terça-feira, 5 de julho de 2016

Ação de prevenção ao câncer apoiada pelo HRBA beneficia moradores de Belterra


Médico Marcos Fortes diz que Belterra foi escolhido por estar próximo a um centro de referência em oncologia. Uma ação conjunta iniciada em 2014 vem beneficiando centenas de moradores que vivem no município de Belterra, no Baixo Amazonas. O programa “Quem procura, cura”, de prevenção e detecção precoce do câncer colorretal, já atendeu mais de mil pessoas com idades entre 50 e 70 anos a partir de uma cooperação entre o Hospital Sírio Libanês (com apoio científico), as empresas Boston Scientific e Gastrocom (com equipamentos e acessórios para realização de exames), Diagnósticos da América (com insumos e medicações) e o Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), responsável pelo apoio técnico e científico e absorção dos pacientes para tratamento dos casos detectados.

De acordo com o coordenador do serviço de Oncologia do HRBA, Marcos Fortes, que também coordena o programa, o município de Belterra foi escolhido por ter apenas 16 mil habitantes e estar próximo a um centro de referência em oncologia. “Quando idealizamos o projeto, nós queríamos uma população menor para que pudéssemos alcançar o maior número possível de pacientes na faixa etária selecionada pela ação. A proximidade de Belterra com Santarém, onde está localizado o HRBA, facilita tanto o diagnóstico quanto a absorção da demanda pelo hospital”, explica.

Desenvolvido em forma de mutirões, o programa disponibiliza a realização de vários exames que permitem o diagnóstico preciso. São feitas análises parasitológicas, de sangue oculto nas fezes, endoscopia digestiva alta, colonoscopia, biópsia e polipectomias e análises anátomo-patológicas. “Os pacientes diagnosticados são encaminhados para o HRBA, operados e submetem-se, quando necessário, à quimioterapia. Todos os casos são tratados de forma efetiva”, diz Fortes.

Além de promover uma melhoria na qualidade de vida da população, garantindo boas condições de saúde às pessoas, o programa também se destaca pelo caráter científico. A Diretoria de Ensino e Pesquisa do Hospital Regional busca permanentemente por novas parcerias para desenvolver trabalhos com importância epidemiológica na região”, esclarece o médico do HRBA, Marcos Fortes.

Câncer – Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que a doença registra 14 milhões de novos casos e oito milhões de mortes em todo o mundo por ano. Entre homens, os cinco tipos mais comuns da doença são de pulmão, da próstata, colorretal, do estômago e de fígado. Entre as mulheres os cânceres mais comuns são os da mama, colorretal, de pulmão, cérvix e estômago.

Fonte: RG 15/O Impacto e Joab Ferreira
Reações:

0 comentários:

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores