terça-feira, 9 de agosto de 2016

Cinco deputados paraenses devem concorrer às eleições municipais


A campanha eleitoral paraense promete ter cinco deputados estaduais na disputa. Com o fim das convenções partidárias realizadas na primeira semana de agosto, os parlamentares foram apontados como candidatos aos cargos públicos. Só na Região Metropolitana de Belém, são três deputados disputando o Executivo Municipal. Já o sudeste e Marajó terão um parlamentar disputando as eleições em cada uma dessas regiões.

Os cinco deputados estaduais que concorrerão ao executivo municipal são:

Lélio Costa (PCdoB) - Cidade: Belém

Coronel Neil (PSD) - Cidade: Ananindeua

 Milton Campos (PSDB) - Cidade: Castanhal

Tião Miranda (PTB) - Cidade: Marabá

Luth Rebelo (PSD) - Cidade: Breves

Além dos deputados estaduais, funcionários públicos que desejam concorrer a cargos de vereadores também já se afastaram de suas atividades no Legislativo paraense. O presidente da Alepa, deputado Márcio Miranda, avaliou como esperada a disputa ao pleito municipal pelos parlamentares. “É um momento de estarmos perto de nossas bases aliadas e de nossos aliados, que vão concorrer a cargos em outubro”, disse Miranda.

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o prazo para que os partidos políticos e as coligações solicitem ao juízo eleitoral o registro de seus candidatos termina às 19h do dia 15 de agosto (Lei nº 9.504/1997). Os dados sobre os pedidos de registros de candidatos são constantemente atualizados no Sistema de Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais (DivulgaCandContas), disponível no Portal do TSE.

MUDANÇAS - A disputa pelo Executivo Municipal promete ser intensa, principalmente porque o tempo de propaganda foi reduzido. A campanha eleitoral foi de 90 para 45 dias, começando em 16 de agosto. O período de propaganda dos candidatos no rádio e na TV também foi diminuído de 45 para 35 dias. O começo está marcado para 26 de agosto, em primeiro turno.

Fonte: Assembléia Legislativa
Reações:

0 comentários:

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores