quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Pará possui a maior planta de caulim do mundo


Detalhes desse potencial mineral foram trazidos pelo renomado geólogo Iran Machado, em evento da Sedeme.

A maior planta de beneficiamento de caulim do mundo está no Pará, e essa história foi o tema da palestra do geólogo Iran Machado na última terça-feira (18), em Belém. Promovido pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), o evento aberto ao público teve parceria da Imerys, mineradora que atua com o caulim nos municípios de Barcarena e Ipixuna do Pará.

“Eu jamais poderia imaginar que a pesquisa que começamos em 1970 resultaria no empreendimento que existe hoje no Pará. Os recursos eram poucos, morávamos em acampamentos e os igarapés eram nossas ruas. Esse retorno ao Pará é muito emocionante para mim”, contou o palestrante. Ele fez parte da excursão inicial que encontrou caulim às margens do rio Capim e foi não retorna à região desde 1978.

Além da palestra, Iran também pôde visitar as minas de extração de caulim da Imerys localizadas próximas ao rio Capim e a planta da empresa em Barcarena. Juntos, eles formam a estrutura da maior planta de beneficiamento de caulim do mundo.

“Temos que conhecer nossa história em todos os aspectos. No caso do caulim é muito interessante saber como tudo começou: os desafios, o ambiente, todo o cenário de pesquisa do Brasil e as empresas que vieram antes. Isso forma a nossa percepção e entendimento do negócio e nos ajuda a tomar melhores decisões para ajudar a empresa”, ressaltou Ricardo Lara, diretor de Operações Industriais da Imerys.

Para a secretária adjunta da Sedeme, Maria Amélia Enriquez, Iran Machado trouxe grandes contribuições para quem assistiu à palestra: “Ele possui papel decisivo na história da mineração do Pará e do mundo. Fui aluna do Iran quando a mineração ainda não se conectava com o mundo como hoje, e ele continua trazendo essa bagagem de conhecimento para nós”.

O caulim
O caulim é um mineral argiloso branco, não inflamável, não tóxico e que não apresenta reatividade química. Normalmente utilizado na indústria do papel, ele também pode ser encontrado na porcelana, lápis de cor, pneus e tintas. O Brasil possui a segunda maior reserva de caulim do mundo, com 28% do total global. No Pará, o caulim está entre os seis minérios com maior exportação, que tem como destino países como Bélgica, Finlândia, Estados Unidos e Itália.

Fonte: Iaci Gomes - Temple Comunicação


Reações:

0 comentários:

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores