quarta-feira, 3 de maio de 2017

Dia do Trabalhador - Brasil ocupa o quarto lugar em acidentes no trabalho


Brasil ocupa o quarto lugar em acidentes no trabalho e médica aponta prevenção como caminho para mudar o cenário

Às vésperas do Dia Internacional do Trabalhador, o número de acidentes em empresas brasileiras é alarmante: o País ocupa o quarto lugar em ocorrências no mundo

Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), estima-se que 2,34 milhões de pessoas morrem a cada ano no mundo em acidentes de trabalho e doenças relacionadas a ele. O Brasil ocupa o quarto lugar entre os países com maior número de ocorrências. Dos cinco milhões de acidentes ocorridos entre 2007 e 2013 (data da última atualização do anuário estatístico da Previdência Social), 45% acabaram em morte, em invalidez permanente ou em afastamento temporário do emprego.

Caracteriza-se como uma doença ocupacional toda aquela que causa alguma alteração na saúde do trabalhador e está relacionada ao tipo de função que ele exerce, independentemente do nível de dificuldade.

Conforme as décadas foram passando, as doenças foram se modificando, de acordo com a realidade de cada período. Desde acidentes de trabalho típicos, que foram auge na década de 1970 e que envolviam risco operacional, até os transtornos mentais e comportamentais, apresentados nos dias de hoje, as doenças ocupacionais precisam de atenção.

De acordo com Aline Morales De Domenico, médica pós graduada em medicina do trabalho e profissional da rede dr. consulta, a melhor ação tratando-se de doenças ocupacionais é a prevenção. Promover programas de prevenção de acidentes de trabalho e a conscientização dos empresários e empregadores para criar e manter ambientes de trabalho seguros e saudáveis, pode evitar o adoecimento, os acidentes  e estabelecer um ambiente mais produtivo.

É de responsabilidade do empresário, fornecer todos os equipamentos de segurança necessários, além de fazer um planejamento preventivo dos riscos de acidentes junto com o Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT), órgão público que verifica a estrutura física das empresas. Já o empregado/colaborador deverá se comprometer a utilizar o equipamento de segurança corretamente e obedecer às normas de segurança locais.

LINHA DO TEMPO DAS DOENÇAS RELACIONADAS AO TRABALHO
Acidente do Trabalho (AT) típico (década de 1970)
Trata-se do acidente do trabalho típico, evento súbito com data, hora e local definidos, que tem como causa o risco operacional, um risco de mais fácil detecção, como um piso escorregadio, máquina sem proteção, etc. O dano por ele causado é subsequente ao acidente, como uma fratura, um corte, uma queimadura ou até mesmo a morte.
Para evitar os acidentes é necessária uma inspeção prévia do local onde será instalado uma empresa, por exemplo. Uma avaliação técnica mais precisa e medidas de proteção, como piso antiderrapante, iluminação adequada, ventilação do ambiente são exemplos de medidas preventivas. Além disso, o treinamento adequado dos funcionários e reciclagem constante também evita erros casuais.

Perda auditiva induzida por ruído (PAIR) (década de 1980)

A PAIR tem como risco o ruído, de detecção mais complexa, que depende de maior conhecimento técnico e de aparelhos. O dano resultante também é difícil de ser constatado, pois a perda auditiva nesse caso é de instalação insidiosa e requer aparelhos e técnicos especializados para o diagnóstico e o tratamento.

Lesões por Esforços Repetitivos/Doenças Osteoarticulares Relacionadas ao Trabalho (LER-DORT) (década de 1990)

As LER-DORT têm como causadores os riscos ergonômicos, e como dano, os distúrbios osteomusculares. Em quase sua totalidade sequer apresenta lesão, apenas sintomas, aliás, daí a mudança do nome LER (“L” de lesão) para DORT (“D” de distúrbio), o que resulta em uma necessidade de um alto grau de conhecimento em semiologia e biomecânica para o estabelecimento do seu diagnóstico.
Transtorno Mental e do Comportamento (TMC) (a partir de 2000)
Caracterizada pelos Transtornos Mentais e do Comportamento, representa o que há de mais complexo de todos os casos, em relação a ambos, risco e dano. O diagnóstico dos Transtornos Mentais e do Comportamento apresenta um alto grau de dificuldade dada à sua maior subjetividade quando comparada com as outras doenças relacionadas ao trabalho.
Quando identificado, o empregado/colaborador deverá se dirigir ao ambulatório médico da empresa para que possa receber as orientações e o amparo necessários para o seu tratamento, seguimento clínico e afastamento, se necessário.




[+] informações sobre dr.consulta
dr.consulta é uma empresa de gestão de saúde que oferece consultas e exames de forma acessível para famílias sem acesso ao sistema de saúde. Médicos com boa formação, uma concepção de serviços centrada no paciente e o uso inteligente de tecnologia contribuem para uma experiência de atendimento de alta qualidade. Assim, o paciente economiza tempo e recursos e pode alcançar uma vida mais saudável. Fundada em 2011, a rede tem 31 unidades em operação (Sacomã, Jabaquara, São Bernardo do Campo, Nove de Julho, Tatuapé, Diadema, Santo André, Tucuruvi, República, Teodoro Sampaio, Santana, Itaquera, Itaim, Brigadeiro, SP Market, Largo Treze, Barra Funda, Capão Redondo, Brás, Osasco, Penha, Santa Cruz, Centro de Diagnóstico Santa Cruz, Guarulhos, Lapa, Consolação, Mauá, Taboão da Serra, Paraíso, Luz, Butantã), nas quais é possível agendar com rapidez exames de laboratório ou imagem e consultas em mais de 40 especialidades, como ginecologia, oftalmologia, cardiologia, dermatologia e otorrinolaringologia. O dr.consulta é uma prova de que serviços médicos de qualidade podem estar ao alcance de todos, desafiando a ideia de que a saúde qualificada é algo caro ou inatingível.           
Pelo pioneirismo e pela qualidade de atendimento, o dr.consulta é parte do Projeto Visão de Sucesso – iniciativa da Endeavor que fomenta o empreendedorismo de impacto social. Também recebeu o prêmio Trip Transformadores 2015 pelo trabalho de promover o avanço coletivo e foi reconhecido na categoria Empreendedorismo da premiação “Excelência da Saúde” da revista Healthcare Management no mesmo ano. Completam a lista de reconhecimento da rede o Prêmio Lide de Empreendedorismo 2015, o Men of the Year da revista GQ Brasil e empresa de Maior Impacto Social no Latam Founders Awards 2016.
Mais informações: www.drconsulta.com

Fonte: Ana Paula Rubio - Pros
Reações:

0 comentários:

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores