sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Green Talents Award 2016 - Pesquisadores brasileiros recebem premiação em Berlim


25 Green Talents 2016 foram premiados em Berlim
·       Dois pesquisadores brasileiros venceram a edição deste ano
·       250 presentes no maior encontro Green Talents Alumni já realizado até hoje
·       Networking e cooperação são os dois elementos-chave para encontrar respostas para as questões mais urgentes de sustentabilidade da atualidade
·       Pesquisa com ex-participantes afirma que a premiação influencia positivamente a carreira dos cientistas premiados no concurso

Berlim: Pela oitava vez, o "Green Talents - International Forum for High Potentials in Sustainable Development" (Fórum Internacional para Iniciativas de Alto Potencial em Desenvolvimento Sustentável) realizou a sua tradicional cerimônia de premiação, na qual o Ministério Federal da Educação e Pesquisa da Alemanha (BMBF) homenageou e promoveu o intercâmbio internacional entre os 25 premiados deste ano, por apresentarem iniciativas que foram reconhecidas pela capacidade inovadora de tornar a sociedade mais sustentável, a partir de ideias criativas capazes de responder as questões atuais mais urgentes sobre proteção ambiental.

Na edição de 2016, dois brasileiros se destacaram na competição alemã com pesquisas no âmbito do manejo de animais silvestres  e mudanças climáticas: Hani Rocha El Bizri, 29, mestrando em Saúde e Produção Animal pela Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA) e pesquisador associado do Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá (IDSM), apresentou uma iniciativa focada na sustentabilidade da caça na Amazônia. Já Marina Demaria Venâncio, 23, estudante de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), tem como foco de sua pesquisa as interconexões entre mudanças climáticas, agricultura e os sistemas alimentares sob uma perspectiva do direito, com ênfase nas políticas públicas agroecológicas brasileiras e suas implicações jurídicas.


A cerimônia de premiação deste ano fez parte do maior encontro de ex-participantes, o Green Talents Alumni Meeting, já realizado até hoje. Mais de 250 convidados estiveram presentes: figuras renomadas do cenário alemão de pesquisa, vencedores das edições anteriores, políticos e outros membros ilustres acompanharam o discurso de abertura da Professora Johanna Wanka, ministra da pesquisa alemã, e os painéis de discussões com participantes das áreas da ciência, da política e da indústria. Os participantes também trocaram ideias durante workshops relacionados com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS).


O discurso da ministra Wanka enfatizou a importância da colaboração internacional para resolver as urgentes questões de sustentabilidade do nosso tempo, afirmando: "Precisamos de programas como o 'Green Talents' para permitir o intercâmbio nos campos relevantes da ciência entre especialistas e jovens talentos de todo o mundo. Um país ou uma disciplina de pesquisa isolados não consegue identificar uma solução holística para obter maior proteção ambiental e sanar os desafios de sustentabilidade que estão à frente".
Uma pesquisa com ex-participantes recentemente publicada, mostra que a meta de criar uma cooperação entre os Green Talents e os institutos de pesquisa alemães foi atingida. 96% dos premiados veem a sua carreira influenciada positivamente ao fazer parte dos Green Talents. Já 84% dos premiados nas edições passadas e especialistas participantes afirmaram que ainda estão em contato com o network proporcionado pela iniciativa. O cenário de pesquisa alemão também se beneficia por fazer parte do programa: 80% dos pesquisadores que acolheram uma estadia de pesquisa totalmente subsidiada, na qual os Green Talents foram convidados a completar ao longo do ano após a premiação, ainda estão em contato com os seus orientandos.

Mais informações em www.greentalents.de.
Reações:

0 comentários:

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores