segunda-feira, 18 de julho de 2016

Escola Digital registra mais de 500 mil acessos no primeiro semestre



Rede Escola Digital beneficia mais 500.000 alunos e professores em todo o Brasil
A plataforma, que oferece a docentes e a estudantes objetos digitais para uso pedagógico e, encerra o semestre com 25 secretarias de educação adeptas do programa 

São Paulo, 18 julho de 2016 – No primeiro semestre deste ano, mais de 500.000 usuários, predominantemente do ensino público, acessaram plataformas da Rede Escola Digital (www.escoladigital.org.br), uma rede de plataformas que oferecem mais de 18 mil objetos digitais de  aprendizagem – vídeos, games, animações, infográficos, videoaulas e mapas - a estudantes e docentes, gratuitamente. O balanço é dos Institutos Natura e Inspirare e da Fundação Telefônica Vivo, responsáveis pelo projeto, que conclui esse semestre com um total de 21 secretarias de educação, 12 estaduais e nove municipais adeptas do programa. Todas elas tiveram completa autonomia para customizar a plataforma, conforme suas realidades locais.

A Escola Digital beneficia os educadores ao facilitar o acesso a materiais educativos capazes de enriquecer e dinamizar as práticas pedagógicas em diversas disciplinas, em sala de aula e fora dela. As ferramentas são desenvolvidas dentro de uma curadoria pedagógica para cada disciplina e etapa de ensino (da educação infantil ao ensino médio). E os gestores da pasta nos municípios e estados recebem apoio na adaptação da plataforma às suas respectivas redes.

Desde 2015, o ambiente oferece funcionalidades como a personalização da identidade visual e dos conteúdos, que cobrem todos os temas curriculares da educação básica. “A Escola Digital tem o importante papel de possibilitar o acesso a conteúdos multimídia e ampliar as fontes de pesquisa de qualidade. Além disso, traz o aprendizado com linguagem adequada ao perfil de cada um, de cada rede, e permite o avanço dos estudos em ritmos diferentes”, diz Maria Slemenson, gerente do projeto no Instituto Natura.
Somente neste semestre, as Secretarias Estaduais de Educação do Espírito Santo, Alagoas, Amazonas e Paraíba, além da Municipal de São José dos Campos, no interior de São Paulo, adotaram a Escola Digital. Dentro dessas novas adesões, o potencial é de impactar mais de 60 mil novos professores e 2.500 escolas.

Na opinião da gerente de projetos sociais da Fundação Telefônica Vivo, Mila Gonçalves, a tecnologia e o conhecimento são importantes instrumentos de transformação. “Mais do que isso: são pontes para o desenvolvimento pessoal e social exatamente como funciona a Escola Digital ao compartilhar informações e qualificar o ensino e a aprendizagem por meio de novas tecnologias”, destaca.

Segundo a diretora do Instituto Inspirare, Anna Penido, a Escola Digital pode ser uma grande aliada de professores e alunos porque dá acesso a materiais educativos de qualidade que estimulam a personalização, permitindo que cada estudante encontre a própria forma de aprender. "Essa iniciativa abre uma porta qualificada para a transformação da educação no Brasil, pois os jovens estão cada vez mais conectados e mapeando os seus conteúdos favoritos de forma autônoma. A plataforma facilita esse processo", salienta.

Ambiente dinâmico
A plataforma possui uma navegabilidade dinâmica e prática, dentro de um sistema de busca que permite ao professor filtrar as informações e personalizar o seu uso. Esse ambiente é, segundo usuários, um dos principais diferenciais do projeto. Gilmar Feliciano dos Santos, professor  na Escola Estadual José Paulo de França, na Paraíba, e vencedor do prêmio “Mestres da Educação”, iniciativa do governo daquele estado que premia docentes por novas iniciativas na relação ensino-aprendizagem, destaca a facilidade que profissionais de educação encontram ao acessarem os materiais. “A maneira como a plataforma é organizada, principalmente com os filtros, auxilia muito o professor que tem interesse em inserir novos recursos em sala de aula de forma prática, é uma revolução no plano educacional”, diz Feliciano.

O Escola Digital também tem auxiliado docentes de disciplinas mais áridas, aos olhos dos estudantes, como a Física. “Vídeos, jogos e imagens motivam os alunos para o aprendizado desse tipo de conteúdo”, diz Humberto Oliveira, docente de Física na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Professora Daura Santiago Rangel, em João Pessoa (PB).

Os Institutos Natura e Inspirare e a Fundação Telefônica Vivo acreditam que a plataforma, adaptada às condições do professor e da escola, contribui para o aprendizado dos alunos e aproxima o conteúdo de sua realidade. A tecnologia atua também como um instrumento importante para a igualdade de oportunidades entre alunos, que ganham mais instrumentos de aprendizagem, e docentes por terem mais recursos à mão na hora de ensinar.

Na busca pela expansão desse novo modelo, que investe na tecnologia para enriquecer as práticas educacionais, os Institutos Natura e Inspirare e a Fundação Telefônica Vivo esperam alcançar 10 novas secretarias até 2017.

Sobre a Escola Digital

Inteiramente gratuita, a Escola Digital é acessada por escolas públicas e privadas de todas as regiões do Brasil, desde 2013. Os conteúdos pedagógicos online e off-line da plataforma são todos categorizados por disciplina, série, tema, tipo de mídia e idioma. O portal também disponibiliza informações sobre o nível de acessibilidade para pessoas com deficiência, e indica recursos digitais que podem ajudar na criação de novos objetos de aprendizagem; trabalhos com temas transversais; e realização de projetos na comunidade, entre outras possibilidades educativas. O TIC Educa, empresa especializada em pesquisar e desenvolver soluções para aulas interativas inovadoras baseadas em recursos tecnológicos e de alta qualidade pedagógica, é o responsável pela curadoria do conteúdo.

Ao todo, a Escola Digital está em uso, de forma customizada, nos estados de São Paulo, Paraná, Pará, Pernambuco, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Acre, Espírito Santo, Sergipe, Amazonas, Alagoas e Paraíba; além dos municípios: Fortaleza (CE), Salvador (BA), Caçapava (SP), Mogi Mirim (SP), Potim (SP), Jacareí (SP), Gramado (RS), Salto (SP) e São José dos Campos (SP).

Informações para a Imprensa

Maria Alice Vila
(55) (11) 5180-6926

Vanessa Costa
(55) (11) 5180 6925

Fonte: André Oliveira
Reações:

0 comentários:

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores