sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Ser Educacional é finalista do prêmio As 100+ Inovadoras no Uso de TI 2016


Prêmio está em sua 16ª edição e Grupo foi vencedor da premiação em 2013
 
 
O Grupo Ser Educacional, mantenedor de instituições de ensino superior em várias regiões do Brasil, está entre os finalistas do prêmio As 100+ Inovadoras no Uso de TI 2016 e já é considerada uma das 100 empresas mais inovadoras no uso de tecnologia da informação. O prêmio está em sua 16ª edição e é uma parceria entre a IT Mídia com a PwC.

O prêmio contextualiza a inovação regidas pelas maiores empresas do País por meio da combinação de processo versus prática na utilização da tecnologia em benefício da inovação empresarial. Os interessados deveriam responder um questionário com 23 perguntas sobre inovação e apresentar um case por escrito. As respostas foram avaliadas por um comitê de avaliação formado por especialistas de mercado, da equipe editorial da IT Mídia e da PwC. Este ano, foram analisados 185 cases válidos das mil maiores empresas do Brasil.

Para Joaldo Diniz, Vice-Presidente de Serviços Corporativos do Ser Educacional, este é o reconhecimento de um trabalho contínuo. “Estamos sempre buscando novas aplicações e estratégias na área de TI para o Grupo. Nossa equipe é focada em inovar, criando programas, aplicativos e outras formas de facilitar o gerenciamento de todo o sistema que sustenta o Ser Educacional. Estar, mais uma vez, entre as mais inovadoras dentre tantas empresas é a certeza de que toda a equipe está realizando um trabalho de excelência”, comentou.

O Grupo Ser Educacional foi indicado na categoria Educação e concorre com a Kroton Educacional e com a Universidade Feevale. O Grupo Ser Educacional já foi premiado na mesma categoria em 2013. Além desta, são mais 19 categorias, entre elas Transporte e Logística, Setor público, Bancos, Serviços e Indústria Automotiva. Os vencedores serão conhecidos em noite de premiação em 8 de novembro, logo depois do IT Forum Expo, realizado nos dias 8 e 9 de novembro, em São Paulo.
Reações:

0 comentários:

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores