra fortalecerá nosso portfólio de alimentos permitindo que aceleremos nossa expansão nos segmentos naturais e orgânicos que crescem de forma importante”.
 
Ainda segundo Fernandez, “Com a expertise de marketing e de operação da Unilever pretendemos ampliar rapidamente a escala da Mãe Terra, ajudando-a a realizar sua missão de trazer alimentos saudáveis e nutritivos a um número ainda maior de pessoas. Isto está perfeitamente alinhado com o compromisso da Unilever em oferecer alimentos saborosos, que fazem bem e que são produzidos de forma sustentável”, finaliza.
 
Alexandre Borges, CEO da Mãe Terra, afirma: “A Unilever entende como é importante preservar nossa cultura ancorada em propósito para manter o crescimento do negócio e a popularidade de nossos produtos. Possui conhecimento e escala únicos que nos ajudarão a acelerar nossa missão de trazer alimentos naturais e orgânicos a um número maior de pessoas no Brasil”.
 
A Unilever gerenciará a Mãe Terra de forma a preservar sua visão e sua cultura diferenciadas ao mesmo tempo que continuará acelerando o desenvolvimento do negócio. Alexandre Borges permanecerá como Diretor Geral.
 
As condições da transação deste contrato são sigilosas e estão sujeitas às aprovações regulatórias de praxe no Brasil.
 
Unilever Brasil
Isa Miamoto – Assuntos Corporativos/ Comunicação Externa
 
In Press Porter Novelli
Beatriz Corregiari – beatriz.corregiari@inpresspni.com.br
Carolina Campos – carolina.campos@inpresspni.com.br
Tel.: 11 3330-3810 / 3323-1572
 
Sobre a Unilever             
 
A Unilever é uma líder mundial na comercialização de produtos alimentícios, de limpeza doméstica, de cuidados pessoais com vendas em mais de 190 países, alcançando 2,5 bilhões de consumidores por dia. A empresa tem 169 mil funcionários e gerou vendas de €52.7 bilhões no ano de 2016. Mais da metade (57%) da pegada da empresa se encontra nos mercados emergentes e em desenvolvimento. A Unilever possui mais de 400 marcas, que são encontradas em domicílios ao redor do mundo.
 
No seu Plano de Sustentabilidade a Unilever se compromete a:
  • Ajudar mais de um bilhão de pessoas a tomar iniciativas para melhorar sua saúde e bem-estar até 2020.             
  • Reduzir pela metade o impacto ambiental de nossos produtos até o ano 2030. 
  • Melhorar as condições de vida e trabalho de milhões de pessoas até o ano 2020.
O USLP cria valor ao estimular o crescimento e a confiança, eliminando custos e reduzindo riscos. As marcas de vida sustentável da empresa estão crescendo 40% mais rápido que o resto do negócio e entregaram quase metade do crescimento da empresa em 2016.
 
A Unilever ocupou o primeiro lugar em seu setor no Índice Dow Jones de Sustentabilidade 2017. No índice FTSE4Good, obteve a pontuação ambiental máxima de 5. Liderou a relação de Líderes Globais em Sustentabilidade Corporativa na pesquisa anual GlobeScan/SustainAbility 2017 pelo sétimo ano consecutivo.
 
No Brasil há 88 anos, os produtos da Unilever são encontrados em 100% dos lares brasileiros, e, ao longo de um ano, atingem, mensalmente, 46 milhões de domicílios. São mais de oito décadas de sucesso, conquistas, convívio e relacionamento com o consumidor, antecipando desejos, atendendo necessidades e construindo marcas consagradas como Arisco, Axe, Becel, Brilhante, Cif, Close-Up, Comfort, Dove, Fofo, Hellmann’s, Kibon, Knorr, Lifebuoy, Lux, Maizena, OMO, Rexona, Seda, TRESemmé, VIM, entre outras.
 
Para obter mais informações sobre a Unilever e suas marcas, acesse www.unilever.com.br
 
Para obter informações sobre o Plano de Sustentabilidade da Unilever (USLP) acesse: https://www.unilever.com.br/Images/relatorio-de-progresso-2016-portugues_tcm1284-510366_pt.pdf 
 
Sobre a Mãe Terra 
        
A Mãe Terra é uma empresa líder no segmento de alimentos naturais e orgânicos no Brasil. Fundada em 1979, tem mais de 120 produtos e está distribuída em todos os estados do Brasil. Nossos quase 300 mãe-terráqueos compartilham da paixão e do propósito de democratizar o consumo de alimentos naturais e orgânicos no Brasil. Alimentos que cuidam das pessoas e da nossa mãe Terra. 
 
Declaração de Isenção
 
Este anúncio pode conter declarações prospectivas, incluindo declarações prospectivas dentro da definição do Private Securities Litigation Reform Act dos Estados Unidos de 1995. Pretende-se que as palavras que indicam o futuro, e palavras como "espera", "pretende", "parece", 'acredita', 'visão, ou o negativo desses termos e outras expressões semelhantes e quaisquer outras declarações sobre desempenho ou resultados futuros, identifiquem estas afirmações como declarações prospectivas. Estas declarações prospectivas se baseiam em expectativas e premissas atuais relacionadas a desenvolvimentos esperados e outros fatores que possam afetar o Grupo Unilever (o "Grupo"). Não são fatos históricos, nem são garantias de desempenho futuro.
 
Como essas declarações prospectivas envolvem riscos e incertezas, existem fatores importantes que poderiam fazer com que os resultados reais sejam materialmente diferentes daqueles expressos ou implícitos nas declarações prospectivas. Entre outros riscos e incertezas, os fatores materiais ou principais que poderiam fazer com que os resultados reais difiram materialmente são: as marcas globais da Unilever não gozarem da preferência dos consumidores; a capacidade da Unilever de inovar e de permanecer competitiva; as escolhas de investimentos da Unilever na gestão de seu portfólio; a incapacidade de encontrar soluções sustentáveis para apoiar crescimento no longo prazo; relações com clientes; o recrutamento e retenção de colaboradores talentosos; interrupções na cadeia de suprimentos da empresa; o custo de matérias primas e commodities; a produção de produtos seguros  e de alta qualidade; infraestrutura de TI segura e confiável; a execução bem sucedida de aquisições, desinvestimentos e projetos de transformação empresarial; riscos econômicos e políticos e desastres naturais; os efeitos da mudanças climáticas sobre os negócios da Unilever; riscos financeiros; o fracasso em manter padrões éticas altas; e a gestão de questões regulamentares, fiscais e legais. Estas declarações prospectivas têm efeito apenas a partir da data deste anúncio. A não ser quando exigido por qualquer lei ou regulamento, o Grupo não se obriga a comunicar publicamente quaisquer atualizações ou revisões das declarações prospectivas contidas nesse documento para refletir quaisquer mudanças nas expectativas do Grupo em relação às informações aqui contidas ou quaisquer mudanças nos eventos, condições ou circunstâncias sobre as quais tais declarações se baseiam. Detalhes adicionais sobre os riscos e incertezas que afetam o Grupo são descritos nos registros do Grupo na Bolsa de Valores de Londres, na bolsa Euronext de Amsterdã e na Securities and Exchange Commission dos Estados Unidos, incluindo o Relatório Anual no formulário 20-F 2016 e o Relatório Anual e Contas da Unilever de 2016.

Fonte: Unilever

9 Coisas que Você Pode Fazer Antes do Sexo para Torná-lo Ainda Melhor


As melhores coisas no sexo costumam ocorrer quando ele acontece em momentos que não estamos esperando, e nenhuma de nós quer deixar agendada uma boa noite de sexo com nosso parceiro, certo?

Ainda assim, existem vários momentos na vida em que sabemos que vamos transar, ou ao menos temos essa intenção, e é exatamente para esses momentos que você pode fazer essas 9 coisas que deixarão tudo ainda melhor.

Não importa se você vai encontrar seu parceiro em uma data especial, ou se vai vê-lo depois de uma viagem um pouco longa. Se você sabe que provavelmente vai rolar, é hora de se preparar para isso da melhor maneira possível. Para aproveitar esse tempo antes do sexo melhor, pedimos a alguns especialistas algumas dicas sobre o que você deve fazer antes do sexo, para torná-lo o melhor encontro físico, mental e emocional que ele pode ser.

24 horas antes

1. Entre no clima
Comece pensando sobre sexo, pensando no que gostaria que acontecesse nessa noite e como você gostaria que acontecesse, pense em coisas eróticas que deixam você excitada, e esses pensamentos já deixarão você muito mais ativa e disposta na hora H.

2. Esqueça os problemas
Pensar em sexo e se concentrar na noite que vem pela frente pode ser difícil se você estiver muito estressada em relação a outros problemas que podem estar acontecendo. Por isso, no dia anterior à sua grande noite, tente resolver todos os problemas pendentes, e se eles não forem resolvidos, trate de esquecê-los pelas próximas 24 horas. Limpe sua mente e prepare-a apenas para focar no prazer.

3. Tenha o seu dia de beleza
Se estar perfeita para encontrar seu parceiro em noites especiais é algo importante para você, certifique-se de ir ao salão de beleza pelo menos 24 horas antes da sua grande noite, principalmente se você vai fazer algum tipo de depilação.

Isso é importante porque caso você vá fazer depilação, sua pele ficará muito sensível e mais suscetível a infecções e machucados, então é melhor se prevenir e fazer a depilação 24 horas antes.

4. Comece a falar sobre sexo com seu parceiro
Mostre ao seu parceiro que já está animada com o que vem no dia seguinte. Essa é uma ótima oportunidade para sugerir uma nova posição ou algo novo na cama, procurando por isso na internet e mandando uma imagem para ele e dizendo que gostaria de tentar. Ele vai ficar excitado na mesma hora e vocês vão poder já começar com um repertório novo na cama.

12 horas antes

5. Coma alimentos leves
Além de escolher alimentos afrodisíacos, você também deve evitar alimentos muito pesados que podem causar má digestão, e até mesmo alimentos que possam dar mau hálito. Evite feijões, lentilhas e outras leguminosas pesadas que podem causar gases, assim como frituras e massas. Aposte em saladas e carnes brancas para esse dia.

6. Escolha o que vestir
Um grande problema para a maioria de nós é decidir o que vestir, e por isso é melhor fazer essa escolha ao menos algumas horas antes do nosso encontro com nosso parceiro. Escolha uma roupa que faz com que você se sinta sexy, mas que não seja desconfortável, com a qual você possa ser leve e natural com ela. Se uma nova lingerie é o que te deixa no clima, agora é a hora de usá-la.

1 hora antes

7. Troque de roupa
Você está de pijama ou com seus shorts largos o dia todo e finalmente chegou a hora de trocar tudo isso pela peça de roupa escolhida por você. Concentre-se na roupa, na maquiagem, no cabelo, o importante é que você se sinta linda.

8. Deixe o trabalho no trabalho
Se você está vindo do escritório, coloque todo o seu foco em deixar os problemas do trabalho no trabalho. Se essa tarefa parece mais difícil do que tomar um bom banho, colocar uma roupa bonita e se arrumar, tente ver um vídeo erótico leve para começar a entrar no clima e dar uma ajuda à sua libido, especialmente no final de um dia de trabalho estressante.

9. Pratique meditação
Se você ainda não faz nenhum tipo de meditação, talvez essa seja a hora de começar. Concentre-se em sua respiração para relaxar completamente ou ao menos coloque uma música tranquila que faça com que você limpe sua mente e fique mais zen, deixe seu foco apenas na noite maravilhosa que está para começar.

Com esses nove passos você consegue começar com o pé direito sua próxima relação sexual, e a partir daí é só relaxar e curtir o momento.


Fonte: Irresistivel, bombando na web, APIMENTAR A RELAÇÃO, COMO SER BOA DE CAMA

As Qualidades Mais Atraentes em uma Mulher


Dizem que beleza é fundamental. Mas que tipo de beleza? Há formas de ser atraente que vão muito além do aspecto físico. As características a seguir deixam os homens completamente encantados. Ninguém nega que um belo par de olhos ou pernas chame a atenção, mas isso está longe de dizer tudo sobre a atratividade de uma mulher. Invista nos pontos abaixo e, certamente, será destaque na área romântica, profissional e entre amigos.

1. Confiança
Você pode não ser a melhor em tudo, mas sabe do seu potencial e não faz questão de disfarçá-lo. Ou seja, é uma mulher confiante e consciente. Além disso, faz questão de estar de acordo com os próprios princípios e não liga para críticas que nada acrescentam no seu dia a dia. Essa característica é encantadora, pode acreditar.

2. Autenticidade
Se você fala uma coisa e age de acordo com o que diz, isso mostra como é uma pessoa autêntica. A autenticidade aparece no olhar, nos gestos e nas frases que dizemos. Quem tenta se esconder sob a máscara de quem não é só gera sofrimento a si mesmo e àqueles que ama. Por isso, as pessoas autênticas estão sempre rodeadas de boas energias e sabem se posicionar durante qualquer discussão. São admiráveis, de fato.

3. Inteligência
Para completar essa trinca de características tão desejáveis, não poderia faltar a inteligência. E quando falamos disso, não é apenas sobre ler uma grande quantidade de livros e decorar informações. Falamos da inteligência emocional, lógica, entre tantas outras possíveis. Essa habilidade de resolver problemas de uma forma harmoniosa gera admiração em muita gente.

Fonte: Irresistível, bombando na web, como atrair um homem, como impressionar um homem

Por Que o Primeiro Ano de Casamento é Difícil, Não Importa o Quanto Vocês se Esforcem


“O primeiro ano de casamento é o mais difícil”. Você provavelmente já ouviu essa frase muitas vezes por aí, seja da sua mãe, da sua tia, da sua avó, do seu pai, e normalmente não temos muita certeza se isso é realmente verdade, mas se é o que a maioria das pessoas diz, então deve ser, não é?

Mas por que o primeiro ano de casamento seria o mais difícil? Antigamente, é possível supor que o primeiro ano de casamento era uma espécie de ressaca que os casais passavam porque agora começaram a viver juntos, e o casamento significava se acostumar com alguém que estava no seu espaço pela primeira vez. Mas, no século XXI, quando quase metade das mulheres já moram com seus parceiros antes de estarem casadas, isso realmente faz diferença? Essa frase continua sendo verdade?

Infelizmente, sim. E isso acontece porque, embora todo esse papo pareça algo antiquado, o primeiro ano do casamento ainda é um desafio. Na verdade, se pararmos para pensar bem, a vida moderna tornou o casamento ainda mais complicado.

Você está apenas começando a pensar em casamento e de repente está preocupada em arrumar melhor as finanças, pensando na sua carreira e na carreira do seu parceiro e nos possíveis problemas que vocês podem enfrentar, os compromissos compartilhados das duas famílias… e quando você percebe, você ainda não se casou, mas já começou a sentir as realidades da vida conjugal.

Além disso, o estresse de ser uma jovem adulta ainda existe – você se depara com dívidas da faculdade, o aumento do seu custo de vida, o fato de ter que se mudar para um lugar maior, e de repente, tudo isso passa a ser um problema dobrado, porque agora são os seus problemas e os problemas do seu parceiro. E o verdadeiro problema que você enfrenta aqui é ainda maior: É um tabu falar sobre isso.

Numa época em que as mídias sociais pedem a “perfeição” das pessoas, você se preocupa se está parecendo infeliz ou ingrata, mesmo se você está enfrentando uma fase ruim do relacionamento. Mas a verdade é que não há vergonha em admitir que você está lutando pela sua felicidade, e passar por uma fase difícil não significa que você irá se arrepender de ter se casado ou de ter ficado noiva.
Lembre-se de que falar sobre isso e encarar o problema é o que irá colocar as coisas no lugar e te fazer bem.

Por que é tão difícil?
De acordo com a terapeuta de relacionamentos norte-americana Aimee Hartstein, o primeiro ano realmente é o mais difícil – mesmo se você já morou junto com o seu parceiro. Na verdade, muitas vezes não importa se vocês estão juntos por vários anos, o início da vida conjugal ainda é complicado.

Por outro lado, ainda não foram descobertas razões principais que justifiquem o primeiro ano ser tão difícil, mas suspeita-se que normalmente o ano que antecede o casamento geralmente é muito estressante e cheio, e esse pode ser um dos motivos.

Mesmo se você tiver um casamento incrível e que se divirta planejando a festa e todos os detalhes, a vida após o grande dia ainda pode ser complicada – porque, de repente, ela acabou. Pode ser difícil ou decepcionante acordar no dia seguinte ou depois da lua de mel e continuar com a vida normal, e então, quando a vida normal volta e não há mais todo esse agito e expectativa em relação ao casamento, as coisas podem ficar um pouco sem graça, as brigas ficam mais suscetíveis, e é muito fácil acabar pensando que a culpa de tudo isso é do casamento.

Outro motivo pelo qual o primeiro ano de casamento é diferente do fato de estar apenas morando juntos é simples: o casamento é diferente do que ser um casal morando junto, isso porque, quando você mora junto com alguém, há uma maior facilidade em terminar aquele vínculo caso você queira.

Porém, quando você se casa, você basicamente assinou um contrato, e com ele aparecem muito mais responsabilidades em relação a essa união, e por isso toda briga dentro do casamento pode parecer mais significativa, tornando as coisas mais difíceis e pesadas.

Enquanto você morava junto com seu parceiro, era mais fácil encarar as brigas como algo normal, que elas realmente são. Porém, quando você se casa a pressão é maior e qualquer briga se torna algo preocupante que você pensa: “é esse o caminho que escolhi para a minha vida?”. As brigas podem ser as mesmas de antigamente ou algo completamente comum, mas quando você se casa tudo se torna mais intenso. E esse é apenas o lado emocional das coisas.

Os aspectos práticos da vida conjugal são difíceis, especialmente no início. Você de repente é legalmente responsável pelas finanças do outro, o que é uma mudança enorme, e discutir sobre dinheiro pode ser sempre um assunto delicado.

Além disso, há o enorme peso das burocracias, especialmente se você está mudando seu nome: atualizar contas, licenças, passaportes, decidir como funcionarão as contas conjuntas, entre outras coisas – é fácil ver como o estresse pode se desenvolver durante esse primeiro ano, quando a realidade da vida conjugal começa a realmente aparecer.

Mas não precisa ser um desastre
Por mais que seja difícil, não é necessário que o primeiro ano de casamento seja infeliz. Claro, há muito estresse envolvido, mas tente sempre se manter positiva em relação a isso. Se você se sentir sem paciência ou irritada, respire, e lembre-se de por que você decidiu se casar em primeiro lugar.

Você e seu marido têm se desentendido muito? Por quê? Como vocês podem fazer para serem melhores? Conversem, tentem resolver as coisas. O casamento é realmente o problema ou você está jogando suas frustrações em seu parceiro e vice-versa? Muitas vezes, se você realmente parar para pensar em tudo isso, o problema pode estar em outro lugar, e não no seu casamento.

Lembre-se sempre de que é mais importante do que nunca manter a comunicação aberta. Se seu parceiro tem feito algo que lhe incomoda, se ele tem sido muito bagunceiro, muito desatento, pouco romântico, seja qual for o problema, converse com ele e tente resolver as coisas da melhor maneira possível, sempre achando um meio termo e cobrando o que deve ser cobrado, assim como você também irá se comprometer em fazer a sua parte para que seu parceiro também esteja feliz.

Se você está achando o seu casamento difícil nos primeiros 365 dias, tenha algum conforto em saber que você não está sozinha. A boa notícia é que o primeiro ano do casamento pode ser difícil, mas não dura para sempre. Os casais se acalmam e geralmente se acostumam com o casamento, e a maioria continua com muitos anos mais fáceis e com menos problemas e estresses depois disso.

Passado o primeiro ano de casamento, procure relaxar e saiba que as coisas vão melhorar – pelo menos até a chegada do primeiro filho, mas aí, já temos outra história.

Fonte: Irresistível, bombando na web, casamento, casamento em crise

5 Atitudes que Atraem Qualquer Pessoa


Todo mundo tem aquele aspecto particular que serve como um diferencial na multidão. E os filósofos dizem que justamente esse aspecto é que torna alguém interessante. Mas que tal dar uma força ao destino e investir mais nas atitudes a seguir? Certamente, você vai chamar muito mais a atenção por onde passa.

1. Causar uma boa primeira impressão
Já ouviu aquela história de que a primeira impressão é a que fica? Pois ela faz todo o sentido. Desconstruir essa primeira ideia que fazem de você pode ser muito difícil, por isso é bom começar investindo em autenticidade e gentileza – não há quem resista. Outra opção é simplesmente não ligar para o que os outros falam, o que pode ser muito útil boa parte das vezes.

2. Ser interessada
Todo mundo gosta da sensação de ser ouvido com atenção. Essa é uma das qualidades que demonstra quando uma pessoa está interessada. A partir daí, é possível estabelecer vínculos e criar confiança mútua.

3. Ter disponibilidade
Sabe aquele amigo que sempre diz que vai às festas e nunca aparece? Ou justamente quando você precisa dele, não está lá? Essa falta de disponibilidade faz com que os outros se afastem – e não é pra menos. Por isso, ter certa disponibilidade fará de você uma pessoa mais popular e agradável.

4. Ser interessante
Além de interessada, você deve ser uma pessoa interessante. Como assim? Ora, as pessoas interessantes são aquelas que fogem do lugar comum, apostam no inesperado e trazem novas ideias ao grupo. Isso não está relacionado a ser do contra, mas ver o mundo de uma forma criativa e inovadora. Aposte naqueles diferenciais que só você tem.

5. Ser memorável
Não é do dia para a noite que alguém se torna memorável. Mas é possível pensar que a junção das características anteriores faz com que alguém esteja sempre presente no pensamento dos outros. Por isso, invista em seus diferenciais, escute os outros, esteja disponível a quem você ama e isso lhe levará a ser memorável.

Fonte: Irresistível

Fundo de financiamento, clausula de desempenho e voto impresso; entenda as regras para as eleições de 2018



COMO UTILIZAR?
Todo conteúdo produzido e finalizado pela Agência do Rádio Mais (informações checadas, textos, imagens, áudio e vídeo) é gratuito e pode ser utilizado por você na íntegra ou em partes. Acitação do crédito é facultativa.Aproveite essas informações em suas mídias e alcance mais acessos!
Por João Paulo Machado
 
As regras eleitorais para 2018 mudaram. O Congresso Nacional, depois de muita discussão e meses debate conseguiu aprovar uma reforma política que, entre outras coisas, cria a chamada cláusula de desempenho para diminuir o número de partidos e estabelece um fundo público de financiamento, previsto em R$ 1,7 bilhão de reais. Esse fundo substituirá o financiamento empresarial, considerado inconstitucional pelo Supremo Tribunal Federal, em 2015.
 
Além disso, outras mudanças são relevantes. A propaganda paga na internet foi liberada; a urna eletrônica imprimirá um recibo para que seja possível a recontagem de votos; e os debates de TV vão contar com a presença de mais candidatos. Para 2020, os congressistas decidiram acabar com as coligações partidárias para o legislativo.

Confira ponto a ponto o que muda para 2018:

Fundo eleitoral

Em 2015 o Supremo Tribunal Federal considerou que o financiamento empresarial de campanhas eleitorais era inconstitucional. Antes disso, empreiteiras, bancos e empresas de qualquer porte realizavam doações para candidatos.  Em 2014, as empresas do grupo JBS, dos empresários Joesley e Wesley Batista, envolvidos em esquemas de corrupção, distribuíram R$ 61,2 milhões para 162 deputados eleitos.

O fundo público de financiamento para as eleições de 2018 está previsto em R$ 1,7 bilhão de reais. O montante contará com 30% dos recursos separados para as emendas de bancada, com valores equivalentes ao gasto com propaganda partidária em 2017 e em 2016.

Cláusula da barreira

Até as últimas eleições todos os partidos recebiam uma parcela do fundo partidário, e do tempo de propaganda política no rádio e na televisão. Agora, com a implementação da clausula de desempenho, isso muda. Para ter acesso a esses benefícios, os partidos precisarão atingir um desempenho eleitoral mínimo. Em 2018, será preciso obter ao menos 1,5% dos votos válidos, distribuídos em, pelo menos, nove estados. Será necessário também, alcançar ao menos 1% dos votos válidos em cada um deles. O objetivo da medida é tentar impedir a proliferação de novos partidos.
 
Arrecadação

A partir de agora, os candidatos poderão arrecadar recursos em vaquinhas online, a partir dia 15 de maio de 2018. Os partidos também podem vender bens e serviços e promover eventos de arrecadação.

Antes, a arrecadação dos candidatos só poderia ser iniciada em agosto do ano da eleição.
 
Limite para doações de pessoa física

Até as últimas eleições, qualquer pessoa poderia realizar doações para candidatos, com valores de até 10% de seus rendimentos brutos. A partir de agora, as doações não podem passar de um limite de dez salários mínimos.
 
Limite para gastos com a campanha

Todo candidato terá um limite estabelecido para gastar na disputa eleitoral. A distinção entre os valores será feita a partir do cargo pleiteado. Para Presidente, poderão ser gastos R$ 70 milhões no primeiro turno e a metade deste valor em um eventual segundo turno. Para governador de estado, os valores vão de R$ 2,8 a R$ 21, dependendo do número de eleitores do estado. Para uma cadeira no Senado, o candidato poderá gastar entre R$ 2,5 e R$5,6 milhões, também dependendo do número de eleitores do estado. Na disputa de uma vaga à Câmara dos Deputados, o limite é R$ 2,5 milhões. Uma cadeira nas assembleias estaduais poderá custar, no máximo, R$1 de reais.
 
Voto impresso

A partir de 2018 a urna eletrônica terá de imprimir um recibo que será armazenado por outra urna. Dessa forma será possível a auditagem votos.
 
Propaganda na internet

A partir de agora está permitida a propaganda paga na internet. A legislação autoriza "impulsionamento de conteúdo". Isso significa que o candidato poderá pagar para que postagens alcancem um maior número de pessoas.

Fonte: Agência do Rádio Mais
 

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores