quinta-feira, 7 de julho de 2016

VaiTec baseia-se em tripé serviços, empreendedorismo e tecnologia



Sérgio Miletto

Em duas manhãs frias de junho (dias 27 e 28), 200 empreendedores foram ao campus do Instituto Federal para defender seus projetos. Eles participavam da seleção final do VaiTec (Programa de Valorização de Iniciativas Tecnológicas), um programa desenvolvido pela Adesampa (Agência São Paulo de Desenvolvimento).

O VaiTec é uma das referências na administração municipal na busca de soluções inovadoras e tecnológicas na cidade de São Paulo. Os organizadores receberam, para esta segunda edição, 786 projetos, dos quais foram pré-selecionados 200. Cerca de 70 serão escolhidos e ganharão subsídios de R$ 27 mil, para concretizar suas ideias.

Muitos desses empreendedores têm perfil jovem e ganham pontos para a seleção aqueles que vêm de territórios vulneráveis da cidade de São Paulo. Conversando com eles, é fácil perceber como parece inesgotável a geração de gente talentosa na nossa Sampa.

Os projetos são variados. Tratam de africanidades, direitos humanos, mobilidade, saúde, educação, sem esquecer dos games. Um desses games, só para citar um exemplo, bolado por uma dupla de rapazes, de 24 e 29 anos, colocava como personagem principal um cadeirante. A missão desse personagem era quase impossível: precisava fazer tarefas simples do cotidiano, a bordo de uma cadeira de rodas.

Esse exemplo corriqueiro mostra como atividades inovadoras, em especial as ligadas à tecnologia da informação e comunicação, podem ser extremamente úteis para o desenvolvimento econômico e social. São projetos relevantes para o estabelecimento de políticas públicas municipais.

No que diz respeito à seleção de 70 projetos, não significa também que os demais possam ser descartados. Tem muita ideia boa, com potencial para ser colocada em prática.

Como lembrou nosso parceiro, o diretor do campus do Instituto Federal, Luís Cláudio de Matos Lima Jr., onde foi realizada a seleção final da 2ª ediçãoVaiTec, é uma obrigação social nossa, como educadores e agentes públicos, trazer esse público que vive em territórios vulneráveis para a inclusão. “Se não fizermos isso, não estaremos cumprindo nosso papel social", disse o diretor, com o qual concordo plenamente.

Em tempo: os resultados finais desta 2ª edição do VaiTec serão divulgados nesta sexta-feira, 8 de julho.

Contatos
Adesampa - Telefone: 3224-6000; 
Reações:

0 comentários:

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores