segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Convite à Imprensa - FM Debate "Desafios e Impactos da Nova Lei da Terceirização” ERRATA


A ABRAFAC (Associação Brasileira de Facilities) irá promover mais uma edição do FM Debate com a temática “Desafios e Impactos da Nova Lei de Terceirização”, no dia 9 de novembro, das 8h às 12h, na Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha, em São Paulo. O evento é marcado por conceder aos participantes conteúdos sobre temas específicos, envolvendo experiências e estratégias, com a presença de três palestrantes. Os painelistas discorrerão sobre aspectos e pontos de vistas diferentes quanto ao projeto da nova lei de terceirização que pode vir a entrar em vigor.

A nova lei traz em suas considerações a possibilidade da contratação de terceirizados para exercer a função de cargos finais de determinada corporação. A empresa do terceirizado contratado que irá cuidar de toda a regulamentação, enquanto a empresa que o admitiu apenas fiscaliza o serviço.

Também seria implantada a condição de que esse profissional contratado será representado pelo sindicato dos empregados da empresa que o admitiu, somente quando a terceirização for entre empresas com a mesma atividade econômica, o que possibilita que o terceirizado receba as correções salariais anuais da categoria em que se encontra.

Além disso, foram empregadas outras clausulas dentro desse projeto, que estão causando rebuliço e dúvida entre os profissionais e empresas. Os interessados podem se inscrever por meio do site do evento (http://www.abrafac.org.br/eventos/fmdebate/?evento=15#!sobre).

SOBRE A ABRAFAC
A ABRAFAC foi fundada em 2004, com o objetivo de reunir os interesses dos profissionais do chamado Facility Management (gestão de espaços, infraestruturas, pessoas e organizações), atuando na administração e gerenciamento de serviços e atividades. Conta hoje com centenas de associados que têm intensa atuação nacional e internacional, e importantes patrocinadores, sempre buscando capacitação constante de seus profissionais e excelência em negócios.


Fonte: DFpress Comunicação Corporativa
Reações:

0 comentários:

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores