segunda-feira, 5 de setembro de 2016

5 de setembro é Dia da Amazônia


Você sabia que 05 de setembro é o Dia da Amazônia? A data foi escolhida para homenagear a Província do Amazonas, instituída por D. Pedro II em 1850. Hoje, a data comemorativa tem por objetivo conscientizar a população sobre a necessidade da preservação ambiental e a sustentabilidade da biodiversidade da Floresta Amazônica, considerada a maior reserva natural do planeta e uma das maiores riquezas da humanidade.

A região é um bioma gigante, possui cerca de 5,5 milhões de floresta distribuídos por nove países, mantendo o equilíbrio ambiental da terra e influência direta sobre as chuvas de toda a América Latina. É composta também pela Bacia Amazônica, formada por todos os rios, córregos, ribeirões e demais cursos de água que deságuam no rio Amazonas. No Brasil, a Bacia alcança 3,8 milhões de quilômetros quadrados e percorre os Estados do Acre, Amazonas, Roraima, Rondônia, Mato Grosso, Pará e Amapá. Mas também está presente em parte do Peru, Colômbia, Equador, Venezuela e Bolívia. O seu principal rio é o Amazonas, o maior do mundo.

PARLAMENTO - Por entender a importância da Amazônia e do Pará para o Brasil e para o mundo, a Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) desenvolve ações de debates e fiscalização e aprovação de leis para garantir o desenvolvimento sustentável da região. 

A Comissão de Meio Ambiente da Alepa e a Frente Parlamentar de Apoio ao Desenvolvimento com Sustentabilidade são instrumentos de trabalho que possuem, entre outras funções, promover diligências - inclusive com verificação in loco - visando apurar as causas de desequilíbrio ecológico ou degradação do meio ambiente no território paraense; encaminhar às autoridades competentes denúncias relativas à agressões ao meio ambiente, em todas as suas formas de manifestação e realizar campanhas educativas. No primeiro semestre deste ano, por exemplo, representantes da Comissão participaram em Altamira, oeste paraense, de uma audiência pública para discutir o cumprimento de algumas condicionantes nas áreas de saúde e habitação, saneamento e esgoto, com a implantação da Usina de Belo Monte.

IMPORTÂNCIA - A riqueza encontrada na biodiversidade da Amazônia exerce influência direta no clima e na sustentabilidade do planeta e na vida da população. Dentro desse contexto, possui grande potencial para geração de energia elétrica; seus rios são fundamentais para o sustento de milhares de famílias ribeirinhas que vivem da pesca; sua floresta é responsável por boa parte das chuvas que ocorrem no Brasil e que se forma por evaporação e transpiração da Floresta Amazônica, amenizando o aquecimento do ar. As plantações se beneficiam com abundância de águas provenientes dessas chuvas. É um alimento natural para a agricultura brasileira e toda a região atingida por esse bioma. Mas sua importância é maior do que o seu território; abrange níveis internacionais e interesses múltiplos em várias áreas.  

A vida silvestre da Amazônia possibilita muitas descobertas. As plantas e os animais encontrados na região, utilizados durante milênios pelos índios e curandeiros para tratamento de doenças, servem de instrumentos para pesquisas medicinais. Esse conhecimento secreto desperta o interesse de grandes cientistas e laboratórios internacionais que atualmente desenvolvem estudos e produzem medicamentos e cosméticos com base nas especiarias encontradas somente na Amazônia.   

PARÁ - É um dos estados com maior expressão na Amazônia. A segunda maior unidade da federação brasileira, o Pará tem bacia hidrográfica que forma uma área com mais de 20 mil quilômetros, sendo o porto de Belém um dos mais importantes da região amazônica. A cultura indígena está presente nas ervas medicinais e raízes encontradas, principalmente, no Mercado do Ver-O-Peso. A natureza exótica paraense também fornece matéria prima para garantir um paladar único na culinária regional e brasileira. Com essa singularidade, Belém foi eleita em 2015, a Cidade Criativa da Gastronomia, título concedido pela Organização das Nações Unidas para a educação, a ciência e a cultura (Unesco), passando a ser referência mundial em culinária.

CURIOSIDADES - O nome "Amazônia" tem origem nas amazonas, mulheres guerreiras da Mitologia grega. Já no sentido regional, o nome Amazônia foi utilizado pela primeira vez por  Barão Santa Anna Néri  em 1899.

A região tem:

- A maior parte da floresta está no Brasil, com 60% da floresta em território brasileiro;

- Durante as cheias, o rio Amazonas pode chegar a medir 50 quilômetros de uma margem a outra;

- O rio Amazonas, descoberto, em 1 500, pelo navegador espanhol Vicente Yañes Pinzón. Entra em território brasileiro pelo município de Tabatinga, onde é chamado de Solimões;

- O rio Amazonas é o mais extenso do mundo, supera o rio Nilo em 140 quilômetros. Despeja no oceano Atlântico num único dia mais água do que o rio Tâmisa em um ano;

- A ilha de Marajó, um arquipélago com cerca de duas mil ilhas, sendo a maior do mundo;

- O Pirarucu, maior peixe de água doce do mundo, capaz de atingir até 2,5 metros de comprimento e pesar 250 quilos;

- Das 483 espécies de mamíferos brasileiros, 324 vivem na Amazônia. Para se ter uma ideia, das 141 espécies de morcegos, 125 voam na região. A Amazônia também possui um terço dos insetos da Terra;

- Cerca de 1 622 espécies, ou seja, metade das aves conhecidas do mundo;

- Belém, conhecida como a “Cidade das Mangueiras” pela grande quantidade de árvores frutífera.

Fonte: Assebléia Legislativa
Reações:

0 comentários:

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores