segunda-feira, 29 de maio de 2017

Santarém ganha novo espaço do Projeto Livro Solidário


Foi inaugurado em Santarém, nesta quarta-feira (24), mais um espaço de leitura do projeto Livro Solidário, que funcionará no polo Pro Paz nos Bairros/PEV do município. A nova sala foi montada a partir de uma parceria entre a Imprensa Oficial do Estado (IOE), a Fundação Pro Paz, o Corpo de Bombeiros do Pará e o Núcleo de Articulação e Cidadania (NAC), com o objetivo de incentivar e democratizar a leitura. A entrega é mais uma das ações que o governo do Estado promove por meio da campanha “Leia - Mude sua História”, que visa à formação de público leitor no Pará, especialmente junto às crianças e jovens.

O projeto Livro Solidário começou na região metropolitana de Belém e agora vem se estendendo para o interior. A ação busca fazer da leitura um hábito cotidiano, um verdadeiro desafio no Brasil, onde segundo pesquisa divulgada em 2016, pelo Instituto Pró-Livro, a média nacional é de apenas 2,88 livros lidos por pessoa ao ano.

O espaço onde funciona o Projeto Escola da Vida (PEV), do Corpo de Bombeiros, foi adaptado pela Fundação Pro Paz e pela Imprensa Oficial para receber os livros e equipamentos que compõem a biblioteca. Foram doados 400 títulos e estantes, bem como itens de caracterização do projeto. No polo serão ofertadas também atividades esportivas e culturais para crianças e adolescentes.

Para o presidente da Fundação Pro Paz, Jorge Bittencourt, a parceria entre as três instituições veio para expandir os serviços oferecidos à criança e ao adolescente no município. “O espaço de leitura é muito importante para as crianças porque incentiva esse hábito, despertando a imaginação, a reflexão e a visão crítica. Com esta parceria trouxemos para cá também o infocentro, que promove a inclusão digital, além de atividades de esporte e lazer e atendimento psicossocial, ofertado às famílias desses jovens”, concluiu.

“Atendemos aqui 211 crianças e jovens. Com a parceria do Pro Paz e da IOE vamos poder reforçar a qualidade das atividades que oferecemos, ampliando os serviços também para as famílias e abrindo o espaço para a comunidade do entorno”, reforçou o coronel Claudio Rêgo, comandante do Corpo de Bombeiros de Santarém.

No final de abril foi inaugurado, na Escola Municipal de Ensino Médio e Fundamental Espírito Santo, do município do Acará, o primeiro espaço de leitura do projeto Livro Solidário fora da região metropolitana de Belém. A escola beneficiada fica na comunidade ribeirinha Genipaúba, no Baixo Acará, onde vivem mais de 100 famílias. O espaço do PEV em Santarém é o segundo implantado no interior.

“Acho importante a inauguração dessa biblioteca aqui no município, já que a população em geral dificilmente tem o hábito de ler. Esse espaço vai despertar o interesse das crianças para a leitura, melhorando até mesmo o aprendizado na escola. Minha filha esta matriculada no PEV e, no que depender de mim, ela vai vir sempre aqui. Fico muito feliz com essa iniciativa do governo do Estado” afirmou Simone Coelho, 32 anos, moradora de Santarém.

Flavia Camille, de 11 anos, aluna do PEV, também comemorou porque agora vai ter um novo espaço para ler. “Antes não tinha muito livro pra gente ler na escola e eu não tenho quase nenhum em casa. E nem sempre os livros são pra nossa idade também. Com essa biblioteca vai ser muito legal porque vou poder ler muitos deles, e de vários tipos”.

“O trabalho integrado com o Pro Paz veio para abrir os horizontes do Projeto Livro Solidário. Nossa expectativa é estender esta parceria para mais localidades” afirmou Claudio Rocha, presidente da Imprensa Oficial.

A iniciativa – O Livro Solidário é uma ação de estímulo à doação de livros para comunidades com maior vulnerabilidade social da Região Metropolitana de Belém, que agora vem se estendendo ao interior. Criado em 2003, o projeto também beneficia unidades prisionais, de cumprimento de medida socioeducativa e hospitais.  

Fonte: Fundação Pro Paz-PROPAZ
Reações:

0 comentários:

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores