quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Legislativo intermedia negociações para melhorar educação indígena no Tapajós



“Estou me congratulando com o resultado das negociações que envolveram caciques, professores, técnicos em educação e os próprios índios alunos nas aldeias e a própria Seduc. Os problemas foram resolvidos tanto em relação ao pagamento dos professores que atuam no módulo 3, como na abertura do sistema para matricular os alunos do módulo 4. Agradecemos a todos os envolvidos pelo fato de termos todos conseguido resolver tudo de forma positiva”. A afirmação é do deputado estadual Airton Faleiro, referindo-se à resposta que o governo do Estado deu, por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), em relação às negociações com caciques de aldeias da região tapajônica, durante a ocupação do prédio da 5ª Unidade Regional de Educação (URE), por índios que estudam na região. Os indígenas exigiam o pagamento de professores e a matrícula para nova etapa de estudos.

Faleiro ressaltou que é sempre bom quando o Poder Executivo ouve o clamor dos integrantes do Parlamento. “Nosso papel não é apenas o de fazer leis, de fiscalizar, mas também é o de intermediar as demandas da nossa sociedade junto ao Executivo. Mesmo porque muitas vezes somos nós, os deputados, os mais cobrados pela população. Nesse caso dos índios que ocuparam a 5ª URE, ao saber do fato, procuramos o líder do governo, o deputado estadual Eliel Faustino, e conseguimos um resultado positivo que merece ser comemorado”, completou o parlamentar petista.

Fonte: Assembléia Legislativa
Reações:

0 comentários:

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores