Breaking News

Programa Ouvidoria Itinerante da Seduc realiza encontro em Santarém

A coordenação do Programa Ouvidoria Itinerante, da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), está em Santarém, na região oeste do Pará, reunindo-se com gestores, professores, técnicos e o corpo de apoio das escolas atendidas pela 5ª Unidade Regional de Educação (5ª URE) para repassar informações sobre direitos e deveres dos servidores, além de fazer um levantamento sobre as principais demandas.

A programação, que encerra nesta sexta-feira, 22, está sendo realizada no auditório do campus local do Instituto Federal de Educação do Pará (IFPA). A reunião desta quarta-feira, 20, pela manhã, contou com a presença de diretores e vice-diretores das escolas. À tarde foi a vez de técnicos administrativos e servidores de apoio, serventes, merendeiras, vigias, entre outros.

A Ouvidoria Itinerante foi criada na atual gestão da Seduc com o intuito de esclarecer e informar à comunidade acadêmica escolar sobre as demandas que são encaminhadas. De acordo com a ouvidora da instituição, Patrícia Miralha Leandro, o viés desses encontros é justamente de que maneira instruir as URE's e USE's do estado sobre como estas demandas devem ser relatadas e com quais documentos devem ser acompanhadas.

"Esta é uma forma de melhor desenvolver o trabalho e agilizar o entendimento entre a sede da secretaria e o interior do estado, principalmente em relação às demandas, que são de toda ordem, já que nós temos desde questões de infraestrutura, merenda escolar, perpassa pela questão de pessoal e também por questões disciplinares", avaliou a ouvidora.

O diretor da 5ª URE, professor Jucinaldo Almeida, parabenizou a iniciativa da Seduc e lembrou que o processo burocrático às vezes gera dúvidas na avaliação dos gestores escolares. "Esta é uma visita salutar, pois é uma forma de que todos os gestores possam tirar dúvidas e fazer suas ponderações para melhorar o ambiente escolar, já que eles são a referência para todos os outros servidores e para os alunos", lembrou Jucinaldo.

Avaliação

Os gestores escolares avaliaram de forma positiva a iniciativa da Ouvidoria, em se fazer presente no município, diminuindo a distância entre a sede e o interior. "É de suma importância a Ouvidoria estar no município, porque ainda temos problemas que não conseguimos resolver pela nossa unidade. Então, quando chega a Ouvidoria, a gente se anima porque tem a oportunidade de informar e relatar algumas questões que só serão resolvidas por Belém", observou a diretora da Escola Dom Tiago Ryan, professora Maria Oneide Costa.

A programação da Ouvidoria Itinerante prossegue nesta quinta-feira, 21, de 9h às 11h, com reunião voltada aos professores e secretários. À tarde, a partir das 14h, a reunião será com os Conselhos Escolares. A programação finaliza na sexta-feira, 22, com visita técnica às escolas.

Também participaram da reunião, representando a coordenação da Ouvidoria, a coordenadora do Núcleo de Disciplina e Ética, Lorena Cardoso; a coordenadora do Núcleo de Prevenção, Natascha Ramos do Couto; e a coordenadora de Documentação Escolar, professora Ivonete Cunha Gadelha.

Fonte: Secom, Seduc

Nenhum comentário

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho