segunda-feira, 3 de abril de 2017



03/04/2017 - ECONOMIA 
Se você não está conseguindo visualizar corretamente este e-mail,acesse aqui.
 
Utilização da capacidade instalada na indústria foi de 77,3% em fevereiro
 
 
Apesar do aumento no faturamento, emprego e horas trabalhadas na comparação com janeiro, Indicadores Industriais da CNI não sinalizam retomada do crescimento da atividade do setor
 


A indústria operou, em média, com 77,3% da capacidade instalada em fevereiro, na série livre de influências sazonais. Com o recuo de 0,4 ponto percentual na comparação com janeiro, o indicador interrompe a trajetória de três meses sem queda, depois de ter atingido o menor patamar da série histórica, de 76,1% em outubro do ano passado. As informações são da pesquisa Indicadores Industriais, divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) nesta segunda-feira, 3 de abril.


Já o faturamento e o emprego tiveram alta de 0,4% em fevereiro frente a janeiro, de acordo com dados dessazonalizados. Apesar de o faturamento acumular crescimento de 1% no primeiro bimestre de 2017, o indicador cai 8,4% em relação ao primeiro bimestre de 2016. Já o emprego recua 4,3% na comparação.

Segundo o levantamento, nos últimos meses, os dados da indústria se mostraram ambíguos, em que crescimento de indicadores são sucedidos por acomodações ou quedas. No entanto, a pesquisa sinaliza que a longa e difícil trajetória de queda em todos os indicadores da indústria parece ter se encerrado. “Contudo, ainda não há uma recuperação forte e sustentada em curso”, destaca a CNI.

Tanto a massa salarial quanto o rendimento médio do trabalhador da indústria caíram 0,7% em fevereiro frente a janeiro, na série livre de influências sazonais. Foi a quinta queda consecutiva desses indicadores. Na comparação entre os primeiros bimestres de 2017 e 2016, a massa salarial diminuiu 6,2% e o rendimento médio recuo 2%.
  • Marque o perfil da CNI nas suas redes sociais ao divulgar este conteúdo
Facebook: @CNIbrasil
Twitter: @CNI_br
Reações:

0 comentários:

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores