terça-feira, 13 de setembro de 2016

Moção garante faixa de pedestres para reduzir riscos em travessia para a Alepa



A Prefeitura de Belém instalou uma faixa cidadã em frente ao conjunto de prédios da Assembleia Legislativa (Alepa). A medida atende moção do 1º vice-presidente da Alepa, deputado Fernando Coimbra (PSL). A Assembleia é um dos órgãos da região central da cidade que mais recebe pessoas diariamente, dentre elas idosos, pessoas com deficiência e crianças; ao mesmo tempo que registra um fluxo pesado de veículos.

“Recebemos, nos últimos meses, em nosso gabinete, diversas reivindicações de pessoas que visitavam o Poder Legislativo, solicitando que fosse implantada - em frente ao prédio da Assembleia Legislativa - uma faixa de pedestre ou cidadã”, justificou Coimbra. O pedido foi embasado na dificuldade que estas pessoas encontraram para atravessar a rua do Aveiro, considerando o intenso fluxo de ônibus e de carros. Segundo seus depoimentos, em alguns momentos, é impossível atravessar com segurança, completou.

“Esta Casa recebe, diariamente, além de seus servidores, centenas de visitantes, entre crianças, jovens e idosos, assim como portadores de deficiências. Por esse motivo, considero justa a reivindicação, levando-se em conta os riscos que se corre pela imprudência de alguns motoristas que trafegam em alta velocidade, dificultando que as pessoas atravessem com tranquilidade. Por isso, solicitei que a Casa, na pessoa de seu presidente, deputado Márcio Miranda, encaminhasse ofício pedindo a faixa cidadã do Parlamento à Prefeitura Municipal de Belém e à Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob)”, finalizou. A faixa da Alepa foi instalada no início deste semestre.

REALIDADE - De acordo com o Manual de Segurança de Pedestres, elaborado em 2013 pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), os acidentes de trânsito matam aproximadamente 1,24 milhão de pessoas, a cada ano. Mais de um quinto dessas mortes envolvem pedestres. Os principais fatores de risco para lesões causadas pelo trânsito são a velocidade do veículo, a ingestão de álcool pelos motoristas e pedestres, a falta de infraestrutura segura para os transeuntes e as dificuldades dos condutores em vê-los.

No próximo dia 25 de setembro, o Dia Nacional do Trânsito, as autoridades dessa área devem realizar atividades relacionadas à busca pela redução ou eliminação dos riscos enfrentados pelos pedestres, objetivo importante e alcançável para o qual já existem medidas eficazes, como as campanhas de respeito à faixa cidadã. No entanto, em muitos locais, a segurança de pedestres ainda não recebe a atenção merecida. 

Fonte: Assembléia Legislativa, André Oliveira, aw informatica
Reações:

0 comentários:

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores