sábado, 1 de abril de 2017

TV analógica x digital: as 5 dúvidas mais comuns respondidas



O sinal analógico de TV está aos poucos sendo descontinuado no Brasil. A ideia é que os canais abertos passem a transmitir a programação exclusivamente pelo sinal digital. E, para não perder seus programas favoritos, os telespectadores terão que se adaptar usando um conversor ou uma antena digital.

O desligamento tem gerado dúvidas em boa parte da população. Para sanar os questionamentos, o Governo Federal criou o programa Seja Digital. Além de ser responsável pela migração do sinal, a entidade distribui kits com conversores e antenas gratuitos e conta com um eficiente tira-dúvidas.

O 33Giga separou as cinco principais perguntas sobre a operação e trouxe as respostas de forma simples e rápida. Confira abaixo a lista e se torne um especialista no assunto.

Leia mais




Vou precisar trocar de TV?

Não. Você só precisa adaptar sua televisão para receber o sinal digital. Caso seu aparelho seja de LED, LCD ou Plasma, basta instalar uma antena UHF para captar os canais. Agora, se sua TV é de tubo, é necessário ter um conversor que torna o sinal digital compatível.

O que é o kit gratuito?

É um pacote de equipamentos distribuídos pela Seja Digital para que famílias de baixa renda possam preparar suas residências para receber o sinal digital. Ele é composto por uma antena UHF e um conversor. Os beneficiários foram escolhidos pelo Ministério do Desenvolvimento Social. Para consultar se você pode retirar um kit gratuito, clique aqui.

Tenho TV à cabo. Devo me preocupar?

Não. A própria operadora já está fornecendo acesso à transmissão digital, tanto para canais abertos quanto para os de assinatura.

Vou ficar sem SBT, Record e Rede TV?

Não. Os três canais só sairão da programação da TV por assinatura. Se você adaptar seu aparelho com o conversor ou com a antena UHF, poderá continuar a acompanhar o conteúdo.

Quando o sinal será desligado em minha cidade?

Para saber quando sua cidade não terá mais suporte à TV analógica, clique aqui. Vale lembrar que o cronograma de desligamento foi definido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

Fonte: Ciência e Tech
Reações:

0 comentários:

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores