sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Uso do ar condicionado para ajudar a afastar os mosquitos da dengue, chikungunya e zika vírus tem aumentado



Uso do ar condicionado para ajudar a afastar os mosquitos da dengue, chikungunya e zika vírus tem aumentado.

Temperaturas mais baixas tendem a afastar os mosquitos dentro de casa, mas especialista em manutenção de aparelhos dá o alerta para outros tipos de problemas se não estiver em perfeitas condições de uso.

De acordo com o Ministério da Saúde em épocas chuvosas, clima quente e úmido, favorece a proliferação do mosquito aedes aegypti, transmissor do Zika vírus, da dengue e do chikungunya.  Pedro Luiz Tauil médico, mestre em medicina preventiva e professor da Universidade de Brasília, afirma que o verão é o período mais adequado para a reprodução do mosquito, já que nesta época, o calor é intenso, as chuvas são mais frequentes e a umidade do ar fica mais elevada.

Segundo o Diretor de Tecnologia da Samatec, especializada em peças para manutenção de máquinas e refrigeradores Fábio Cassanti, a procura por peças e ar condicionado aumentou consideravelmente, mas o que tem percebido é de que pessoas que não é apenas para amenizar o calor como também com o objetivo de afastar os mosquitos. O especialista alerta para os cuidados com a manutenção do aparelho que devem ser rigorosas para não causar outros tipos de problema e afirma que o ar condicionado inibe o mosquito, mas não o mata.

“O clima quente e chuvoso permite o desenvolvimento do mosquito, já temperaturas abaixo de 24°C faz com que as larvas demorem mais para se desenvolverem, por isso muitas pessoas têm optado pelo ar condicionado para manter esses mosquitos longe. Mas é preciso dar atenção para isso também, um ar condicionado em mau estado pode trazer outras complicações. Falta ou uma má manutenção torna o aparelho um reservatório de poeira, ácaros e bactérias. Depois de um tempo, se a taxa de renovação do ar for insuficiente, os filtros não conseguem reter as micropartículas, aumentando a concentração desses organismos nos ductos, favorecendo a proliferação e desencadeando as alergias”, alerta Fábio Cassanti, Diretor de Tecnologia da Samatec, especializada em peças para manutenção de máquinas e refrigeradores.

Já existem produtos específicos para esse tipo de higienização como por exemplo o Desix, para quem precisa fazer essa higienização em casa, mas Fábio aconselha para que a manutenção seja feita a cada 4 meses no ar condicionado para evitar que o aparelho em vez de ajudar por um lado, cause uma crise alérgica, tosse, irritação e em casos mais graves até uma infecção pulmonar.

Fonte: Blays
Reações:

0 comentários:

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores