quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Acreditação hospitalar: como ela pode ajudar na melhoria de processos?


A saúde no Brasil está na UTI. O país é o que menos investe na área entre todos os países da América, de acordo com o levantamento feito neste ano pela ONG Contas Abertas, a pedido do Conselho Federal de Medicina. Por isso mesmo, saúde e segurança pública são os serviços públicos mais mal avaliados pelos brasileiros. Engana-se quem pensa que estamos falando apenas de saúde pública. O caos também tem chegado às redes particulares que, devido à crise, estão perdendo clientes que possuíam planos de saúde. Em 2015, as operadoras de saúde perderam 1,3 milhão de clientes. Só no primeiro trimestre de 2016, foram mais 617 mil, segundo a Agência Nacional de Saúde Suplementar. Isso gera uma necessidade urgente dos planos de saúde em selecionar melhor os seus prestadores e se destacarão aqueles que tiverem qualidade. A solução é a melhoria nos processos de gestão.

Os serviços de saúde precisam trabalhar com o foco na segurança e qualidade da assistência. O melhor caminho é o da acreditação hospitalar, um certificado de qualidade semelhante ao ISO, mas específico para instituições de saúde. Trata-se de uma metodologia que incentiva a melhoria das práticas de gestão, a qualidade da assistência, a segurança do paciente, a racionalização da utilização de insumos e a sustentabilidade dos resultados dos hospitais. Melhora a cultura da qualidade e o entendimento da relação entre os processos, reduzindo a cultura de “apagar incêndios”. Colocando as pessoas certas no lugar certo, a organização começa a trabalhar com dados e fatos, tomando melhores decisões.

A acreditação, que também pode ser desenvolvida no setor público, busca a melhoria contínua dos processos, implementado com base nos fundamentos de gestão em saúde. Seguindo os padrões recomendados pela acreditação hospitalar, a organização de saúde estará fortalecendo as práticas de segurança dos pacientes, a visão sistêmica e a eficiência na realização das atividades, permitindo um crescimento sustentável da empresa. É possível crescer otimizando recursos, melhorando a gestão do tempo e a comunicação, com o foco em elevar o nível de satisfação dos clientes. Além disso, a organização passa a ter maior e melhor controle sobre os seus processos.

Os principais desafios enfrentados pelas organizações que optam pela acreditação são a adequação da estrutura física, a implementação da cultura da qualidade com o envolvimento de todos os profissionais e a quebra de paradigmas de práticas ruins, implementadas há anos pela empresa. O investimento no desenvolvimento de pessoas e na implementação efetiva das práticas de segurança do paciente - como, por exemplo, a cirurgia segura, identificação adequada e a segurança da cadeia terapêutica – garante maior confiabilidade das informações pertinentes ao diagnóstico e tratamento multidisciplinar. O maior diferencial das instituições acreditadas é exatamente a qualidade e segurança maior, além do controle melhor para a tomada de decisões, evitando retrabalho e desperdício. Isso gera credibilidade para a organização.

No futuro, as organizações não terão outra escolha a não ser buscar a acreditação, como em países como França, Estados Unidos e Canadá. Isto é uma tendência e vêm sendo discutida com projetos de lei como o 126/2012. Com um padrão de qualidade mais elevado, os hospitais poderão se diferenciar e gerar mais confiança aos pacientes e operadoras de saúde. O cliente - que observa principalmente a qualidade do atendimento prestado, a higienização do ambiente e a qualificação da equipe - e os próprios planos de saúde buscarão as instituições particulares com maiores referências de qualidade. Ganha o cliente. Ganha o hospital.

Patrícia Goulart Turbay é sócia e responsável técnica pelos projetos do setor de saúde da Zorzal Consultores & Auditores Associados, empresa com onze anos de atuação nacional na área de gestão empresarial e da qualidade, já certificada em conformidade com a ISO9001:2015 em janeiro de 2016.Turbay também é Avaliadora Líder na Fundação Vanzolini, instituição acreditadora credenciada pela Organização Nacional de Acreditação – entidade não governamental que objetiva promover avaliação constante e aprimoramento contínuo nos serviços de saúde, melhorando a qualidade e a segurança da assistência no Brasil.

Sobre a Zorzal Consultores & Assessores Associados:

Com onze anos de atuação na área de gestão empresarial e de qualidade, a Zorzal Consultores & Auditores Associados oferece serviços estruturados e personalizados capazes de atender às necessidades de cada organização, independente do porte ou área de atuação. Dentre as soluções oferecidas estão: consultorias, auditorias e treinamentos na área da qualidade e gestão empresarial, incluindo a implementação de modelos de gestão tendo como referência a consagrada norma internacional ISO 9001. Com todo esse know-how, a empresa optou por expandir pelo modelo de franquias no início desse ano.

Informações para a imprensa:
InformaMídia Comunicação
Reações:

0 comentários:

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores