quinta-feira, 4 de agosto de 2016

“Crises e o Acesso ao Judiciário” é tema da Semana do Advogado


Para celebrar o Dia do Advogado, comemorado no próximo dia 11, a Ordem dos Advogados do Brasil, seção Pará, preparou uma semana inteira recheada de eventos. Serão cinco dias com conferências, palestras, mini cursos, audiência pública, mesa redonda, fórum e workshop relacionados ao principal tema: “Crises e o Acesso ao Judiciário”.

De acordo com o presidente da OAB-PA, Alberto Campos, o tema escolhido é oportuno, pois visa o debate da relação entre os advogados, jurisdicionados e magistratura, que têm enfrentado diversas crises. “Atualmente o novo CPC vem trazendo inovações e dificuldades em sua aplicação. Por isso, a OAB inaugura a programação com uma conferência exatamente sobre o tema, destacando o papel do advogado à luz do novo CPC”, refere-se ao tema de abertura.

Com uma semana inteira de debates voltados para diversos segmentos, a programação não oferece apenas eventos exclusivos a advogados, mas também será discutido desde o problema da acessibilidade, passando pela reforma previdenciária e debatendo a relação entre médicos e pacientes no que concerne a autonomia e o consentimento esclarecido na realização de procedimentos. ''Assim, esperamos fazer com que o cidadão, outros órgãos de classe, sindicatos e associações que representam a sociedade civil interajam cada vez mais com a OAB'', avalia o presidente da OAB-PA.

Alberto Campos afirma que há muito que comemorar. ''É a afirmação da advocacia como essencial à administração da Justiça como determina o mandamento constitucional inserido no artº 133 da Constituição Federal'', salienta.

Para o sucesso da Semana, o presidente conta com o comparecimento significativo dos advogados, bacharéis e estudantes de direito em todas as palestras, conferências e cursos oferecidos, fechando com chave de ouro com a tradicional Corrida e Caminhada da OAB - PA, que chega na 6ª edição no dia 21 desde mês – etapa Belém - e deve superar os 5 mil participantes do ano anterior.

Fonte: OAB PARÁ
Reações:

0 comentários:

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores