quarta-feira, 15 de junho de 2016

Aproximadamente 3500 pessoas receberam atendimentos oftalmológicos em Óbidos


Além das consultas e exames a ONG BSM Saúde e a Prefeitura realizaram 16 cirurgias de pterígio em pessoas diagnosticadas como grave.

Desde o dia 6 de junho a Organização Não Governamental B’nai Shalom Mashiach (BSM Saúde) realiza atendimentos oftalmológicos em pessoas com problemas visuais em Óbidos. A ação denominada Semana da Saúde Visual é realizada em parceria com a Prefeitura Municipal de Óbidos, por meio da Secretaria Municipal de Saúde que disponibiliza toda logística e recursos humanos para que o evento pudesse ser realizado com sucesso. Há mais de uma semana a população passou pelo processo de triagem de atendimento, palestras e em seguida a refração para diagnosticar quem possuía algum tipo de problema visual.

Nesta semana os atendimentos foram específicos com os médicos oftalmologistas que atendem pela BSM Saúde. “A gente ta atendendo em média 500 pessoas por dia, alguns são atendimentos mais básicos e estamos verificando pacientes que necessitem de óculos, cirurgia ou outro tipo de especialidade. Iremos fazer algumas cirurgias de pterígio. Conseguimos apoio da prefeitura para fazer e estaremos encaminhando os pacientes que necessitem de cirurgia de cataratas que deverão ser atendidos por outra equipe”, falou Guilherme Marin, médico oftalmologista.

A enfermeira Isabela Taketomi , que coordena as equipes de atendimento falou sobre o numero de pessoas atendidas durante a ação.  “Na triagem foram confirmadas 3500 pessoas e dessas algumas não necessitaram voltar para o retorno, que é quando ocorrem os exames específicos. A ONG vai realizar ainda 16 cirurgias de pterígio, popularmente conhecida como carne crescida e eles selecionaram 16 pacientes que estavam com a situação mais graves e eles vão realizar o procedimento hoje e amanhã”, enfatizou.

O prefeito de Óbidos, Mario Henrique de Souza Guerreiro falou sobre a realização da parceria com a ONG e também sobre a necessidade de outras ações dessa natureza. “Sem sombras de duvidas isso mostra a demanda reprimida que nós tínhamos aqui no município de Óbidos, foram mais de 3500 pessoas atendidas na triagem e destas foram encaminhadas  outras tantas para avaliação. Com certeza teremos uma demanda de cirurgia para o município e nós vamos nos preparar para que em um segundo momento a gente possa atender a população como foi feito ano passado com o mutirão da cataratas. O povo de Óbidos teve o melhor do que dispomos no país e eu tenho certeza que as pessoas que vieram aqui tiveram toda atenção necessária tanto da Secretaria de Saúde quanto da BSM Saúde e a saúde deve ser assim humanizada sempre”, finalizou

Fonte: PMO
Reações:

0 comentários:

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores