terça-feira, 2 de agosto de 2016

#Rodada Da Paz terá crianças de Jerusalém



No dia 7 de agosto, domingo, o Brasileirão receberá uma partida histórica: 22 crianças árabes e judias de Jerusalém entrarão em campo para dar um exemplo de paz e respeito entre os povos. Trata-se do projeto Gol da Paz, iniciativa da CBF apoiada por Federação Paulista de Futebol (FPF), Sociedade Esportiva Palmeiras e organização Caminho de Abraão, além de instituições e clubes das comunidades árabe e judaica. Acreditando na força do futebol para aproximar as pessoas e provocar transformações sociais, essas entidades viabilizaram a viagem dessas crianças até o Brasil. A bola vai rolar às 13h30, antes da partida Palmeiras x Vitória. Todos os jogos da 19ª rodada do Brasileirão terão faixas e mensagens no telão para marcar a campanha. Quem postar fotos e vídeos utilizando a hashtag #RodadaDaPaz terá o conteúdo destacado nas redes sociais da CBF, que somam mais de 15 milhões de fãs.

Os jogadores mirins integram o programa da ONG israelense Gol da Igualdade, que mobiliza a paixão pelo esporte para criar vínculos entre crianças de 9 a 14 anos da periferia social do país do Oriente Médio. O projeto incentiva a convivência, educa para a paz e reduz os índices de preconceito e violência nas gerações mais jovens. Do lado brasileiro, participam dos jogos crianças dos clubes Hebraica, Círculo Macabi, Clube Atlético Monte Líbano, Esporte Clube Sírio e Esporte Clube Pinheiros.

No gramado, os times disputarão partidas de 15 minutos, mas a rivalidade não ultrapassa as quatro linhas. O clima promete ser de festa também nas arquibancadas: membros das comunidades árabe e judaica sentarão lado a lado, reforçando a mensagem de paz.

– Encontros no nível dos governos não são suficientes, é preciso conectar os povos, começando pelas crianças – afirma Gabriel Holzhacker, brasileiro que vive em Israel desde 1999 e é vice-diretor da ONG.

Além do jogo, as crianças, acompanhadas dos seus técnicos e dos diretores da instituição realizarão atividades sociais, culturais e esportivas em São Paulo e visitarão o Rio de Janeiro para absorverem um pouco da experiência olímpica.

Após o jogo no Palmeiras, as crianças levarão sua mensagem de paz e convivência entre os povos ao Rio de Janeiro. Em uma visita ao Museu da CBF, elas terão a oportunidade de aprender mais sobre a história da Seleção Brasileira. O roteiro também inclui atividades relacionadas aos Jogos Olímpicos Rio 2016, incluindo visita ao Parque Olímpico.

Sobre a ONG Gol da Igualdade

A ONG Gol da Igualdade foi fundada há sete anos por Liran Gerassi. Louco por futebol, seu sonho era usar o esporte como instrumento de transformação social. Gabriel Holzhacker, vice-diretor, é brasileiro e vive em Israel desde 1999. Formado em direito, largou a advocacia para se dedicar às crianças e ao futebol.

O projeto difunde valores de respeito, tolerância e convivência, reduzindo índices de preconceito, violência e crime nas gerações mais jovens. Para alcançar esse propósito, são realizados torneios comemorativos, criando elos de comunicação entre judeus e árabes, muçulmanos, cristãos, drusos e beduínos, religiosos e seculares, imigrantes e nativos, todos unidos em torno da paixão pelo futebol.

Os times são formados por crianças de 9 a 14 anos da periferia social do país, que se encontram durante a semana para treinos, atividades educativas e de reforço escolar. Ao todo, são 152 times localizados nos distritos de Jerusalém e Tel Aviv e nas regiões do Negev, Sharon, Carmel e Galileia. O programa conta, atualmente, com cerca de 2.300 participantes.

Em 2016, a ONG começou a trabalhar com adolescentes do oitavo e nono ano escolar. Quando atingirem o segundo grau, os alunos se integrarão como treinadores e instrutores nos times de crianças menores em suas próprias comunidades.

A ONG também realiza medições no início, meio e fim do ano para avaliar a melhora na autoestima, autoconfiança, comportamento social e desempenho escolar das crianças.


Fonte: CBF
Reações:

0 comentários:

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores