sábado, 12 de agosto de 2017

TV Brasil exibe série "O Milagre do Corpo" com Usain Bolt neste domingo (13)


Em três episódios, produção realizada em parceria com a emissora japonesa NHK desvenda a performance dos melhores atletas do mundo com pesquisa de alta tecnologia.
 
Na semana que marca a despedida das pistas do velocista jamaicano Usain Bolt, a TV Brasil apresenta a série "O Milagre do Corpo". Em três episódios de 50 minutos, que vão ao ar semanalmente a partir deste domingo (13), às 22h, logo após o programa esportivo No Mundo da Bola, a coprodução realizada com a TV pública japonesa NHK analisa as técnicas e a performance dos melhores atletas do mundo.

A série utiliza filmagens com tecnologia de última geração para explorar os segredos do corpo humano. Atletas de alto rendimento, campeões olímpicos e mundiais, participam da atração para mostrar como superam seus próprios limites e melhoram o desempenho nas pistas.

Usain Bolt na série O Milagre do Corpo
O destaque é o episódio de estreia com o astro jamaicano Usain Bolt, lenda viva e maior velocista da história. O multicampeão olímpico e mundial deixa as pistas após o Mundial de Atletismo de Londres neste final de semana.

As outras duas edições do programa abordam a trajetória dos corredores africanos Haile Gebrselassie e Patrick Makau e os treinos do ginasta japonês Kohei Uchimura.

Usain Bolt brilha no primeiro episódio da coprodução

Usain Bolt comemora vitória nos Jogoos Rio-2016. Crédito: Fernando Frazão /  Agência Brasil
O homem mais rápido do planeta abre a série O Milagre do Corpo neste domingo (13), às 22h, na TV Brasil. O jamaicano Usain Bolt é o maior velocista de todos os tempos e alcançou uma marca impressionante nos Jogos Olímpicos Rio 2016 ao vencer as provas de 100m, 200m e revezamento 4x100m. Ele fez história ao se tornar o primeiro tricampeão olímpico consecutivo nas três modalidades, após as conquistas em Pequim-2008 e Londres-2012.

A extensa análise científica do físico e das técnicas de Usain Bolt foram gravadas com as câmeras e computadores mais modernos instalados numa pista coberta. O velocista concordou em passar um dia inteiro submetendo seu corpo e seus movimentos aos estudos.

Os equipamentos sondaram precisamente os movimentos do esqueleto e a atividade muscular do relâmpago jamaicano imperceptíveis a olho nu. Com alta tecnologia, os computadores recriaram as mecânicas de desempenho do astro.

A maneira como Bolt corre, movendo os ombros para cima e para baixo, é incomum. O atleta superou uma característica física que poderia ter interrompido sua carreira no atletismo.

Usain Bolt na série O Milagre do Corpo
"Pode ser o motivo que me faz ser tão rápido. Para mim, quando você tem uma desvantagem, não significa que você está impedido de fazer o que quer, você apenas tem de encontrar uma forma de fazer isso", explica o corredor.

A série traz uma entrevista com o Dr. Gert-Peter Brüggemann, da Universidade de Esportes de Colônia, na Alemanha.

"Este não é o modelo comum de corrida rápida. Parece calmo à primeira vista, mas quando vemos através de filmagens de alta sensibilidade, observamos movimentos muito ativos e rápidos. Sua corrida não é como o modelo de corrida que temos nos livros", destaca.

Na gravação para a série O Milagre do Corpo, Bolt salienta a importância da concentração e conta o segredo de sua performance.

"Para mim, consistência é a chave. Eu posso ter um bom dia hoje, um ruim amanhã, um bom hoje. Limpo minha mente e não me preocupo com a corrida, até a hora de ir", afirma.

Despedida das pistas

Aos 30 anos, Usain Bolt ficou com a medalha de bronze na prova dos 100 metros rasos no Mundial de Atletismo de Londres disputado no Estádio Olímpico ao marcar 9s95 no final de semana passado.

O astro pendurou as sapatilhas das disputas individuais com o terceiro lugar. Nos últimos dez anos, foi a primeira vez que "o Raio" não venceu nesta modalidade em olimpíadas e campeonatos mundiais.

O veterano Justin Gatlin cravou 9s92, melhor marca pessoal na temporada, e conquistou o bicampeão mundial dos 100m. Com 35 anos, o americano é o atleta mais velho a ganhar a medalha de ouro na prova mais rápida do atletismo.

A medalha de prata ficou com o novato Christian Coleman que selou a dobradinha dos Estados Unidos apenas 1 centésimo mais rápido que o mito das pistas com 9s94.

Bolt ainda compete como último homem do revezamento 4x100m da Jamaica em busca do pentacampeonato da prova no sábado, dia 12 de agosto. A lenda do atletismo deve correr não só as finais, mas também as etapas preliminares eliminatórias nessa que será sua despedida definitiva das pistas.
   
Produção reúne atletas de ponta: recordistas mundiais e campeões olímpicos

As atrações do segundo episódio da série O Milagre do Corpo no próximo domingo (20), às 22h, na TV Brasil, são dois corredores de primeira linha: o etíope Haile Gebrselassie e o queniano Patrick Makau. 

Citado como um dos maiores fundistas da história do atletismo em provas de longa distância, Gebrselassie é bicampeão olímpico e tetracampeão mundial dos 10.000m.

Corredor etíope Haile GebrselassieO atleta, que recebeu o apelido de “Imperador”, estabeleceu 27 recordes mundiais entre distâncias que vão dos 3.000m à maratona. Os principais resultados do etíope foram entre 1993 e 2003. Gebrselassie foi o primeiro homem a correr uma maratona abaixo de 2h04m nas ruas de Berlim. É um dos poucos a conseguir o feito até hoje.

Há cinco anos, em 2011, a marca de 2h03m59s que o etíope obteve na maratona alemã foi superada em 21 segundos pelo queniano Patrick Makau que venceu a prova de Berlim com o tempo de 2h03m38s. O corredor também participa da coprodução entre Brasil e Japão. Makau teve seu recorde batido dois anos depois pelo compatriota Wilson Kipsang na mesma maratona.

Atleta mais completo da ginástica

A série O Milagre do Corpo fecha com o terceiro episódio que acompanha os treinos do ginasta japonês Kohei Uchimura, conhecido como “King Kohei” pelos fãs, no dia 27 de agosto, às 22h, na TV Brasil.

Ginasta japonês Kohei UchimuraEm suas apresentações, o atleta une força, técnica e precisão. Kohei Uchimura é considerado o ginasta mais completo de todos os tempos.

A máquina japonesa disputou sua terceira Olimpíada nos Jogos Rio 2016.

Na competição, ele garantiu mais duas medalhas de ouro para a sua coleção: individual geral e por equipes.


Serviço
O Milagre do Corpo
Série em três episódios de 50 minutos
Dias 13, 20 e 27 de agosto de 2017, às 22h, na TV Brasil
Título original: "Miracle Body"
Classificação indicativa: Livre

Reações:

0 comentários:

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores