quinta-feira, 7 de julho de 2016

Óbidos passa a utilizar programa Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFSe)


Com a implantação do programas empresários e tomadores de serviços passam a ter benefícios.

Deixar de lado o velho bloco de nota fiscal, esse talvez seja apenas um dos benefícios que empresários e tomadores de serviços em Óbidos, município localizado na região da Calha Norte, passaram a ter desde o último dia 4 de julho, data em que entrou em funcionamento o endereço eletrônicosempof.obidos.pa.gov.br/nfse após o seu lançamento oficial no auditório da Casa da Cultura de Óbidos, evento que reuniu empresários, contabilistas e tomadores de serviços. Durante seu lançamento houve uma palestra com informações referentes a esta nova tecnológica que possibilitará maior segurança na prestação de informações e comodidade uma vez que dispensará o uso de blocos de notas, que antes necessitavam em alguns casos de carimbos de revalidação de informações, como a data de vencimento do bloco.

O Secretário de Planejamento, Orçamento e Finanças de Óbidos, Giovanni Giordano, falou que a implantação do programa era uma exigência federal e, que Óbidos deveria estar inserido neste programa há anos, fato que não aconteceu devido a várias condicionantes. O secretário comemorou a forma como o programa passa a funcionar. “Somos um dos últimos municípios a implantara Nota Fiscal Eletrônica, mas pra gente o importante é ressaltar que estamos implantando um sistema completo que não é apenas para a emissão da nota fiscal, ele também nos permite uma série de outras informações que o contador necessita. Como a certidão negativa e a licença do Alvará, que em alguns casos pode ser emitido pelo portal e isso dá um ganho de tempo aos empresários e o município vai ter também um mecanismo bem melhor para a população”, enfatizou.

 Jonas Andrade, responsável pela empresa vencedora da licitação para prestação do serviço, falou dos benefícios do programa para a população e também para o governo, uma vez que todas as informações prestadas pelo contribuinte serão captadas automaticamente pela Secretaria de Estado da Fazendo (SEFA). “Há uma diminuição de custo para a empresa que deixa de utilizar a nota fiscal tradicional, e isso diminui a concorrência desleal, outra vantagem é que o fisco vai arrecadar com mais propriedade, isso diminui a evasão fiscal, e a prefeitura por sua vez poderá investir em melhorias através do ISS recolhido”, declarou Jonas que deixou claro que o sistema obedece o padrão ABRACE e seu armazenamento é todo em Nuvem o que garante segurança na prestação de informações.

Fonte: PMO
Reações:

0 comentários:

Lava jata do gaúcho

Lava jata do gaúcho

Marcadores