quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Parlamentares e Segurança Pública discutem ações para combater criminalidade em Castanhal


Por iniciativa do presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa), deputado Márcio Miranda (DEM), do deputado estadual Milton Campos e do deputado federal, Hélio Leite, foi realizada na tarde desta terça-feira (16/08), uma reunião para discutir ações que melhorem a segurança na cidade de Castanhal. A reunião contou com a presença do secretário adjunto de Segurança Pública do Estado, Hilton Benigno; do Comandante Geral da PM, Coronel Roberto Campos; do Diretor de Polícia do Interior, Delegado João Bosco e o superintendente da região do Salgado, Delegado Temer Kayath.

Márcio Miranda iniciou a reunião destacando que tem ouvido muitos relatos dos moradores de Castanhal, onde mora com a família, sobre o crescimento da criminalidade na cidade. De acordo com o parlamentar, o turno da noite - a partir das 18 horas - é o momento de maior preocupação, pois é quando são registrados mais casos de roubo entre outros crimes. “Sabemos que Castanhal é a cidade com maior apreensões de drogas, o que demonstra um trabalho eficiente da polícia, mas observamos que há problemas na legislação federal, no sentido de que muitas vezes a polícia prende e a justiça tem que soltar por conta do cumprimento da legislação atual. Mas essa reunião não foi para procurar culpados, mas para verificar o que cada um pode fazer para melhorar a situação de insegurança em Castanhal. Então, a exemplo do que já fizemos no passado, vamos direcionar recursos de emendas parlamentares para o que for preciso para contribuir com a melhoria do trabalho da segurança pública”, disse Márcio Miranda, acrescentando que, nesse ano, já foram disponibilizados R$ 710 mil de verbas de emendas parlamentares para o comando geral da PM para ser usado em ações de segurança pública no estado.

O deputado federal Hélio Leite também destacou sua preocupação com a criminalidade na cidade, onde já foi prefeito e também mora com a família. Uma das propostas que o parlamentar fez durante a reunião foi destinar verbas de emendas parlamentares para ampliar e melhorar o canil da PM no município para que cães farejadores possam ser usados nas ações policiais para localização de drogas. “Estou muito preocupado com a cidade onde eu nasci e moro e que está ficando muito violenta. Por isso, coloco-me à disposição para ajudar no que for preciso”, ressaltou Hélio Leite.

O secretário adjunto de Segurança Pública do Estado do Pará, Hilton Benigno, destacou durante a reunião, os esforços que o Sistema de Segurança Pública tem feito para combater a criminalidade. Na ocasião, ele explicou que já existe um programa de redução da criminalidade que foi implementado pelo governo e que definiu metas para reduzir os números estatísticos de violência em todo o estado. Nesse sentido, uma das formas de georeferenciar as ações criminosas foi a de classificar os crimes de acordo com a forma de atuação (roubo de casas, nas ruas, a ônibus, embarcações...) para melhor desenvolver ações específicas para o combate de cada uma delas.

Segundo Hilton Benigno, Castanhal é uma das cidades mais violentas do Pará, ficando em quarto lugar no ranking, atrás apenas de Belém, Ananindeua e Marabá. “O que é importante destacar é que o Brasil, como um todo, é um país violento. Só para se ter uma ideia, em 2014, houve no país 60 mil homicídios, o que representa 10% de todos os homicídios do mundo. E esse é um cenário muito cruel”, destacou o secretário adjunto, ressaltando que para combater a criminalidade é preciso planejamento e ações organizadas em várias frentes, com a parceria e união de esforços de vários setores da sociedade. “Essa foi uma reunião importante porque ouvimos pessoas que vivem em Castanhal e que labutam com esse problema. E de acordo com a mancha criminal, vamos fazer um georeferenciamento do município para ver onde estão ocorrendo os homicídios, latrocínios e roubos e vamos planejar uma ação que contribua para a melhoria da situação”, afirmou o secretário adjunto, acrescentando que as ações serão realizadas com a participação de todos os integrantes.

O comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Sandro Queiroz, destacou que a reunião foi importante porque possibilitou um debate do problema com todos os setores da segurança pública e com o parlamento. “Essa reunião é muito positiva porque reunimos propostas e vamos trabalhar juntos, em parceria, para combater esse problema. Não se pode afirmar um motivo único para o aumento da criminalidade porque não existe um fator único, mas nossos dados apontam que cerca de 80% dos homicídios cometidos em Castanhal devem-se ao tráfico de drogas. O que vamos fazer, em curto prazo, é a potencialização das ações policiais e intensificar as ações de inteligência para o combate ao tráfico de drogas”, disse o comandante.

O delegado Temer da Cunha Kayath, destacou que várias quadrilhas foram desarticuladas nesse primeiro semestre, em Castanhal, e muitas prisões de combate ao tráfico de drogas têm sido feitas. Além disso, o delegado destacou que o latrocínio (roubo seguido de morte) ocorrido no último final de semana e que causou muita repercussão no município, já está resolvido, faltando apenas um dos acusados ser preso. O crime ocorreu no último domingo, quando um jovem universitário saía de um bar, em companhia da namorada e, ao aproximar-se de seu carro, foi abordado por três assaltantes e antes que entregasse o celular, foi baleado por uma mulher que integrava o trio de criminosos, morrendo em seguida. “Esse caso repercutiu bastante e causou revolta nos moradores, mas em menos de 12 horas prendemos dois acusados. A mulher que seria a autora do disparo contra o jovem já foi identificada e é uma questão de tempo prendê-la”, destacou o delegado. “Já foram feitas 19 operações no município em conjunto com vários órgãos e aqui nessa reunião ficou claro que há a intenção de intensificar as ações de combate à criminalidade no município”, concluiu. 

Um plano de ação será traçado com base no que foi debatido e os deputados estaduais Márcio Miranda e Milton Campos e o deputado federal Hélio Leite se comprometeram em auxiliar no que for preciso para colocar as medidas em prática o mais breve possível. “Nós tomamos conhecimento do recrudescimento da criminalidade nos últimos dias em Castanhal e convidamos os representantes da segurança pública para participarem da reunião e debaterem formas de melhorar essa situação de violência no município. Saímos daqui com o compromisso que será feito um plano de ações de combate - que não pode ser divulgado para não atrapalhar o êxito do trabalho. Mas ficou claro, aqui, que só se consegue sucesso no combate à criminalidade se houver união de esforços e é isso que estamos provocando com essa reunião”, concluiu Márcio Miranda.

Também participaram da reunião os deputados Eduardo Costa e Soldado Tércio, além de moradores do munícipio e imprensa local.

Fonte: Assembléia Legislativa
Reações:

0 comentários:

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores