quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Saúde em poucos cliques


Aplicativos curitibanos fazem sucesso e inovam a saúde do Brasil

CURITIBA 18/08/2016 - Que tal pesquisar preços de medicamentos, comparar as opções em farmácias diferentes e, ainda por cima, receber o pedido onde você estiver? Ou ainda, precisar de atendimento médico e não precisar ir ao hospital? Essas duas alternativas hoje são possíveis graças aos aplicativos curitibanos Docway e HelpRemédios.  

O primeiro foi lançado em setembro de 2015, pelo empresário Fabio Tiepolo, e já é sucesso no país. Hoje o Docwayultrapassa a marca dos 25 mil downloads e até o final deste ano pretende crescer ainda mais. “Nosso objetivo com o aplicativo e resgatar valores perdidos da medicina, dar conforto, praticidade e segurança aos pacientes. Até o final de 2016, o Docway estará presente em todas as capitais do país, além de centenas de cidades do interior”, explica Tiepolo.  

Com o aplicativo, o usuário pode solicitar a consulta onde estiver, seja para aquele exato momento ou com o dia e hora marcada. Além das consultas, o aplicativo oferece outros serviços como a aplicação de vacinas e a coleta de exames. Outra facilidade que o aplicativo oferece é a possibilidade de realizar o pagamento via cartão de crédito. Hoje, infelizmente, alguns hospitais, clínicas e consultórios ainda aceitam apenas cheque ou dinheiro, fator que impede, muitas vezes, a consulta de pacientes que não têm o hábito de carregar cédulas no bolso.  

Já o HelpRemédios, plataforma recém-lançada na cidade de Curitiba, foi idealizada pelo paranaense Daniel Ropelatto, profissional que atuou por mais de 12 anos na indústria farmacêutica, e permite que os usuários pesquisem e encontrem medicamentos com as melhores opções de preço. Trabalhando com a localização das farmácias, o aplicativo disponibiliza opções mais próximas, possibilitando que o usuário retire o medicamento no balcão da farmácia escolhida ou receba onde estiver.   

“Poucas pessoas percebem, mas a variação do preço dos remédios no país é absurda. De acordo com uma pesquisa recente do Instituto de Ciência, Tecnologia e Qualidade, no caso dos medicamentos genéricos, essa diferença supera a casa dos 5.000%. Um medicamento que custa menos de R$ 1 em algumas farmácias pode custar mais de R$ 20 em outras. Com o HelpRemédios, os usuários têm a oportunidade de encontrar os melhores preços para os medicamentos que estão precisando. Em um momento de crise, nada melhor que economizar um pouco, ainda mais quando tratamos de gastos com a saúde, que são indispensáveis”, comenta Ropelatto. 

Unindo tecnologia e saúde, o objetivo dos aplicativos é dar um novo ar a área, trazendo mais comodidade e segurança aos usuários. “Os problemas encontrados no segmento da saúde no Brasil são uma unanimidade. O objetivo do Docway, assim como os dos outros aplicativos destinados ao segmento, é utilizar a tecnologia para melhorar a vida dos brasileiros com soluções inovadoras e inteligentes”, complementa Tiepolo.  

A saúde no Brasil
Em 2014 o Instituto Datafolha apontou que a saúde é o principal problema dos brasileiros, não só para quem depende do Sistema Único de Saúde (SUS), mas também aqueles que possuem ou não planos de saúde. Segundo a pesquisa 45% da população vê a área como o maior problema do país.

A insatisfação não para por aí, segundo a mesma pesquisa, 62% dos entrevistados disseram considerar a saúde ruim ou péssima, e esses números aumentam para 70% em cidades com mais de 500 mil habitantes. Uma alternativa dos usuários para tentar escapar do SUS, são os famosos planos de saúde, porém, 70% dos entrevistados que tem algum tipo de plano, também considera a saúde brasileira ruim ou péssima. O Brasil tem déficit aproximado de 407 milhões de consultas, situação que pode ser observada em diversos municípios e as grandes filas de pacientes. 

Quanto aos medicamentos, só este ano receberam reajustes de até 12,5%, valor esse, pela primeira vez em dez anos, acima da inflação. A regulação mexeu no preço de mais de 9 mil medicamentos, em 2015 o reajuste máximo autorizado pelo governo federal foi de 7,7% e de 5,68% em 2014.  

Tanto o Docway quando o HelpRemédios estão disponíveis nas plataformas Android e IOS. Para mais informações sobre os aplicativos, acesse  www.docway.co e www.helpremedios.com.br.

Fonte: 
Reações:

0 comentários:

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores