domingo, 30 de julho de 2017

Sexo Oral Sem Camisinha É Arriscado?



O sexo oral é uma prática extremamente prazerosa para o homem e a mulher. É através do sexo oral que muitas mulheres podem chegar ao orgasmo e levar o homem à loucura chegando muitas vezes a ejacular na boca da mulher. A prática do sexo oral é bem vista e muito realizada pelos brasileiros, segundo pesquisa do Projeto de Sexualidade do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo 66,8% dos homens e 63,4% das mulheres praticam a modalidade com frequência.

Por mais que muitos se entreguem a essa sensação e prazer, sabe-se que geralmente as pessoas fazem sexo oral sem camisinha, ou seja, sem o uso de preservativos e isso pode trazer todos os tipos de doenças sexualmente transmissíveis.

Doenças Sexualmente Transmissíveis

Para se ter uma ideia, de cada 10 mulheres, 7 fazem sexo oral sem camisinha nos seus parceiros. Muitas não insistem, pois os homens não gostam de fazer com camisinha por dizer tirar todo o tesão; outras não se importam, desconhecem ou confiam completamente nos parceiros, enfim, são muitas as razões que fazem com que esse sexo ocorra sem prevenção contra doenças.

Porém, doenças sérias como sífilis, herpes e gonorreia são transmitidas através do sexo oral. Basta uma pequena área lesada ou um machucado, o que é muito comum na região bucal, para transmitir o vírus. O sexo oral sem camisinha pode levar inclusive à Aids através da entrada do vírus HIV em contato com a saliva da boca. Apesar de ser mais difícil de ocorrer do que com a penetração, é possível haver a contaminação.

Oral na mulher

O sexo oral na mulher é ainda mais comum ocorrer sem preservativo, justamente por não existir nenhum aparato que proteja essa região. Alguns ginecologistas indicam que a mulher coloque um papel filme (aquele de plástico usado para embalar alimentos) na região para que o homem não tenha contato direto com a vulva. Outros podem sugerir cortar a camisinha ao meio e tampar a região interna da vagina, o que pode ser mais agradável, uma vez que existem camisinhas com texturas e sabores mais atrativos. Esses métodos podem ser utilizados para que o homem faça um oral livre de doenças na mulher.

Oral no homem

Já o homem possui a camisinha que protege completamente o seu órgão, sendo assim mais eficiente e evitando as doenças de maneira mais eficaz e correta. Deve-se colocar o preservativo antes do sexo oral, pois uma vez tenha sido iniciado o contato bucal no órgão, já pode ser tarde demais para se colocar um preservativo. A camisinha, por ser fina, não atrapalha o sexo oral, pois o homem consegue sentir toda a pressão e sensação normalmente através do oral da mulher. A única diferença é a sensação da língua quente e molhada, que é um pouco menor do que com o contato direto.

Engolir o sêmen

O homem ao gozar na boca da mulher pode transmitir algumas doenças, mesmo quando a mulher não engole o sêmen. É importante evitar o contato do sêmen com a boca, principalmente se a mulher estiver com alguma ferida na gengiva ou outra parte da boca. Uma das doenças mais comuns que são transmitidas nesse ato é a gonorreia.

Higienização

A higiene é importante em tudo e inclusive no sexo oral. Manter os órgãos genitais limpos e livres de bactérias é imprescindível para um sexo oral seguro e também mais prazeroso. A falta de higienização pode aumentar as chances de contaminação de doenças. A falta de higiene pode não levar a certas doenças, mas pode proporcionar coceiras desconfortáveis e corrimentos com mal odor.

Saborizando o oral

Muitas pessoas, por mais que mantenham os órgãos limpos e higienizados, podem preferir certos sabores na hora do sexo. A mulher pode adquirir gel comestível para passar no órgão masculino e que sejam antialérgicos. O mesmo para os homens, que ainda tem a possibilidade de colocar a calcinha comestível na mulher para lubrificar e saborizar toda a região. Evite colocar alimentos como chantilly, leite condensado, mel, manteiga e outros produtos comestíveis de fetiche, pois podem causar irritação na pele.

Novidade no mercado

Existe uma camisinha de língua disponível para consumo no mercado erótico. Trata-se de uma camisinha para ser colocada na língua de quem irá realizar o sexo oral. Porém, o objetivo é muito mais proporcionar mais prazer à pessoa que recebe o oral do que proteger. Isso porque a camisinha apresenta texturas e até um massageador para estimular zonas e aumentar o prazer. A proteção ocorre só na parte da língua encoberta, o restante da boca fica exposta e com a possibilidade de contrair doenças da mesma forma.

Conscientização

Os ginecologistas identificam e mostram os riscos da prática do sexo oral sem camisinha, assim como da penetração, por isso sempre orientam para o uso dos preservativos para evitar as doenças sexualmente transmissíveis. Porém, vai de cada casal utilizar esses meios ou não. Caso prefiram manter o sexo livre de preservativos, o ideal é realizar consultas médicas com frequência para possível identificação de problemas e prevenção, como também manter os órgãos sempre o mais higienizado possível.


Fonte: Iresistível
Reações:

0 comentários:

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores