terça-feira, 11 de outubro de 2016

Parlamento paraense condecora presidente nacional do PDT com Mérito Cabanagem



Pelo menos 200 pessoas prestigiaram a solenidade de outorga do Mérito Cabanagem, no Grau Mérito Especial, concedido ao presidente Nacional do Partido Democrático Trabalhista (PDT), o professor e ex-ministro  de Trabalho Emprego e Renda, Carlos Roberto Lupi. O evento foi realizado na manhã desta terça-feira (11/10), no auditório João Batista, na Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa). Conduzida pela presidente do Parlamento Estadual, deputado Márcio Mirada, a cerimônia atendeu à proposição do líder do Partido no Poder Legislativo, o deputado Miro Sanova. A Alepa conta ainda com dois outros deputados estaduais filiados à mesma sigla partidária: Antônio Tonheiro e Junior Hage que, juntamente com o deputado Raimundo Santos (PEN), também esteve no evento.         

Durante a cerimônia, o presidente Márcio Miranda presentou o homenageado com uma “Coletânea dos 180 anos do Poder Legislativo Paraense”, que descreve com detalhes a história contendo fotos, reprodução de textos, imagens e matérias especiais. A programação contou com a presença de prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, membros da executiva estadual do Partido e filiados de vários municípios como Altamira, Ananindeua, Benevides, Brejo Grande do Araguaia, Vigia, Santo Antônio do Tauá, São João de Pirabas e Belém.

Em seu discurso, o presidente da Casa de Leis, deputado Márcio Miranda, destacou a importância da honraria para o Parlamento Paraense. “Esse momento é importante porque mostra o reconhecimento do Parlamento às pessoas e aos políticos,  sejam eles paraenses ou não, que tenham contribuído com seus relevantes serviços para o engrandecimento da nação e do estado. Essa é a nossa maior Comenda e por isso tenho muita satisfação em prestar essa homenagem ao Carlos Lupi, que tem uma história política de trabalho em prol do desenvolvimento da sociedade”, ressaltou o presidente.   

Com o auditório lotado de representantes políticos que compõem a sigla partidária e de filiados ao PDT de várias municípios paraenses e da região metropolitana, Carlos Lupi, fez um discurso emocionado. “Me sinto muito honrado em receber essa homenagem aqui nesta Casa e principalmente por receber a Comenda de um presidente que já foi filiado ao PDT. Tenho carinho especial por essa terra abençoada. Esta é a terceira vez que venho ao Pará só este ano e nesse período do Círio fiz questão de trazer a minha família para participar da maior festa religiosa do país.  Com sinceridade, expresso aqui minha gratidão e meu carinho a todos”, concluiu.  

Carlos Lupi assumiu a presidência Nacional do PDT em 2004, após o falecimento do então presidente do Partido, Leonel Brizola. Em março de 2007, foi nomeado Ministro do Trabalho Emprego e Renda, sendo mantido como titular da pasta no governo da presidente Dilma Roussef.    

Para o autor da proposição, deputado Miro Sanova, a homenagem à Carlos Lupi, é um reconhecimento ao trabalho não só do partido, mas aos serviços prestados ao Brasil. “Lupi é um homem de trabalho. Quando foi ministro conseguiu avançar nas políticas de emprego e renda, gerando quase 13 milhões de empregos com carteira assinada no país. No PDT, sempre foi um grande incentivador, contribuindo para o crescimento e fortalecimento do Partido no Pará e no Brasil”, explicou Sanova.

HOMENAGEM - A Comenda Ordem do Mérito Cabanagem foi instituída pela Assembleia Legislativa do Pará, pela Lei 5.198 e regulamentada por meio da Resolução 04/85 de 10 de dezembro de 1984, com a finalidade de prestar homenagens às pessoas físicas ou jurídicas, nacionais ou estrangeiras que desenvolvem atividades nas suas esferas, contribuindo diretamente para o engrandecimento do Pará.   

PDT - Com o resultado das eleições municipais que aconteceram no último dia 02 de outubro, o PDT saiu com saldo positivo na disputa política paraense: foram eleitos 112 vereadores, sendo 10 só na Região Metropolitana de Belém; 04 prefeitos e 04 vice-prefeitos, revelando-se, assim, um dos maiores partidos da atualidade.

Fonte: Assembléia Legislativa
Reações:

0 comentários:

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores