segunda-feira, 30 de maio de 2016

Receita Federal de Santarém é invadida por ratos e baratas


Delegacia de Santarém suspendeu expediente na sexta-feira para dedetização do prédio. Depois ainda dizem que a imprensa inventa as coisas. O que não é verdade. Esta semana a Delegacia da Receita Federal em Santarém foi invadida por ratos, baratas, osgas e até carrapatos. O que é de se espantar, visto que o prédio da DRF na Perola do Tapajós é bem frequentada por pessoas da alta classe sem nenhum registro de visita de animais, muito menos da marca peçonhenta. Uma situação que levou a direção do órgão a decretar a interdição imediata.

Conforme declarações colhidas, muitos senhores e senhoras há muito deixaram de procurar o órgão para atendimento, pois segundo consta, um desses insetos teria adentrado saia a fora de uma usuária e o estrago felizmente não foi total, posto que o inseto foi retirado do local íntimo pela mesma.

Diante desse quadro deprimente, a direção da DRF em Santarém, resolveu suspender os trabalhos de atendimento externo, na sexta-feira, 27 de maio. A direção do órgão federal diz que a invasão dos bichos é devido a cheia dos rios Tapajós e Amazonas. Pelo sim, pelo não, a RF Santarém divulgou à imprensa a seguinte nota, que agora é devidamente divulgada nas páginas do jornal O Impacto:

A Delegacia da Receita Federal em Santarém alerta aos contribuintes que na sexta feira, dia 27 de maio, não haverá expediente na repartição.

Foram dois motivos levados em conta na decisão da interrupção dos serviços: 1) necessidade de proceder a dedetização dos ambientes da Delegacia, em face da grande quantidade de baratas, insetos e outros animais que tem surgido em diversas salas, devido a subida das águas do rio Tapajós e; 2) a readequação da área de atendimento ao público no centro de atendimento ao contribuinte – CAC, que demandará a necessidade de desligamento do sistema elétrico e lógico (não afetará o funcionamento das unidades jurisdicionadas como Óbidos, Altamira etc).
Solicitamos que os atendimentos não sejam agendados para esta data. Caso já tenham sido, favor remarcar para outro dia.

A DRF Santarém pede desculpas por quaisquer transtornos e agradece a compreensão.
DIA NACIONAL DE RESPEITO AO CONTRIBUINTE: O dia Nacional de respeito ao contribuinte foi comemorado em 25 de maio. Para dar contribuição a este dia aliado à transparência que deve nortear o serviço público, a Delegacia da Receita Federal (DRF) do Brasil em Santarém apresenta os números das atividades em cinco categorias: arrecadação, atendimento ao público, destinação de mercadorias apreendidas, educação fiscal e declaração de imposto de renda da pessoa física.

Os números referem-se à jurisdição de Santarém que compreende, além do próprio município, as cidades de Alenquer, Altamira, Anapu, Aveiro, Belterra, Brasil Novo, Curuá, Faro, Itaituba, Jacareacanga, Juruti, Medicilândia, Mojuí dos Campos, Monte Alegre, Novo Progresso, Óbidos, Oriximiná, Pacajá, Placas, Porto de Moz, Prainha, Rurópolis, Santarém, Senador José Porfírio, Terra Santa, Trairão, Uruará e Vitória do Xingu. Os parágrafos a seguir apresentarão um resumo da análise de cada item.

– Arrecadação: No ano de 2015 a DRF Santarém arrecadou R$ 1.108.101.359,00. O valor é formado em sua maior parte por receitas previdenciárias, seguida pelo Imposto de Renda. A posição de Santarém no ranking supera três capitais da 2ª região fiscal (região Norte menos Tocantins): Rio Branco, Macapá e Boa Vista;

– Atendimento ao público: Os números fornecidos referem-se somente ao atendimento registrado na DRF Santarém. Foram exatamente 85.382 atendimentos presenciais e 256.354 atendimentos eletrônicos no ano de 2015. O tempo médio de atendimento ficou em torno de 6 minutos;

– Destinação das mercadorias: As mercadorias apreendidas pela Receita Federal podem ter vários tipos de destinação: incorporação aos setores públicos, doação, leilão, destruição ou até retorno ao contribuinte, se este comprovar que não houve contrabando ou descaminho. Houve um total de R$ 7.297.616,12 de destinação no ano de 2015 sendo: R$ 5.205.651,20 em produtos destinados à sociedade na forma de leilão, incorporação e doação e; R$ 2.091.964,92 foram destruídas, avariadas ou retornaram aos proprietários;

– Educação Fiscal: Uma área importante da RFB em Santarém é a que trata da Educação Fiscal. Trata-se de um esforço conjunto com os Fiscos do Estado, do Município, além de outros parceiros para sensibilizar o cidadão sobre a correta aplicação dos recursos que todos pagam. Em 2015 foram ofertadas 42 palestras para escolas, Associações de Bairros e Conselhos de Município. Foram realizadas capacitações em Mojuí dos Campos para 40 professores da rede municipal. Foi lançado o primeiro prêmio municipal de Educação Fiscal com a participação de 13 escolas, sendo a vencedora a escola municipal Sofia Imbiriba. O grande destaque foi a Escola Borari, em Alter do Chão, que ficou em 2º lugar na premiação nacional em Brasília.

DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA: O número de contribuintes que declararam imposto de renda pessoa física, no ano de 2016 (ano calendário de 2015) foi de 76.144 declarações enviadas em toda a região, sendo 25.457 (33%) somente do município de Santarém. Vale ressaltar que os envios não pararam no último dia útil de abril, que é o prazo final para entrega sem multa, mas continuam durante todo o ano.

Por: Carlos Cruz

Fonte: RG 15/O Impacto
Reações:

0 comentários:

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores