quarta-feira, 1 de junho de 2016

Pará pode ter o “Dia do Batedor de Açaí”


O “Dia do Batedor de Açaí”, poderá ser instituído no Calendário Oficial do Estado, caso seja aprovado, definitivamente, pelos parlamentares estaduais. De autoria da deputada Cilene Couto (PSDB), o Projeto de Lei 193/2015, que propõe a criação da data, a ser comemorada no dia 16 de outubro - a mesma em que comemora-se o Dia Mundial do Alimento - recebeu aprovação em primeiro turno, no plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa), nesta terça-feira (31/05). A proposição ainda será apresentada e discutida em outras sessões até receber aprovação da redação final. 

Para a autora do PL , a proposta pretende reconhecer e valorizar o profissional. “Temos que dar importância a esse profissional porque é  o responsável  pela extração da polpa do fruto  do açaizeiro, pela qualidade do açaí, desde o momento da escolha da matéria-prima, passando pelo processamento do vinho do açaí até à venda do produto”. Além disso, movimenta a cadeia produtiva, gerando emprego e renda e aquecendo a economia em todo o Estado do Pará”, justificou.

É considerado Batedor de Açaí, todo profissional dedicado à atividade de extração do sumo da fruta do açaizeiro, cientificamente conhecido como Euterpe Oleracea.

PATRIMÔNIO - O deputado Carlos Bordalo apresentou moção solicitando à Prefeitura Municipal de Belém, a designar vigilância com a presença de guardas municipais permanente para garantir proteção e segurança ao Palacete Pinho, localizado na capital paraense. Considerado Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), o espaço tem sido alvo de saqueadores com o furto de lustres e peças dos séculos XVI.      

SESSÃO - Ainda durante a Sessão, foi aprovado requerimento em regime de urgência do deputado Lélio Costa que propõe a Sessão Especial alusiva os 29 anos de morte do ex-deputado estadual Paulo Fonteles.  

Fonte: Assembléia Legislativa
Reações:

0 comentários:

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores