quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Alepa e Governo do Pará apoiam a prestigiam voo inaugural Belém-Redenção


O primeiro voo Belém - Redenção, pela Piquiatiba Transportes Aéreos, será realizado nesta sexta-feira (05/11), saindo do aeroporto internacional de Val-de-Cans, às 10h, com chegada prevista às 11h, no aeroporto público de Redenção, administrado pelo município.

O voo inaugural vai levar o deputado Marcio Miranda, da Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa), outros parlamentares, secretários de Estado representando o Governador Simão Jatene, o deputado federal Joaquim Passarinho e o ex-deputado Geovanni Queiróz, presidente da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos.

A reivindicação da criação da linha aérea foi concebida durante a realização da "Assembleia Itinerante" - programa do parlamento paraense - ocorrida no município, em novembro do ano passado. O deputado Márcio Miranda, considerou muito importante a preocupação em expandir as ações de turismo para o interior. “Não podemos esquecer que 75% da população residente no Pará encontra-se no interior, e 25% na capital. O estado tem um grande potencial turístico, mas é preciso dar condições para que ele seja aproveitado, com integração entre as regiões e muita divulgação, dentro do Estado e fora, - outros Estados e no exterior; dos pontos turísticos; datas religiosos (como o Círio de Nazaré); manifestações culturais; realização de eventos, palestras, encontros, conferencias; a visitação de prédios e monumentos arquitetônicos. 

A linha regular unindo Belém e Redenção, operada pela Piquiatiba, utilizará um avião Fokker 50. A aeronave pode levar 50 passageiros em uma configuração padrão ou até 58 passageiros em uma configuração de alta densidade. Possui um alcance de mais de 2 mil quilômetros em uma velocidade de 530 km/h, um aumento de 50 km/h se comparado ao Fokker F27.

O voo ligando o município de Redenção à capital do Pará irá beneficiar diretamente todas as cidades da região do sul do Pará, composta por municípios como de Conceição do Araguaia, Xinguara, Rio Maria, Pau D’Arco, Santana do Araguaia, Floresta do Araguaia, Sapucaia, Cumaru, Santa Maria das Barreiras, Água Azul do Norte, Ourilândia do Norte, Tucumã, São Félix do Xingu, e Bannach. “O benefício é devido o voo aproximar estes municípios e baratear os custos de viagem até Marabá e Belém”, disse.

PROGRAMAÇÃO - Após o pouso do avião em Redenção, os deputados e autoridades presentes atendem á imprensa nas dependências do aeroporto. À tarde, depois das duas horas, deputados, prefeitos da região, vereadores, secretários municipais, lideranças politicas de Redenção e da região do sul do Pará participam de uma reunião no plenário da Câmara Municipal de Redenção. 

A reunião deverá ser coordenada pelo deputado Márcio Miranda; pelo prefeito de Bannach, Walber Milhomen; o presidente da Associação dos Municípios do Araguaia Tocantins – AMAT; pelo prefeito de Redenção, Carlo Iavé; e pelo presidente da Câmara Municipal de Redenção, vereador Zé Claudio. Em pauta, projetos para a melhoria das condições de vida, trabalho e geração de emprego e renda, o que inclui investimentos financeiros para a ampliação da pista de pouso e decolagem do aeroporto em mais de 300 metros de extensão, entre outras melhorias na área da saúde e infraestrutura.

Para facilitar o acesso à região, o deputado Márcio Miranda encaminhou, por meio de emendas conjuntas com outros deputados, recursos na ordem de R$ 700 mil reais para ampliar a pista do aeroporto e atender outras necessidades da população de Redenção, garantiu.

Acompanham o presidente Márcio Miranda nesta empreitada aérea, os deputados estaduais: Cássio Andrade, Cilene Couto, Fernando Coimbra, Miro Sanova e Júnior Ferrari.

LINHAS - A empresa vai operar com voos de Belém a Redenção e de Marabá  a Redenção. Atuando há sete anos na região da Amazônia Legal, a Piquiatuba Transportes Aéreos, uma Empresa genuinamente paraense, recebeu autorização da ANAC para ofertar serviços de transporte de não regulares de passageiros e cargas com muita eficiência e segurança em linhas sistemáticas.

“VOE PARÁ” - Piquiatuba vai operar dentro do programa “Voe Pará”, desenvolvido pelo Governo do Pará e conta com o apoio do Parlamento paraense. O programa tem por objetivo incentivar a acessibilidade ao interior do estado, fomentando o turismo e demais setores da economia na região sul paraense. O “Voe Pará” integra o programa Pará 2030, lançado em 29 de junho deste ano pelo governador Simão Jatene. Seu principal objetivo é ampliar a malha aérea regional. Com o programa, o Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Turismo (Setur), busca facilitar os meios de acessibilidade e circulação de passageiros no território paraense, e abrir oportunidades de negócios e novas frentes de mercado na economia estadual.

Fonte: Assembléia Legislativa
Reações:

0 comentários:

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores